18/09/2016

Menina foi drogada, violentada, assassinada e esquartejada com o consentimento da própria mãe nos EUA


Uma menina de 9 anos foi drogada, estuprada e assassinada na véspera de seu aniversário de 10 anos na cidade de Albuquerque, no Novo México (EUA). De acordo com o “The New York Daily News”, o crime ocorreu na noite desta última terça-feira (23/08), véspera do aniversário da vítima. A polícia informou que Victoria Martens teve metanfetamina injetada no corpo, sofreu o estupro e depois foi esfaqueada, estrangulada até a morte e esquartejada.

A polícia chegou ao local do crime após vizinhos informarem sobre um barulho incomum na casa da família. O corpo da criança foi encontrado enrolado em um lençol. “Esse homicídio foi o mais terrível que eu vi na minha carreira. Foi um total desrespeito à vida humana”, disse o chefe de polícia de Albuquerque, Gorden Eden.

Os suspeitos do crime são a mãe da menina, Michelle Martens, de 35 anos, o namorado dela, Fabian Gonzales, de 31, e Jessica Kelley, prima da vítima, também de 31. Eles podem responder por abuso infantil, sequestro, ocultação de provas, estupro e homicídio. Em depoimento à polícia, a mãe negou envolvimento na morte e acusou o namorado de drogar e estuprar a filha, com ajuda da prima.

Mãe confessa pedido para estuprar sua filha

A mãe da menina assassinada em agosto nos Estados Unidos admitiu ter pedido a homens, em seu trabalho e pela internet, que estuprassem sua filha, revela a imprensa americana nesta quarta-feira (14/09). O corpo esquartejado de Victoria Martens foi encontrado em agosto em seu domicílio no estado do Novo México (oeste) por agentes da polícia que atenderam uma chamada telefônica.

Sua mãe Michelle Martens, um homem chamado Fabian Gonzales, assim como uma prima deste, Jessica Kelley, foram acusados por sua participação no crime.

Michele Martens, de 35 anos, afirmou aos investigadores após sua detenção que havia contactado homens na internet e em seu trabalho para que estuprassem sua filha, informou o Albuquerque Journal. Martens havia mantido encontros com ao menos três homens, acrescentou o jornal. Um deles seria um companheiro de trabalho e os outros dois teria conhecido na internet, incluindo Gonzales.

Citando investigadores relacionados com o caso, o Albuquerque Journal informou que Martens declarou à polícia que “desfrutou observando” o assassinato.

“Este homicídio é o mais horroroso que vi em minha carreira”, disse em agosto o chefe da polícia de Albuquerque, Gorden Eden Jr., após o descobrimento do corpo de Victoria. “Evidenciou um total desprezo pela vida humana e a traição de uma mãe”, completou.

Fontes: O Tempo Jornalismo e ISTOÉ


Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



7 Comentários
Comentários
7 comentários:
  1. Quando a gente pensa que a humanidade não pode piorar, o Noite Sinistra nos faz lembrar que pode sim. (brincadeiras a parte, adoro o blog)

    Mas é realmente triste que existam seres humanos que não possuam um pingo de empatia.

    Bites!
    Tary Belmont

    ResponderExcluir
  2. Que horror!!!!! Ela não é mãe de de ninguém é um monstro! Espero que morra!

    ResponderExcluir
  3. isso não pode ser chamado de mãe...é o próprio demônio encarnado, ela e quem ajudou a cometer esse crime tão horrível contra uma menina indefesa...que sofram muito dentro da prisão, espero sinceramente que os envolvidos tenham uma morte lenta e dolorosa...

    ResponderExcluir
  4. UMA PENA QUE O COLISEU ACABOU UMA DESSAS MERECIA SER ATIRADA AOS LEÕES VIVA PRA PLATEIA IR AO DELIRIO FUNDIA FORVM ROMANO E COLISEU

    ResponderExcluir
  5. QUANTUM BINARY SIGNALS

    Professional trading signals sent to your mobile phone every day.

    Start following our signals today & gain up to 270% per day.

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave