20/10/2013

Fenômeno ufológico "Rods"


Olá amigos e amigas...Todas as sextas feira o blog Assombrado publica uma postagem da série Semana Assombrado.com.br e Sobrenatural.org, que é uma série semelhante aos Links Sinistros aqui do blog Noite Sinistra. Bem, recentemente em uma dessas postagens eu tive a oportunidade de ver uma matéria compartilhada pelo amigo Mateus, administrador do Assombrado, que falava sobre os "Rods". Me interessei pelo assunto e publico agora um singelo texto a respeito desse bizarro fenômeno ufológico.

Fenômeno ufológico "Rods"

Desde 1994, criaturas estranhas, similares a serpentes voadoras têm sido filmadas pelos céus de todo o mundo. Seriam estas criaturas extraterrestres, ou uma espécie animal terrestre ainda desconhecida? O fenômeno recebeu o nome de Rods, mas também é conhecido como "Skyfish", e tem como um dos maiores defensores do fenômeno ser de origem alienígena é o senhor Jose Escamilla.


Os primeiros contatos

Após ter ouvido à respeito de vários avistamentos de OVNI por volta de sua cidade em Monterey, Mexico, Santiago Ytturia decidiu armar seu equipamento fotográfico para ver se poderia captar alguns objetos incomuns em filme. Em 19 de maio de 1994, depois de esperar mais de uma hora, Ytturia começou a ficar impaciente, e quando ele estava prestes a desistir, algo aconteceu. Repentinamente ele viu um clarão e começou a filmar. A luz desapareceu rapidamente, e após esperar em vão por mais atividades, ele decidiu desmontar o material e assistir ao que tinha capturado no filme. Quando sentou para assistir o filme, ele pode ver a estranha luz do OVNI (objeto voador não identificado) e, alguns quadros depois, viu algo que o deixou ainda mais intrigado.


Após o OVNI ter desaparecido do filme, Yturria notou uma aparição breve de um objeto parecido com uma lança, que cruzou pela filmagem, em velocidade incrível. Depois de assistir várias vezes a cena, ele percebeu que o objeto não poderia ser um pássaro e tampouco um inseto. Na verdade, o objeto se movia tão rápido que somente podia ser visto no filme quando analisado quadro a quadro. Ytturia soube imediatamente que havia capturado algo novo no filme, mas será que isso estava relacionado ao avistamento do OVNI?

Desde então, muitos outros “rods” (palavra em inglês que significa “vareta”") têm sido filmados pelo mundo todo.

José Escamilla é um produtor de vídeo que hoje é considerado um investigador chave neste assunto. Ele captou imagens de “rods” em vários países, incluindo o Reino Unido, Suécia, Canada, Noruega, México e Estados Unidos, chegando até a captar imagens deles embaixo d’água.

José Escamilla
A única conclusão até agora é de que estes objetos são orgânicos, ou seja, são criaturas vivas e algumas pessoas têm sugerido que sejam criaturas extraterrestres, pois geralmente são encontrados onde existe este tipo de atividade.

Alguns céticos sugeriram que não sejam nada mais que pássaros, insetos ou truque de câmera, mas, como pode ser visto pelas imagens no vídeo, isto não parece ser uma explicação conclusiva.

Apesar das diferenças de opinião, um exame mais cuidadoso das filmagens revelaram um número de características consistentes: os “rods” parecem ter forma cilíndrica, e variam de 10 cm até 3 metros de comprimento, podendo viajar à velocidades de até 300 km/h. Parecem voar pelo ar usando um movimento ondular de um tipo de membrana sólida, similar à maneira que uma lula se desloca pela água.

Devido a velocidade com que se deslocam, são muito difíceis de serem filmados. Mesmo à 30 quadros por segundo, ainda é difícil capturar detalhes dos “rods”, e devido a este fato estas imagens não contam com uma resolução alta, ficando difícil de ver detalhes.

Algumas perguntas surgiram, como por exemplo: Se os “rods” são entidades biológicas, por que ninguém ainda conseguiu o corpo de algum que tenha morrido?

O biologista Ken Swartz, que vem estudando o fenômeno desde 1998, explica que se forem similares às lulas, eles não teriam um esqueleto e poderiam se decompor sem deixar traço algum.


A explicação da ciência

Pesquisadores afirmam que os Rods são impressões ópticas que resultam de imagens (principalmente imagens de vídeo) de insetos voadores que são gravados e reproduzidos. Em particular, a rápida passagem antes de a câmera de um inseto batendo suas asas foi mostrado para produzir efeitos bastonete, devido ao motion blur, se a câmera estiver gravando com tempos de exposição relativamente longo. Em 2005, na China, foram instaladas redes em um local onde haviam sido filmadas aparições de Rods. Tais redes foram examinadas posteriormente e foram encontradas várias mariposas presas na armadilha. Esse fato é usado como argumento pelos cientistas que contestam a veracidade dos acontecimentos relacionados com os Rods.

Abaixo seguem algumas imagens para que os amigos e amigas possam tirar suas próprias conclusões a respeito desse controverso assunto.


Fontes: OVNI Hoje, Wikipédia e Revista Ufo
6 Comentários
Comentários
6 comentários:
  1. Que bom que tem gente que vê meus links :) Obrigado pela referência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre dou uma conferida nos ótimos links que vc compartilha...teu trabalho frente ao Assombrado e ao Sobrenatural.org dispensam maiores elogios...são referência graças a imensa qualidade...

      Excluir
  2. No game "Castlevania -Aria of Sorrow" pra GBA tem uma criatura q lembra esses rods, e ele so pode ser visto quando se para o tempo...

    Agora se isso for uma criatura deve ser um Rayquazza... Kkkkkkkkkkk

    Agora falando serio, eh incrivel como eventos ufologicos afetam nosso planeta e trazem coisas desse tipo... Aproveitando o embalo vc poderia fazer um post sobre o fenômeno "cabelo de anjo" tambem... Parabens pela postagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou dar uma pesquisada a respeito...

      Agradeço pelo elogia amigo Rob...

      Abraços manolo...

      Excluir
    2. Você poderá encontrar no minilua

      Excluir
    3. Você poderá encontrar no minilua

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave