30/08/2016

A lenda do Vapor Encantado


Saudações atormentados, hoje volto a trazer para vocês uma matéria da série "Histórias e Lendas Brasileiras". Essa série surgiu com o intuito de, com a ajuda de amigos e amigas de casa através de dicas e sugestões, conhecermos melhor algumas lendas e histórias curiosas dos cantos mais remotos do nosso país. A matéria de hoje nos foi indicada pela nossa amiga e colaboradora Nayara Mastub, e fala de um navio encantado que navega nas águas do famoso rio São Francisco, e que se tornou conhecido como "Gaiola Encantada", "Vapor Fantasma" ou ainda "O Vapor Encantado". Convido todos a conhecerem essa interessante lenda do folclore brasileiro.

Os vapores-gaiola do São Francisco marcaram época e se tornaram lendários. Trazidos do Mississipi, rio imortalizado por Mark Twain, por mais de cem anos singraram as águas do Velho Chico desde Pirapora até Juazeiro, vencendo lentamente 1371 km entre ambas.

O Rio São Francisco faz parte da vida de milhões de pessoas. Não só nos aspectos práticos que envolvem a alimentação, a economia e os transportes na região da bacia, mas também na cultura local, povoando o imaginário popular com muitas lendas e histórias. Uma destas histórias contadas pelos barranqueiros é a do Vapor encantado.

A embarcação foi avistada pela primeira vez por dois canoeiros. Eles estavam atravessando o rio quando viram um barco a vapor muito iluminado navegando ao longe. Ao se aproximarem para descobrir do que se tratava o barco simplesmente desapareceu diante de seus olhos.


A lenda segue forte até os dias de hoje, principalmente na região compreendida entre as cidades de Januária e Bom Jesus da Lapa, um dos trechos do São Francisco com grande tradição de navegação. Enquanto alguns dizem que uma grande festa acontece na misteriosa embarcação, outros garantem que não há sequer um tripulante no barco.

Há quem diga que a pessoa que tiver a sorte e ver o Vapor Fantasma será feliz para sempre, outros já dizem que a tripulação do Vapor poderá descer e levar a pessoa para o Vapor, e para casa jamais voltará.

Outras pessoas acreditam que o navio seja responsável por recolher as almas das pessoas que morreram afogadas no grande Rio.

Estes mistérios enriquecem a cultura da bacia do rio São Francisco e inspiram muitos artistas, músicos e contadores de história da região.

Agradecimentos a amiga Nayara Mastub pela dica.

Fonte: De lá pra Cá e CBHSF 

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave