01/05/2014

O incidente de Coyame: O Roswell mexicano


Em diversas partes do mundo existem histórias a respeito de Objetos Voadores Não Identificados (OVNI), e muitas dessas histórias relatam que tais objetos interagiram com habitantes locais, ou quedas desses OVNIs, a exemplo da história que teria acontecida nos EUA, e que ficou mundialmente conhecida como os eventos de Roswell. Hoje contamos com uma dica do nosso grande manolo Silvio, dono dos blogs O Mundo Real Coisas do Mundão. O Silvio, nos sugeriu o assunto do título dessa postagem, onde conheceremos um pouco sobre os eventos ocorridos em Coyame - México, que acabou conhecido como o Roswell mexicano.

O incidente de Coyame


Relatos afirmam que em 25 de Agosto de 1974, um pequeno avião teria sido derrubado por conta da colisão contra um OVNI, nas proximidades da cidade de Coyame, próxima da fronteira entre México e EUA. Segundo os relatos, que posteriormente se tornaram parte de teorias de conspiração, os militares estadunidenses teriam recolhido os restos do suposto disco voador.

Em 24 de agosto de 1974, um radar de defesa aérea dos EUA detectou um objeto desconhecido no Golfo do México, viajando a cerca de 4.000 km/h. O objeto teria se dirigido para Coyame, Chihuahua, México. Aproximadamente ao mesmo tempo, um pequeno avião decolou de El Paso, Texas, rumando para a Cidade do México. O radar EUA teria detectado tanto, o UFO como também o pequeno avião. Os controladores aéreos teria monitorado por um certo tempo, tanto o OVNI como o pequeno avião até que ambos os sinais desaparecessem sobre a cidade mexicana.


O governo mexicano enviou uma equipe para recuperar o pequeno avião e seus passageiros, enquanto os EUA continuou a acompanhar a situação. Os militares dos EUA ofereceram "ajuda" para o governo mexicano, para recuperar os destroços e investigar os eventos, mas o governo mexicano teria recusado. Na base aérea dos EUA, onde o sinal do suposto disco voador foi capturado pelo radar, quatro helicópteros Huey foram preparados, assim como uma equipe de recuperação composta por 15 homens. O grupo teria entrado clandestinamente no México depois de interceptar uma comunicação de rádio mexicana dando a localização do local do acidente.

Dramatização retirada de documentário do History Channel
Após a sua chegada ao local do acidente, no México, o grupo americano se deparou com um objeto metálico estranho, na forma de um disco e exibindo avarias que que parecia ser resultado de um impacto frontal, juntamente com os restos queimados do pequeno avião, um Cessna 180. Um dos helicópteros americano Huey foi encarregado de içar o UFO levando até cerca de 15 quilômetros, onde um comboio americano aguardava para levá-lo até a Base da Força Aérea Wright-Patterson.

Dramatização retirada de documentário do History Channel
No local da queda os soldados norte americanos teriam encontrado um jipe do exército mexicano, e nos arredores foram encontrados 4 soldados mexicanos mortos. Esses soldados teriam sido mortos por asfixia. Todos eles portavam armas, mas aparentemente não realizaram nenhum disparo.

Dramatização retirada de documentário do History Channel
O paradeiro do UFO são, até hoje, desconhecido. Quanto aos soldados mexicanos mortos, o exército mexicano nega que tal incidente tenha acontecido, apesar de relatos de habitantes da região, que afirmavam que tais eventos eram reais. Existem também arquivos de comunicações de rádio do exército mexicano.

O evento sobre o Roswell mexicano vem à tona

O incidente UFO de Coyame veio à tona em 1992, quando um relatório do caso foi enviado anonimamente a vários ufólogos nos Estados Unidos e Europa. O documento foi intitulado "Resultados de Pesquisa no disco Chihuahua" que foi endereçado aos ufólogos acabou sendo publicado por Leonard Stringfield em 1994 na UFO Crash Retrievals. Stringfield escreveu que o incidente foi Coyame "autoritariamente escrito, usando a terminologia correta e militar, de nota e ao contrário de um hoax, traça uma linha entre a chamada prova concreta e o que é especulativo

Essa postagem é um oferecimento dos blogs. 


 

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave