21/10/2016

WikiLeaks: Julian Assange pode estar desaparecido e até morto


Wikileaks abriu um enorme arquivo recentemente, e a única explicação para isto é que algo aconteceu ao Julian Assange. Há temores de que isto aconteceu porque Julian Assange, ou foi preso, ou esteja morto. Entenda mais a respeito desse assunto mais abaixo.

Os arquivos liberados silenciosamente contêm informações altamente secretas de todos os cantos do globo, inclusive centenas de arquivos relacionados às forças armadas dos EUA, ao Kremlin, a Israel, famílias reais, cientologia, sociedades secretas, corporações multinacionais, e até mesmo um arquivo ‘zipado’ de nome Steve Jobs HIV.

Numa demonstração de humor negro, todos os arquivos e pastas tiveram a data 01.01.1984 carimbada neles.

A lista dos primeiros arquivos é a enorme pasta WikiLeaks, contendo segredos do mundo todo, e podem ser visualizado AQUI.

No passado, WikiLeaks tornou conhecida a existência do “botão de homem morto” de Julian Assange. Essencialmente, uma forma de desencorajar seu assassinato, sendo que um enorme ‘baú’ de segredos seriam automaticamente publicados se Assange fosse detido ou morto. Esse botão funcionaria na verdade como uma checagem, caso Assange não entrasse no sistema para inserir sua senha de tempos em tempos ele seria considerado desaparecido e os arquivos liberados automaticamente.

Diferentemente das liberações normais do WikiLeaks, a conta oficial no Twitter não mencionou a abertura de uma pasta para o público, aumentando a suspeita de que isto tenha sido uma liberação automática.

Temores sobre a segurança de Assange têm crescido desde domingo (16-10-16), quando o governo dos EUA pressionou o Equador a cortar o acesso do fundador do WikiLeaks à Internet. No dia seguinte, uma série anormal de mensagens enigmáticas no Twitter foi liberada pelo WikiLeaks, causando temor que o ‘botão de homem morto’ havia sido ativado.

A liberação da enorme pasta de documentos, expondo segredos dos poderosos de todos os cantos do mundo, é sem precedentes. WikiLeaks geralmente libera arquivos em lotes altamente divulgados de antemão, acompanhados por uma campanha de imprensa.

Lembrando que as liberações de WikiLeaks podem sempre conter coisas relacionados ao fenômeno dos OVNIs  e teorias da conspiração.

Equador admite ter limitado acesso de Julian Assange à internet

O Governo do Equador admitiu, no dia 19 de outubro, que restringiu de forma temporária o acesso ao sistema de comunicação da sua embaixada em Londres, onde está exilado o fundador do Wikileaks, Julian Assange.

"O Governo do Equador respeita o princípio de não-ingerência nos assuntos de outros países, não se imiscui em processos eleitorais em curso, nem apoia nenhum candidato em especial", refere, em comunicado, a embaixada do Equador.

WikiLeaks revelou que o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu ao Equador para evitar que o Wikileaks divulgue informação classificada sobre a candidata à Casa Branca Hillary Clinton sobre as negociações de paz entre o Governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

Fonte: OVNI Hoje e Diário de Notícias

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave