19/09/2012

Gloomy Sunday - A canção do Suicídio



Olá meus caros amigos Atormentados...Se você é uma pessoa um tanto depressiva, desaconselho você a ver o vídeo abaixo...O texto é inofensivo, já o vídeo, na verdade a música do vídeo, essa pode causar algum dano, ou aprofundar ainda mais o seu estado depre...Já as pessoas que não se consideram depressivas, um alerta, VOCÊ NÃO ESTÁ A SALVO!!! Portanto tenha total certeza que você quer ouvir esse som...Afinal não quero perder leitores hehe (sim eu tenho humor, humor negro por sinal...). Então aos corajosos, cliquem em "Continue Lendo" e não se esqueçam...O tormento continua...

Em Dezembro de 1932 um homem húngaro de nome Reszo Seress estava tentando se sobressair na vida como músico em Paris, mas continuava miserável, todas suas composições falhavam em impressionar os produtores da música de França, mas Seress continuava na busca de seu grande sonho.

Ele estava determinado em tornar-se um compositor internacional de sucesso. Sua noiva tinha discussões constantes com ele, pela sua instabilidade e ambição na vida. Ela dizia nele para arranjar um emprego a tempo inteiro (das nove ás cinco), mas Seress era incomprometido, ele dizia nela ou tornar-se ia músico ou arranjava um outro hobbie e mais nada.

Houve um dia que as coisas ficaram bastante agitada. Seress e sua noiva tiveram uma discussão pesada acerca da sua vida fracassada como compositor, e o casal separou-se após trocarem-se palavras árduas.

No dia seguinte, um domingo, após a noite agitada do dia anterior, Seress sentou-se ao seu piano no seu apartamento olhando pela janela contemplando o céu, de fora podia ver o mesmo ficando nublado, cinzento e logo uma chuva torrencial começou a cair. 

- "Que Domingo Sombrio!" disse Seress pra ele mesmo a medida em que ele ia tocando o piano, de repente seus dedos começaram a tocar uma estranha e melancólica melodia que parecia incorporar-se com tudo que estava ocorrendo na sua vida, sua separação, sua infelicidade, má sorte, sobretudo a forma em como estava o tempo naquele dia.

-"Sim, Domingo Sombrio! Este será o titulo da minha nova música”, disse Seress todo empolgado, pegou logo um papel e um lápis e começou a escrever as notas num cartão postal antigo. Trinta minutos depois ele terminou de compor a letra, ou seja, a música.

Seress enviou sua composição para os produtores musicais e esperou por aceitação com uma empolgação que nunca antes havia tido em seu coração. Alguns dias depois o seu cartão postal com a letra da música foi retornada com uma nota de rejeição, nela que dizia: "Domingo Sombrio tem um tom misterioso, bizarro e altamente melancólica, e um ritmo depressivo e nos lamentamos em informar-te mas não poderemos publicar a mesma."

A música foi mais uma vez enviada para um outro produtor musical e desta vez foi aceita. O produtor disse a Seress que a sua música seria brevemente distribuida a todas as maiores cidades do mundo. O jovem húngaro estava maravilhado.

Depois de alguns meses, após o Domingo Sombrio ser distribuído houve ocorrências estranhas que giravam em torno da nova música. Em Berlim, um jovem rapaz pediu a banda para tocar Domingo Sombrio, e depois que a música foi tocada o rapaz foi pra casa e arrebentou seus miolos com um revólver, após queixar-se aos familiares que ele estava a sentir-se severamente depressivo, pela melodia de uma música nova da qual ele não conseguia tirar da sua cabeça, a música era Domingo Sombrio.

Uma semana depois, na mesma cidade, uma jovem assistente de loja foi encontrada enforcada no seu apartamento, a polícia que investigava encontrou uma nota no bolso da jovem que continha a letra de uma música, a letra era de Domingo Sombrio.

Dois dias após essa tragédia, uma secretária em Nova Iorque publicou uma nota após se suicidar da qual pedia que Domingo Sombrio fosse tocada no seu funeral. Semanas depois, um outro homem Nova Iorquino de 82 anos pulou do seu apartamento no 7° andar após tocar a música mortífera no seu piano. Ao mesmo tempo uma adolescente em Roma que escutara a música pulou de uma ponte e teve morte imediata.

A mídia, os jornais de todo mundo rapidamente reportaram outras mortes associadas com a música de Seress. Um dos jornais cobriu a notícia de uma mulher no Norte de Londres que estava tocando a música Domingo Sombrio com o som no máximo, ficou furiosa do nada e estava ameaçando seus vizinhos, que já haviam lido a respeito das fatalidades supostamente causadas por essa melodia. O disco de repente ficou encalhado, tocando repetidamente apenas um trecho da música, os vizinhos batiam na porta mas ninguém abria, então eles forçaram a entrada e encontraram a mulher morta na sua cadeira, a sua morte causada por overdose de barbitúricos.

A medida que os meses passavam, grandes acontecimentos misteriosos paranormais e bizarros de mortes e tragédias aconteciam todas ligadas com a música. Persuadidos, os chefes na companhia BBC tiveram que abolir a música amaldiçoada de tocar nas rádios.

Enquanto isso na França, Rezso Seress, o homem que compôs a música controversa, estava para experienciar os efeitos adversos da sua criação.

Ele escreveu uma carta para a sua ex noiva pedindo sua reconciliação. Mas dias depois chegou a mais triste e chocante notícia, Seress ficou sabendo que sua amada envenenou-se e foi encontrada uma cópia da letra da música Domingo Sombrio ao seu lado.

Em Janeiro 1968, após 35 anos da música ser escrita, seu compositor Rezso Seress cometeu suicídio, mas sobreviveu, quando pulou de uma Janela em Budapeste. Mais tarde, no hospital ele enforcou-se com uma corda.

Houve especulações e fatos associados com números de suicídio nos anos 30, ambos em Hungria e América, relacionados com "Domingo Sombrio", mas a maior parte das mortes supostamente ligadas a ela são difíceis de se verificar. Há lendas urbanas que parecem fazer parte disso, pois acredita-se que o número de suicídio de húngaros que ocorreram naquela década, quando a música foi publicada, decorria de outros fatores relacionadas como a pobreza e a fome que assolavam naquela altura. Nenhum dos estudos foi conclusivo se houve realmente um laço ou relação da música com os suicídios.

Nos fins dos anos 30 quando o mundo estava sendo mergulhado na Guerra contra Hitler, a música mortífera de Seress foi rapidamente esquecida numa agitação global, mas as notas da tão temida música continuam  até hoje disponível (principalmente na internet também) para aqueles que estão curiosos para saber o que esta melodia mórbida tem ou poderá ainda exercer sua mortíferas influências...

E para os mais destemidos, ou malucos...A música Gloomy Sunday...



Quando amanhecer, você já será um de nós...


5 Comentários
Comentários
5 comentários:
  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. muito legal a musica eu gostei, mas apenas um detalhe, pelo que sei essa não é a versão original da música.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem essa foi a versão que eu encontrei no sobrenatural.org como está na fonte...Mas se vc possuir, ou conseguir o link da musica original...manda pra cá...seria muito legal!!!!

      Obrigado pela participação...

      Excluir
    2. http://www.youtube.com/watch?v=X-3imIKZw7c

      Excluir
  3. pelo modo ele escutou a original e morreu,!

    vai saber...

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave