29/05/2017

O suicídio de Evelyn McHale


Dificilmente um suicídio não resulta em algo feio de se ver, mas aqui está um caso único, basta fazer uma rápida busca no google ou em sites especializados no assunto. Geralmente esse tipo de atitude desesperada acaba gerando imagens horríveis, mas esse não é o caso da foto que pode ser conferida mais abaixo. Essa fotografia mostra a suicida Evelyn McHale segundos após seu mergulho fatal.

Evelyn Francis McHale (20 de setembro de 1923 – 1 de maio de 1947) foi uma escriturária americana que cometeu suicídio pulando da plataforma de observação do 86º andar do Empire State Building em 01 de maio de 1947.

Evelyn McHale nasceu em Berkeley, California, um dos nove filhos de Helen e Vincent McHale. Vincent era auditor bancário e mudou-se para Washington DC em 1930. Seus pais se separaram e Vincent ganhou a custódia de todos os filhos e se mudou para Tuckahoe, New York.

Depois de concluir o ensino médio, Evelyn juntou-se à Women's Army Corps (um departamento para mulheres do Exército Americano para serviços administrativos/burocráticos), e foi designada para Jefferson City, Missouri.

Posteriormente mudou-se para Baldwin, Nova Iorque, e foi contratada como escriturária na Companhia de Entalhação Kitab, na Pearl Street. Conheceu seu noivo Barry Rhodes, um estudante universitário dispensado das Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos.

Uma fotografia tirada quatro minutos depois de sua morte pelo estudante de fotografia Robert Wiles é atualmente considerada uma das mais emblemáticas fotografias de suicídio da história, referida como "o mais belo suicídio".

O mais belo suicídio

Na manhã de 1º de maio de 1947, Evelyn comprou uma entrada para acessar o mirante do arranha céu Empire State Building. De acordo com várias testemunhas, ela parecia alegre, sem mostrar quaisquer sinais característicos do que, minutos depois, aconteceria.


Uma vez no mirante, a jovem simplesmente saltou no vazio. Após cair mais de 170 metros, ela se espatifou no teto de uma limusine, estacionada em frente ao prédio. A imagem, naturalmente chocante, mas apresenta ponto de vista estético inusitado para imagens desse tipo. Ela parece dormir calmamente no afundado do teto do veículo. Some-se a isso a beleza estonteante dessa pobre mulher e a foto lembra até a capa de um editorial de moda.

Apesar do impacto, seu corpo não apresentava nenhum arranhão e seu rosto refletia a paz de um sono tranquilo. Seus pés estavam cruzados e sua mão esquerda segurava um colar. As testemunhas, pessoas que passavam pelo local no momento, ficaram tão impactadas pela tragédia quando pela imagem estranha que o corpo intacto de Evelyn desenhava sobre a limusine destruída. Somente quatro minutos depois, o fotógrafo Robert Wiles estava capturando a imagem para a eternidade, comovido, conforme confessou, com a serenidade no rosto da menina e com seu corpo estendido quase artisticamente. Tanto foi assim que a revista Life publicou a imagem com o título “O Suicídio Mais Bonito”.


Para maior mistério, Evelyn estava comprometida, a ponto de se casar. Seu noivo contou à polícia que, no dia anterior ao suicídio, eles tinham se encontrado e tudo parecia estar bem. Nem sua família nem seus amigos conseguiam imaginar os motivos para essa decisão. A explicação do fato chegaria através de um bilhete que a polícia encontrou no bolso do casaco que a jovem vestia, e que tinha ficado na plataforma do mirante. Nele, estava escrito:

“Ele está muito melhor sem mim… Eu nunca serei uma boa esposa para ninguém”.



Quem está mais próxima de equacionar o enigma do suicídio de Evelyn é Lauren Anne Rice, aluna de criação literária na universidade do Arizona. Lauren nasceu no dia 12 de maio de 1991, exatos 44 anos depois da publicação da imagem-ícone pela revista Life. Hoje Lauren tem 23 anos, mesma idade de Evelyn ao morrer. Desde que tomou conhecimento da foto feita por Wiles, a jovem universitária descobriu-se obcecada pelo caso e passou a varar noites vasculhando a internet em busca de pistas. Encontrou tão pouco que decidiu fazer um estudo mais aprofundado da passagem de Evelyn pela vida. Ao longo de dez meses de pesquisa, Lauren fuçou, investigou, entrevistou, anotou. Percebeu-se pronta para escrever uma biografia.

Como não tinha meios para financiar o projeto (além das aulas na faculdade, ela tem um emprego regular e trabalha como babá nos finais de semana), Lauren acaba de lançar uma campanha de crowdfunding. Nas três primeiras semanas, conseguiu arrecadar 600 dólares, o suficiente para a elaboração da primeira versão do futuro livro. Além disso, recebe orientação editorial gratuita de alguns professores e escritores.

A investigação de Lauren não tomou como ponto de partida a intrigante frase do bilhete de Evelyn, riscado à última hora (Ele ficará muito melhor sem mim… Eu não seria boa esposa para ninguém). Foi outra fase do mesmo bilhete de despedida (Digam a meu pai que tenho tendências em demasia da minha mãe) que despertou na jovem pesquisadora a compulsão por desvendar o enigma. A tese de Lauren Anne Rice é de que Evelyn McHale sofria do transtorno à época ainda não batizado de bipolaridade e que ela, Lauren, conhece a fundo por tê-lo herdade da mãe.

Ainda há muito a desvendar por trás da foto que imortalizou uma suicida até então anônima. Quanto ao garoto de câmera na mão naquela manhã de 1947, são poucas as chances de se saber que destino a vida lhe reservou.


Fonte: Mundo Gump e Wikipédia

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Noite Sinistra no YouTube

Gostaria de convidar os amigos e amigas a darem uma conferida no canal Noite Sinistra no YouTube, onde vocês podem encontrar várias matérias interessantes. Para acessar basta clicar no banner abaixo.

Acesse o canal Noite Sinistra no YouTube

Não deixem de se inscrever!!!

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



4 Comentários
Comentários
4 comentários:
  1. Kibaro rápido hein! Dia 27: http://www.mundogump.com.br/foto-gump-o-suicidio-de-evelyn-mchale/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato amigo, o Mundo Gump foi minha principal fonte de pesquisa, tando que faço referência a esse site no campo "fontes". Mas tive o cuidado de procurar informações adicionais para o caso, como pode ser visto na matéria, quando a mesma é comparada com o link que você postou aqui no comentário...

      Sugiro fortemente que as pessoas que leem meu humilde blog que acessem o Mundo Gump, pois esse é um dos maiores e mais importante blogs de variedades da net.

      Excluir
  2. Realmente parece que ela está dormindo tranquilamente.

    ResponderExcluir
  3. Ever wanted to get free Google+ Circles?
    Did you know that you can get these ON AUTO-PILOT AND ABSOLUTELY FREE by using Like 4 Like?

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave