13/10/2016

O que está por trás da onda de palhaços assustadores nos EUA


Basta escrever a palavra "palhaço" ou "clown" (em inglês), em alguma ferramenta de busca para que o resultado seja bem diferente da ideia normalmente associada a risos e diversão. "Histeria", "macabros", "horríveis", "aterrorizantes" e "assassinos" são algumas das associações de palavras encontradas. Há que nomeie o fenômeno como "Apocalipse dos Palhaços" ("Clown Apocalypse"). E parece que a onda chegou ao Brasil.

A moda de pessoas vestindo máscaras aterradoras de palhaços tem se estendido por diversas cidades dos EUA e agora causa trabalho às polícias britânica e canadense. O que começou como uma simples travessura para dar sustos em pessoas agora parece estar se tornando algo mais perigoso.

Na semana passada (10-10-16), na cidade de Bardstown, no Estado americano do Kentucky, um homem disparou tiros para o alto com seu fuzil AR-15 depois de sua mulher o alertar sobre a presença de "palhaços horrorosos" na rua. No entanto, tratava-se apenas de uma mulher que estava passeando com seu cachorro na rua à meia-noite, segundo explicou à BBC Mundo (o serviço em espanhol da BBC) o porta-voz do departamento de polícia de Bardstown, Reece Riley.

"Não queremos ver ninguém se ferindo e vamos lidar com essa situação", afirmou Riley, para quem o mal-entendido é um exemplo das consequências negativas das ações dos palhaços.

Nas mídias sociais, têm surgido vídeos de pessoas tentando resolver a questão por conta própria - "caçadores de palhaços". Algumas situações resultaram em brigas.


O site americano Heavy.com fez um levantamento de relatos de incidentes envolvendo palhaços e descobriu que houve registros em 40 dos 50 Estados dos EUA. As aparições ocorrem tanto em centros urbanos movimentados como Nova York como também em regiões rurais.


Já foram vistos palhaços no interior de Kentucky, Indiana e Kansas. No Texas e no Alabama, houve fechamento de escolas e a polícia fez uma série de prisões.

A preocupação chegou à Casa Branca, e o porta-voz do presidente Barack Obama, Josh Earnest, teve que responder a perguntas sobre os incidentes durante um briefing de imprensa.

"As autoridades locais estão analisando a situação com seriedade e deve investigar apropriadamente se perceberem que há ameaças à segurança pública", disse.

O que fazem os palhaços

Muitas das pessoas que se vestem de palhaços usam as roupas coloridas que todos nós conhecemos, mas a diferença está no uso de máscaras com expressões de terror.

Normalmente, os palhaços andam pelas ruas à noite, em parques e locais menos iluminados, de onde aparecem de forma repentina para assustar pedestres e motoristas. Uma conta no Twitter, intitulada "Avistamento de Palhaços", tem mais de 100 mil seguidores e dezenas de fotos e vídeos feitos nos EUA e em outras partes do mundo.


"Estava andando perto do cemitério de Sheltorpe (Inglaterra), quando se aproximou de mim algo que posso apenas descrever como um palhaço com um machado. Nunca tive tanto medo na vida", comentou um usuário britânico.

No Canadá, a polícia recebeu queixas em diversas cidades, incluindo grandes centros como Toronto e Ottawa. As autoridades britânicas também já receberam dezenas de denúncias, mas também tiveram que lidar com falsos relatos e rumores.

Andy Boyd, chefe da polícia da região de Thames Valley, nos arredores de Londres, disse fez um apelo para que as pessoas pensem duas vezes antes de fazer a brincadeira.

"Não queremos ser acusado de impedir que as pessoas se divirtam, mas pedimos que também pensem no impacto de seu comportamento sobre os outros. Suas ações poderão provocar medo em alguns e ansiedade nos outros. E se isso for percebido como intimidação, trata-se de um delito", afirmou.

Nova onda

A onda dos palhaços foi observada pela primeira vez na década de 80, quando um grupo de estudantes do Estado de Massachusetts relatou que um palhaço os convidadou a entrar em um furgão. É que conta Benjamin Radford, autor de um livro sobre o assunto. O comentarista cultural Timothy Evans diz que é um típico comportamento de ostensão - no caso, a exibição com a personificação de uma lenda urbana.


Mas há casos mais trágicos: em 2014, duas meninas do Estado americano de Wisconsin esfaquearam uma amiga para demonstrar sua lealdade ao personagem fictício de terror Slender man (clique AQUI para ler sobre ele). Evans explica que o personagem pode estar inspirando os palhaços.


Também em 2014, a polícia francesa deteve 14 adolescentes que assustavam pessoas na rua, vestidos de palhaço, e portando armas.

Por que temos medo?

Mark Griffiths, professor de Psicologia da Universidade de Nottingham Trent, no Reino Unido, diz que palhaços assustam por causa da aparência exagerada e de sua representação maléfica em filmes de terror. "A maioria das pessoas não têm medo no dia a dia, mas a cara de palhaço passou a fazer parte de uma cultura de sustos. Há o estereótipo do palhaço malvado, também reforçado em filmes graças ao Coringa ou do vilão em It, A Coisa" , diz Griffiths.


Autor do livro que deu origem a It, o escritor americano Stephen King envolveu-se no debate sobre os palhaços: publicou no Twitter um pedido para que as pessoas se acalmassem. "É hora de darmos um tempo na histeria. A maioria dos palhaços é boa, diverte as crianças e faz a gente rir", escreveu King.

Moda passageira?

Lendas urbanas existem há muito tempo, mas caso como o dos "palhaços assassinos" ganharam força e poder de disseminação graças à Internet, explica Evans. Porém, diferentemente de lendas urbanas mais clássicas, a moda dos palhaços tende a chegar em ondas e desaparecer.

Mas Benjamin Radford, que estudou casos entre 2013 e 2015, diz duvidar que a moda vá simplesmente desaparecer.


"Dentro de cinco a seis anos teremos mais palhaços horrorosos". Mas tanto ele quanto Evans acreditam que os avistamentos deverão diminuir após o Dia das Bruxas, em 31 de outubro.

Apocalipse dos Palhaços chega ao Brasil

De acordo com a Reuters, indivíduos vestidos com roupas de palhaço, às vezes com facas ou machados, teriam perseguido pessoas e até crianças. A brincadeira começou nos Estados Unidos e há relatos de que tenha chegado no Brasil.

Uma página no Facebook chamada Palhaços no Brasil tem publicado fotos e vídeos com figuras assustadoras em parques, ruas e avenidas. Nas legendas, os administradores da página contam que os casos retratados aconteceram no Brasil. Nos comentários, há quem duvide da localização da foto e há quem tema encontrar com algo parecido ao sair de casa.

Os boatos ganharam força nas redes sociais durante o fim de semana e, em Osasco, na Grande São Paulo, um evento chegou a ser criado com o objetivo de "caçar" os "palhaços assassinos". Há relatos de que eles tenham sido flagrados na Lapa, em Itaquera e ainda na região da Avenida Paulista.

Incidentes com palhaços também estão ocorrendo no Reino Unido

A polícia do Reino Unido emitiu alertas após uma série de flagras de palhaços sinistros em todo país, repetições de uma pegadinha que começou nos Estados Unidos e vem se espalhando pelo mundo.

Forças policiais disseram ter recebido dezenas de relatos sobre “palhaços assassinos” na última semana – indivíduos vestidos com roupas de palhaço, às vezes com facas, agindo de forma suspeita ou perseguindo pessoas, muitas vezes crianças pequenas.

“Acreditamos que isto seja parte de uma pegadinha muito maior que atualmente está se alastrando pelos EUA e em partes do Reino Unido”, disse o sargento Mel Sutherland, da polícia de Durham, no norte da Inglaterra.

Os incidentes no Reino Unido foram inofensivos, mas mesmo assim assustadores, disse a polícia. Em Durham, quatro crianças de 11 ou 12 anos foram seguidas até a escola na sexta-feira por um homem com roupa de palhaço armado com uma faca.

“É muito alarmante que ele estivesse portando uma faca, mas não acreditamos que ele pretendia ferir as crianças, e até onde sabemos isso é parte da pegadinha”, disse Sutherland.

A polícia do Vale do Tâmisa, que cobre uma área que vai do oeste de Londres até o centro da Inglaterra, disse no domingo que foi chamada para verificar 14 incidentes de palhaços sinistros nas 24 horas anteriores.

Brincadeira seria jogada de marketing?

Em meio a tantos boatos que rodeiam o Apocalipse dos Palhaços, muitos internautas defenderam a ideia de que a brincadeira das criaturas assustadoras tenha começado como uma ação de marketing para promover o remake de "It- Uma obra-prima do medo", uma adaptação do clássico filme de 1990, inspirado na obra de Stephen King, que conta com o assustador palhaço Pennywise. O remake será lançado em setembro de 2017.

A produção do filme, no entanto, já avisou que não tem nenhuma ligação com as aparições de palhaços nos Estados Unidos. No início do mês, o próprio Stephen King pediu para que os americanos se acalmassem.

Fontes: BBC e IG

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



6 Comentários
Comentários
6 comentários:
  1. Recentemente, alguns deles tem sido vistos na minha cidade , Belém- PA.

    ResponderExcluir
  2. Vão dizimar com uma boa parte da população de Osasco com este evento. Estou até escondido para não sobrar para mim.

    ResponderExcluir
  3. É FALTA DE CADEIA...

    ResponderExcluir
  4. Parabens, pela postagem! Siga firme que o blog vale a pena!

    ResponderExcluir
  5. Em Capão da Canoa,praia do RS,ontem,um garoto de 16 anos foi preso com máscara de palhaço e portando uma faca pela rua a assustar pessoas.A mãe teve que ir buscá-lo na cadeia...mico!

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave