20/07/2015

Peg Entwhistle: O fantasma do Letreiro de Hollywood


O cinema é palco de muitos mistérios e casos de maldições. Mais abaixo poderemos conhecer a trágica história da atriz Peg Entwhistle e sua relação com as alegadas aparições ocorridas no famoso letreiro de Hollywood.

O blog Noite Sinistra já trouxe em outras postagens algumas das histórias macabras envolvendo filmes e atores e atrizes do cinema. Postagens como: The Conqueror: O filme radioativoA maldição de AtukMaldição do Filme "A Profecia"As maldições do filme "O Bebe de Rosemary", exemplificam bem como as vezes o ambiente cinematográfico pode ser algo misterioso.

Vida de Peg e o sonho hollywoodiano

Peg Entwhistle era uma atriz promissora da Broadway, em meados de 1920. No entanto, quando ela tentou fazer a transição para Hollywood em 1932, ela descobriu que ela era apenas mais um rostinho bonito. Depois de um único papel em um filme, suas perspectivas se acabaram e ela estava fora do trabalho.

Peg Entwhistle

Peg Entwhistle nasceu em Port Talbot, País de Gales em 5 de fevereiro de 1908, mas foi criada em West Kensington, Londres. Não se sabe ao certo o fim que sua mãe levou, algumas pessoas alegam que ela morreu muito jovem, mas acredita-se que seus pais tenham se divorciado, e que a guarda de Peg teria ficado com o pai, que casou-se posteriormente com uma mulher chamada Laurette, com quem teve mais dois filhos. Ainda muito jovem, Peg se mudou com o pai, madrasta, tios e meio-irmãos para Nova York.

Seu pai morreu atropelado em 1922, e a incumbência de criar Peg e seus irmãos passou a ser de seu tio.

Em 1925, Peg Entwistle iniciou a carreira de atriz em uma peça no Teatro Huntington (antigamente, com outro nome). Desde então, passou a fazer peças e mais peças de teatro até que em 1926, foi chamada para estrear na Broadway, na peça Hamlet de Shakespeare.

Aos 17 anos sua boa atuação ganhou atenção nacional e Peg era considerada uma das atrizes de talento mais jovens já surgidas. Depois disso ela trabalharia com os mais consagrados atores do teatro e cinema, como William Gillette, Dorothy Gish, Henry Travers, Bobo Cummings, dentre outros.

A famosa atriz Bette Davis, mais tarde, disse que teve vontade de se tornar atriz logo depois de ver Peg Entwistle atuar.

Em 1927, até então com 19 anos, casou-se com o também ator Robert Keith. O casamento durou apenas dois anos, pois descobriu-se que, além da violência doméstica que Peg sofria, ele já tinha outra esposa e filhos.

Com a peça "Tommy’, Peg foi aclamada a atriz de maior êxito na Broadway. Sucesso de público e crítica, e incentivada por todos, partiu para o seu segundo sonho, que era fazer cinema.


Peg seguiu para Hollywood onde visitou diversos estúdios até conseguir com David O. Selzinick participação no filme "Thirteen women", que teria a participação também de Irene Dunne, Ricardo Cortez e Myrna Loy. Quando o filme foi lançado, em setembro de 1932, a atriz descobriu que sua participação fora reduzida para apenas algumas poucas aparições. O filme teve uma crítica bastante desagradável, sobretudo sobre a escassa atuação de Peg, a quem os críticos fizeram duros julgamentos. Além disso, fez outros testes, mas diante de tantas opções de atrizes mais experientes era sempre deixada de lado. O golpe final foi ter sido convidada para fazer um teste para figuração. Para quem até um ano atrás era considerada uma atriz de sucesso no teatro, foi um golpe e tanto.

Depois dos desgostos e de praticamente abandonar o sonho de ser uma estrela do cinema, Peg entregou-se às bebidas e à depressão. Totalmente deprimida, decidiu interpretar aquele que seria o seu último e principal papel: na noite de 16 de setembro de 1932, agora com 24 anos, Peg vestiu a sua melhor roupa, um vestido branco que emprestou de uma amiga, maquiou-se generosamente e se encaminhou até o Monte Lee, na Califórnia, onde fica o letreiro Hollywood (à época Hollywoodland). Após subir o monte, dobrou cuidadosamente seu casaco, colocando-o ao lado de um livro e de sua bolsa. Subiu na letra "H" (outras fontes afirmam que a letra era a "D") do letreiro usando uma escada de manutenção, e pôs fim à sua vida, se jogando de uma altura de pouco mais de 9 metros. Seu corpo rolou metros e metros no barranco. A autópsia do corpo de Peg mostra que houveram múltiplas fraturas na bacia, o que nos diz que Peg pode não ter morrido na hora, e sim, ter agonizado por um tempo antes de partir. Seu corpo e pertences, incluindo uma carta de suicídio, foram descobertos dois dias depois.



Ela havia dito à sua família que estava indo para uma caminhada, e essa seria a última vez que alguém a viu viva.


A carta de suicídio de Peg Entwistle : "Eu tenho medo. Eu sou uma covarde. Lamento por tudo. Se eu tivesse feito isso há muito tempo atrás, teria poupado muito sofrimento."


As histórias de Assombração no famoso letreiro

Nos anos seguintes ao suicídio de Peg, caminhantes e Guarda florestais, relataram acontecimentos estranhos na proximidade do letreiro de Hollywood. Muitos relataram aparições de uma mulher vestida com roupas da década de 1930, que abruptamente desaparece quando alguém se aproxima. Ela foi descrita como uma mulher muito atraente, loira, que parece muito triste.

O Guarda florestal John Arbogast afirmou ter visto o fantasma dela muitas vezes, geralmente no meio de noites com muito nevoeiro. Ele também alegou sentir o perfume de gardênias naquela área, mesmo durante o inverno, quando não há flores. E esse era o perfume favorito de Entwhistle.

Devin Morgan, uma residente de Beachwood Canyon, também alega ter presenciado coisas estranhas no local. Uma tarde, ela estava caminhando pela trilha perto do sinal. Como ela fez seu caminho em torno de um dos ziguezagues, ela notou a figura de uma mulher em outra parte da trilha. "Ela parecia muito estranha para mim", disse Morgan. "Ela tinha uma qualidade muito etérea. Ao invés de andar, ela parecia quase deslizar. Ela não flutuava... ela não parecia com um fantasma, mas havia algo muito, muito estranho sobre ela ". Morgan tentou seguir a mulher, mas ela havia desaparecido, e a única coisa que permaneceu no caminho foi um intenso cheiro de gardênias.

Em 1990, um homem do Norte de Hollywood e sua namorada estavam andando em uma trilha do Canyon Beachwood perto do letreiro de Hollywood, com seu cão, quando o animal de repente começou a agir de forma muito estranha, começou a choramingar e foi se afastando da trilha à frente. O casal logo viu uma mulher loira em um vestido branco estilo dos anos 1930, andando em direção a eles. Ela parecia confusa e desorientada, por isso o casal tentou afastar-se dela, mas então, de repente ela desapareceu diante de seus olhos. Eles alegaram não ter tido conhecimento do suicídio Entwhistle até o momento do avistamento.

Mais recentemente, quatro amigos encontraram o fantasma, uma história que foi destaque no programa Paranormal Witness do Syfy. Os amigos - Tina, Alain, Brian, e Al - após um jogo no Dodger Stadium, decidiram ir tocar o famoso letreiro de Hollywood. Embora a área estivesse fora dos limites para os invasores, eles pularam o muro e seguiram o caminho até o local.

Em seu caminho de volta para baixo, Brian escorregou e caiu morro abaixo. Quando ele começou a fazer o seu caminho de volta para junto dos amigos, ele viu alguém caminhando até o topo do morro. "Era uma mulher, usando um vestido semelhante ao estilo da década de 1930 e estava se aproximando de nós." de acordo com a história mostrada pelo Syfy. "Ela usava saltos e um véu sobre o rosto. Caminhou sem esforço até a colina. Seus passos não fizeram nenhum som." Foi só mais tarde que o grupo leu sobre a história de Peg Entwistle.

Os amigos e amigas podem fazer uso da ferramenta de legendas do YouTube e solicitar a tradução das mesmas para assistir a esse episódio.
Se você não sabe como usar essa ferramenta clique AQUI e aprenda.

Curiosidades

Brian Keith, o filho de Robert Keith, que foi brevemente enteado de Peg começou a atuar aos 3 anos de idade. Ele se tornou um ator muito famoso. Brian conhecido por sua boa aparência e voz rouca estrelou muitos filmes como A raça rara e Nevada Smith, para citar apenas dois. Ele também tinha um show de sucesso na televisão. Sua família tem algo de trágico em comum com sua ex-madrasta. Ele cometeu suicídio em 1997, apenas dez semanas após sua filha de 27 anos de idade, Daisy cometeu suicídio.

Logo após o suicídio de Peg, uma carta do Playhouse Hollywood chegou à casa de seu tio. Esta convidava Peg a um papel importante, no qual ela teria estrelado como uma mulher que comete suicídio.

Mais tarde, em 1945, houve uma reforma no letreiro que dizia HOLLYWOODLAND, pois as pessoas acabavam por assimilar o suicídio de Peg com a má sorte das 13 letras que o mesmo possuía. Foram tiradas as ultimas letras "LAND", deixando o letreiro como é conhecido atualmente (HOLLYWOOD).


Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




0 Comentários
Comentários

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave