21/11/2012

Métodos de tortura japonesas


Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre o Japão. Na verdade vamos dar uma olhada em algumas das técnicas de tortura que já fizeram "sucesso" pelos lados de lá.

A maioria dos métodos são técnicas em amarrar o prisioneiro, muito pela intenção de imobilizar e manter o sujeito vivo, tanto que daí nasceu uma tipo de arte em dar nós o "Kinbaku", hoje amplamente utilizada em fetiches bondage.

Ishidaki

Como mostra as imagens, consistia de um estrado (Semêdai) pontiagudo de madeira onde colocavam o prisioneiro ajoelhado e pedras sobre as suas pernas que tinham o peso gradualmente aumentado.

Esse método de tortura foi usado no período Edo para forçar o individuo a confessar.



Ebizemê

Dizem que tem esse nome devido ao individuo amarrado desse modo, parecer com um Ebi (camarão). Outra teoria diz que o sujeito após algum tempo começava a ficar vermelho, o fato é que após meia hora amarrado e jogado na cela nessa posição, o preso sentia dores terríveis, agravados pelos açoites com varas de bambu. O motivo do uso é o mesmo acima, arrancar confissões. Também usada no período Edo.



Irêzumi

Tatuagem. Talvez uma das origens das tatuagens da máfia Japonesa...? Réus primários, ou crimes leves eram punidos com tatuagens. A reincidência era punida com a morte por decapitação.

Nezumikozou o "Robin Wood" Japonês também foi tatuado como ladrão.


Shiôzemê

É um tipo de tortura que consiste em ferir o preso com lâminas e passar sal nas feridas.


Surugadoi

Como mostra a imagem, consiste em amarrar e pendurar a pessoa e sobre as suas costas são colocadas pedras gradualmente e ainda rodavam o preso.


Chida,Muchiuchi ou Goumon tataki

Açoite. Quase todas as torturas começavam com o preso sendo chicoteado. Também era usado para forçar o condenado a confessar seus crimes.


Tsurizemê

Pelas imagens, se pode ter uma ideia. Consiste em pendurar o sujeito e geralmente açoitá-lo, ou banhá-lo com água gelada. O preso ficava na altura de um palmo do chão, no qual, contam que ao cabo de algumas horas, escorria sangue pelos pés do individuo. Existiam e existem vários modos de amarrar e pendurar uma pessoa, justamente para evitar ou não uma morte rápida.



Mizuzemê

O método antigo consistia em pendurar e açoitar o preso enquanto ele rodava na corda, logo em seguida mergulhar o preso na água, para novamente repetir o processo. Esse método além de ser usado para se obter confissões, também era um castigo como forma de pagamento de alguma dívida de bens, honra etc. Após a tortura o devedor quitava suas dívidas. (Se não morresse no processo é claro...)


Fonte: Rusmea.

3 Comentários
Comentários
3 comentários:
  1. Mas eles já gostam de açoitar né? xD

    ResponderExcluir
  2. Acho que eles gostam de ser açoitados isso sim...rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por publicar e citar a fonte^^

    (Deu um baita trampo fazer essa lista^^)

    Sempre que posso, dou uma passadinha aqui no noite sinistra. Gosto do trabalho de vocês^^

    Infelizmente não posso postar nem metade do que encontro de coisas assustadoras e inacreditáveis pela web Ásia no meu blog...

    Fiquem a vontade e sempre que precisar é só entrar em contato pelo blog, Twitter, face ou e-mail: rusmea@gmail.com

    Abrax^^

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave