09/12/2012

Relatos dos leitores: Uma Noite Sinistra

Meus caros amigos Atormentados...gostaria de mais uma vez avisar, que vocês quiserem podem enviar relatos, contos, dicas de postagens para o blog,...a participação de vocês é muito importante!!! Para participar é só acessar o campo "Dicas do Leitor" aí acima. O texto de hoje é um relato que o meu amigo Silvio enviou para o Noite Sinistra. Para quem não sabe, o Silvio é o dono do blog O Mundo Real, valiosíssimo blog parceiro aqui do Noite Sinistra. Agora deixo vocês aos cuidados do Silvio...Aproveitem!!!

Ola ,eu sou o Silvio e vim aqui para contar para vocês sobre uma Noite Sinistra que eu tive :

Foi no ano de 2002 , na época eu tinha 19 anos e morava com meus pais . Um irmão meu que era casado foi viajar e me pediu para cuidar de sua casa ,e como sempre prestativo disse "sem problemas" .Sai da casa da minha namorada la pelas 22:30 e fui para a casa dele .

Eu era um filho caçula de uma família com 6 irmãos, ou seja, não tinha muito o abito de passar uma noite sozinho e, apesar de meus 19 anos sempre fui meio cagão kkk, quando eramos pequenos sempre nos reuníamos no quarto de meus pais para escutar os "causos" que eles contavam , lá da época do meus avós, lá no sitio. E para ajudar, sou como muitas pessoas, que tem dificuldade para dormir em outra casa que não seja a minha, em outra cama...

Pois bem, cheguei na casa de meu irmão e assisti um pouco de tv tomando umas latinhas de cerveja e la pela meia noite fui deitar, e devido ao cansaço logo adormeci .

Lá pelas 3 da madruga acordo sentindo um pouco de frio, e como já disse não conseguia dormir . Quando você esta em uma casa que não esta acostumado , a noite é bem diferente, a claridade, ruídos, e você acaba meio que prestando a atenção em tudo, o que tira ainda mais o sono.

O vento soprava forte e gelado e chacoalhava a janela veneziana e perturbava , porem logo resolvi com um simples calço de papel, porem, las pelas 3:48 da manhã ouço de quatro a cinco batidas nas porta da sala . Me arrepiei inteiro, logo pensei "deve ser ladrão", e mais outra sequencia de batidas.

"Deve estar pensando que não tem ninguém em casa, vou acender a luz e ele vai correr" e assim o fiz. Acendi a luz e fiquei escutando para ver se ia embora, porem nada escutei . Então voltei a deitar. Não demorou muito e começaram as batidas de novo. Logo percebi que não se tratava de um ladrão, parecia que batia mais forte e vazia um barulho bem alto. Acendi a luz e perguntei :"Quem esta ai ?", e não tive nenhuma resposta , já pensando "essas coisas só acontecem comigo".

Volto para cama e pela terceira vez começa a bater, nessa hora já tinha passado um pouco do medo e estava começando a ficar irritado, porem quando acendo a luz as batidas não param como das outras vezes não parou de bater na porta , pelo contrário batia até mais forte. Me arrepiei inteiro!

Nessa hora já sem ter o que fazer me enchi de coragem e abri a porta de supetão pensando encontrar pela primeira vez um fantasma ou simplesmente o vazio, que também seria uma experiência sobrenatural , e para minha grande surpresa ...


.


.


.


.


.


.


.


.


.


..


Me deparo com um baita de um cachorro que havia entrado no quintal do meu irmão e estava deitado encostado na porta coçando as pulgas e enquanto coçava batia na pota .....

Bem esse relato não tem nada de sobrenatural , porem só que passa por uma situação dessa vai saber o quanto é assustador kkkk.

7 Comentários
Comentários
7 comentários:
  1. E quando a porta começar a bater desse mesmo jeito, como se um cachorro estivesse alí. Você ouve e se lembra do seu próprio cachorro. Sem problemas, não é mesmo?
    Espere... Meu cachorro morreu no começo do ano!
    Porque as portas fazem isso?

    Sim, isso acontece comigo, até parece que o falecido ainda se deita no cantinho da porta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa história daria um ótimo conto ou relato...

      Excluir
  2. meu cachorro faz a mesma coisa,as vezes penso que é meu pai batendo,quando vou ver,ele se coçando todo...

    ResponderExcluir
  3. Certa vez estava assistindo tv quando vi uma figura me olhando do outro lado da porta (de vidro), aquela pessoa me fitou por uns 3 minutos e quando me levantei para ver achando ser minha mãe a figura desapareceu, no decorrer da noite varios fatos como pedras no telhado e nesta mesma porta se manifestaram. Perguntei `a minha mãe se era ela na porta mas, ela nem estava na casa naquela hora. Foi no dia seguinte que consegui entender tudo. Meus primos chegaram para nos avisar que meu pai teria morrido em Minas Gerais (eu moro no Paraná), na mesma hora que a "aparição" surgiu pra mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita manolo...sinto muito pelo seu pai...eu no seu lugar tinha ficado meio pirado...

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave