07/07/2014

Desabafo e mudanças a vista


Eu gostaria de aproveitar esse espaço aqui para levantar uma questão que tem me incomodado ultimamente: Os erros que cometo. Eu gostaria de poder dedicar mais tempo a cada texto que publico aqui no blog, e isso inclui mais tempo revisando os mesmos, evitando assim algumas bizarrices linguísticas que costumo cometer. Só que para isso eu teria que publicar menos textos por semana. Ou seja, eu teria que diminuir para no máximo 3 ou 4 postagens semanais (atualmente publico cerca de 8 a 11 textos por semana).

Esse assunto voltou a me incomodar graças aos comentários nada positivos que andei recebendo ultimamente a esse respeito, embora muitos desses comentários sejam feitos por usuários que não possuem a dignidade de assinar o que afirmam, se escondendo atrás do anonimato. Como todos sabem, eu trabalho e faço faculdade, e acabo deixando algumas coisas de lado para me dedicar ao blog, recebendo quase nada em troca (financeiramente falando). Mas as pessoas que descem o pau aqui não ligam para isso. Não me importo com críticas, desde que sejam educadas, mas quando um comentarista te chama de FDP, ignorante, jumento, etc, você começa a se questionar a respeito das motivações que te levam a deixar de passar mais tempo com sua família para escrever um blog. Fiz grandes amizades graças a esse blog, e seguramente é isso que tem me dado um gás extra, mas tá na hora de eu resolver essa questão.

Já faz algum tempo que penso em diminuir o número de postagens, para tentar aumentar a qualidade das mesmas, e também como forma de não me desgastar tanto com esse tipo de atitude que mencionei acima. Pelas próximas semanas tudo continuará normalmente, até porque tenho várias postagens programadas, mas estou considerando seriamente diminuir a carga.

Não pretendo mudar muita coisa em relação aos comentários do blog, afinal é um campo onde recebo ótimos retornos e consigo entender melhor como a maioria dos leitores do blog pensam.

Estou escrevendo isso como uma forma de desabafo, talvez em pouco tempo essa sensação ruim vá embora e eu acabe me arrependendo de ter escrito essas linhas, mas por hora achei dividir essas questões vocês.

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Links Relacionados:

VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

30 Comentários
Comentários
30 comentários:
  1. Realmente Nando chega um ponto em que os comentários de alguns leitores nos incomodam muito mesmo,mas se fosse você não ligaria tanto para isso,visto que a maior parte dessas 'reclamações' são feitas por leitores anônimos,e a grande maioria deles gostam de causar mal estar nos escritores do blog,ou simplesmente gostam de uma confusão mesmo.
    e sempre bom melhorar o blog,mas ao meu ver o Noite Sinistra é completo e não precisaria de mudança alguma,mas se você sente que deve fazer isso,faça,mas não porque alguns mau-educados te ofendem,mas para melhorar sua qualidade de vida mesmo,diminuir algumas postagens não fará o blog ter má qualidade,acho que isso nunca aconteceria ao NS rsrsrsrs
    E também acredito que você não tem que se arrepender do seu desabafo,os leitores é que tem que aprender a serem mais educados mesmo.
    Enfim...fica aqui o meu apoio e que você se sinta melhor com o tempo e acredite,ninguém tem porque reclamar do NS ou do que você escreve,seus textos sempre foram ótimos e muito explicativos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecido pelo apoio Marciela...como eu disse no texto eu ja vinha pensando em mudar algumas coisas para me dedicar mais a revisão dos textos e quem sabe até escrever algumas crônicas, mas as reclamações tem um peso considerável...

      Excluir
  2. Adoro esse blog, adoro os teus textos e se tem ou não erros, nunca reparei. Errar todos erramos, involuntariamente, o teclado nem sempre ajuda (acaba esquecendo uma letra; ou ela vai multiplicada; o espaço às vezes emperra...). Às vezes até quando você tá escrevendo acaba repetindo algumas palavras (super normal, aposto até que Paulo Coelho têm esses tipos de erros - é pra isso que servem as editoras.). Ignora esse comentários maldosos, mais burro é quem ler e não entende o que tá lendo.

    ResponderExcluir
  3. Erros assim são normais, mas é realmente importante da uma revisadinha no texto. Seu blog é do kct, Nando, e sinceramente, são esse tipo de anônimos que mancham essa "raça"... Pessoas com preguiça de logar no google... Já bloqueei eles do Predomínio para não ter nenhum inconveniente (e mesmo assim tem duas peças que volta e meia fazem a festa por lá). Eu acho que diminuir um pouco o número de matéria seria melhor (falo isso, porque você posta tanta coisa que nem consigo acompanhar, fora que sou preguiçoso, se vier um texto um pouco grande já fico de vagabundagem para ler, rsrs).

    Enfim, o trabalho está bom como está... abração!

    ResponderExcluir
  4. Então Fernando, eu ja tive um blog, porem devido a problemas pessoais acabei abandonando o mesmo por tempo indeterminado. Vez ou outra visito meu blog e vejo comentarios bacanas de pessoas que gostaram do blog, assim como comentarios recheados de palavrões e ofensas daqueles que ou não gostaram de certa materia ou simplesmente curtem mesmo é xingar.

    Um detalhe curioso sobre a imensa maioria dessas pessoas é o anonimato, o que por si só ja diz bastante da pessoa, afinal somos todos anonimos na internet! Um nick representando meu comentário não me espõe, é apenas meu representante virtual digamos assim. Mas ainda assim essas pessoas "corajosas" tem medo de se "expor" atraves de um nick. Sera que covardes assim merecem alguma credibilidade nossa?

    Acompanho seu blog a muito tempo, obviamente por gostar de grande parte das materias, mas tambem por saber que aqui os leitores que comentam recebem a sua atenção, sendo muitas vezes respondido por vc nos comentarios que fazem. Isso é algo que te destaca e muito de outros blogs, sua atenção e dedicação com o seu leitor. Eu mesmo ja participei enviando um conto meu, e fui super bem tratado em todos os estagios da aprovação a publicação.

    Enfim, só quero dizer que o blog não precisa de mais ou menos postagens, o blog precisa sim é de você satisfeito em postar materias quando assim se sentir bem e feliz por faze-lo, pois é assim que vc interage com o seu leitor/amigo e ambas as partes saem ganhando.

    Um abraço e sucesso amigo!



    ResponderExcluir
  5. Elson Antonio Gomes7 de julho de 2014 16:16

    Adm, de coração: DESENCANA!

    Não dê muita atenção a estes comentários. Estes comentários são de pessoas invejosas que ficam procurando qualquer coisinha para por sua inveja para fora. Além disso são covardes, pois se escondem atrás de anonimato. VC NÃO VAI ABAIXAR A CABEÇA PARA PESSOAS COVARDES NÉ?

    Adm, as vezes presto concursos e fico vendo aulas das matérias que vão cair, e a de português deixa bem claro que é a Língua falada mais completa do mundo. E o que aprendemos na escola é uma pequena introdução ao enorme complexo que é a nossa amada (pelo menos por mim) Língua Portuguesa. Então não se envergonhe de seus erros, pois todos nós erramos. Vc não é pago para escrever corretamente, então mais uma vez DESENCANA!

    Eu tive blog e sei o que é procurar coisas interessantes, preparar e postar sem receber nada em troca. E se vc ainda trabalha e faz faculdade, vc é um CAMPEÃO!!!

    Meu amigo, se a critica é construtiva: legal! Agora se for uma critica destrutiva: ignora! Ainda mais vindo de covardes que se escondem atrás do anonimato. Percebi que vc é uma pessoa legal de coração e que vai te incomodar receber estas críticas, mas infelizmente elas existem e sei que pelo seu jeito será difícil desencanar, mas vc tem que aprender a fazer isto meu amigo.

    Se vc quiser fazer alguma mudança em seu blog, faça, pois o blog é seu. Mas não mude por causa de pessoas que vc nem sabe quem são. Mude por vc e por seus leitores, e não por causa de covardes que ficam navegando na internet lançando suas invejas por não conseguirem fazer o que vc e outros conseguem.

    FORÇA MEU AMIGO!!!

    ResponderExcluir
  6. Agradeço o apoio galera, mas como eu disse antes, eu to achando que preciso melhorar...os comentários ruins foram apenas o estopim que faltava para eu começar a considerar seriamente fazer algumas mudanças. Talvez daqui a algumas semanas essa vontade de mudar as coisas vai passar...ou talvez não.

    Mas é importante saber o que os amigos e amigas pensam a respeito, assim se torna mais fácil eu tomar uma decisão...agradeço a participação de todos...

    ResponderExcluir
  7. Acho que o blog deve continuar exatamente como está, pois considero excelente assim. Quanto a esses idiotas anônimos que vem aqui só com o objetivo de incomodar, não dá a mínima.
    E pelo que sei, o Blogger permite bloquear comentários anônimos.

    ResponderExcluir
  8. Há duas formas de críticas: as positivas, que acrescentam soluções e as destrutivas, que têm a finalidade apenas de denegrir, de sacanear, de inferiorizar, estas, geralmente, são feitas por pessoas movidas por sentimentos negativos, como despeito, sadismo, desejo de chamar atenção etc; por isso não merecem a menor atenção.

    ResponderExcluir
  9. Se teve ou tem erros nem reparei e se erros todos cometem, seu blog é ótimo no que se propõe, não se preocupe com críticas q não ajudam em nada, melhorar é sempre preciso, mas não se deixe abalar por isso!

    Siga em frente!

    Graziela

    ResponderExcluir
  10. Sei que não tem nd haver com o assunto mas gostaria que você fizesse um post sobre Boriska o garoto de marte

    ResponderExcluir
  11. Continua com teu incrível trabalho, sou um leitor que está todos os dias aqui. Noite sinistra já é um costume ler todas as noites antes de dormir, liga pra esses babacas sou um grande admirador do teu ótimo trabalho. Abração meu grande

    ResponderExcluir
  12. Cara o blog é seu,mude alguma coisa se realmente sentir que é necessário.O que vc decidir será bem aceito pela maioria que te acompanha.Faça mudanças ,para vc se sentir melhor,não por uns idiotas que nem se identificam.Eles não merecem credito algum,vc sim.Continue firme e forte,nós agradecemos.

    ResponderExcluir
  13. nando, pelamor, pessoas assim nem merecem sua irritação. valorize só o que te faz bem... mesmo porque quem gosta de vc e do blog, até na hora de criticar sabe como falra/ escrever. eu adoro esse espaço, e sentiria muito ficar sem suas postagens pos causa de meia dúzia de babacas, sinceramente. força! beijão

    ResponderExcluir
  14. olha cara quem gosta do noite sinistra acessa sempre pra ver as novidades e se divertir um pouco , nos vivemos na era do whatsapp mensagens instantaneas digitadas rapidamente sem muita preocupaçao com ortografia , eu acho o trabalho do blog extremamente interessante e nao vejo porque se preocupar com esses falsos puristas da lingua portuguesa , Segue em frente seu trabalho se a critica for positiva aceite senao ignore olha o Paulo Coelho ele nao ta nem ai pras criticas ta milionario , as criticas nao o abalaram , ele continua o trabalho dele e foda-se o resto . Preocupe-se apenas em divulgar mais e mais coisas interessantes criticas de ortografia numa epoca onde todo mundo escreve errado nao levam a nada

    ResponderExcluir
  15. Cara esse blog é ótimo... não liga p esse tipo d comentários pq é o q eles querem, q vc se irrite... o blog é perfeito parabéns.

    ResponderExcluir
  16. Cara ,faz igual eu fiz : Manda tudo é a merda e vai pescar , estudar , sair com a sua patroa , desde que larguei mão disso tudo até perdi uns quilinhos kkkkk, mas uma coisa que nunca dei bola foram os comentarios anonimos , simplesmente apagava se falasse merda , um perfil fake ainda dava atenção mas anonimo nunca esquentei a cueca .

    Talvez eu fui fraco mas não me arrependo nem um pouco de largar mão de ser blogueiro , mas se tu gosta mesmo faz isso que esta pensando , diminua as postagens e nunca liguei para comentarios nonimos

    ResponderExcluir
  17. Não ligue pra esses anônimos que só sobem reclamar de tudo. São pessoas desocupadas que não tem mais o que fazer e não sabem o trabalho que dá ter um blog e tentar fazer um bom texto. Tenho certeza que há muito mais gente que gosta do Noite Sinistra do que tem gente desocupada que só sabe meter o pau. Segue em frente, firme, forte e principalmente faça o que pode, não o que os outros esperam!!

    ResponderExcluir
  18. Cara não esquenta com isso não, seu blog é perfeito , passo horas lendo ele , já acompanho ele há algum tempo , não comento muito mas adimiro bastante, Força !!!

    ResponderExcluir

  19. Caro Noite, só não abandone essa obra prima que é o Noite Sinistra:)

    De resto, faça como o Silvio falou: Vá pescar:)

    E quando tu voltar, siga a dica do Bruno: Tu precisa sim, é ficar satisfeito em postar matérias e se sentir bem e feliz:)

    Qualquer coisa prende o grito que estamos aí! o/

    Grande abrax^^

    ResponderExcluir
  20. Agradeço muito o retorno de todos...afinal eu sempre digo que o povo que frequenta o NS é uma família, e nada como contar com a ajuda dos parentes para tomar uma decisão...

    A princípio não vou fazer nenhuma mudança drástica, mas pretendo estudar um pouco a ideia de melhorar o português do blog...certa vez uma moça chamada Leilane andou revisando alguns textos do blog, mas por falta de tempo ela tb teve que desistir da jornada...o que prova que o problema é antigo e eu estou bem consciente dele...eu sempre quero melhorar.

    Agradeço a participação de todos...é muito bom ver o quanto a galera se importa com o blog...valeu amigos e amigas!!!

    ResponderExcluir
  21. Também passo por isso no Portal dos Mitos, eu aceito críticas de bom agrado, porém me atenho a responder às mesmas somente quando são feitas de forma educada. Um conselho que lhe dou (apesar de eu mesmo não seguir) é tentar fazer as coisas mais devagar, aí você vai poder analisar melhor seus textos e assim diminuir os erros. E não dê moral para aqueles que se escondem no anonimato e só estão aí para tentar desmerecer o nosso trabalho. Abraços!!!

    ResponderExcluir
  22. sou novato aqui...adorei seus posts sobre mistérios e arqueologia..como sobre os caminhos de peabiru e o documento 512..indico para vc o livro "antiga historia do Brasil"...o conteúdo de seu site é excelente..essa apresentação bisonhamente gótica é que não gostei...alias não tem nada a ver com o conteúdo.. apresentação é tudo..faça algo de acordo com o conteúdo do site..se vc é metaleiro e não sei o que tudo bem...mas não misture alhos com bugalhos..quando entrei aqui pela primeira vez até pensei que era algum site sobre black metal ou RPG ...rs..se quer se destacar tem que fazer algo único e especial..nos teus links de parceiro ai tem uns 30 sites exatamente igualzinhos ao seu.....vc tem capacidade para fazer algo diferenciado e profissional..largue de ser mais um desses sitezinhos que tem aos milhares pela net de estilo emo com fixação, alienação e obsessão pelo o mórbido, sombrio e macabro..isso é coisa típica daqueles moleques góticos ou emos que se fantasiam de vampiro ou assombração e andam por ai como se fosse carnaval o ano inteiro..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O suposto anonimato proporcionado pela internet dá uma falsa sensação de segurança aos usuários, que aproveitam isso para despejar o ódio que sentem.
      "Em um espaço onde, teoricamente, ninguém descobre quem você é, você se sente mais seguro para falar o que pensa e colocar para fora o que julga que a sociedade não aceita", afirma a psicóloga Luciana Ruffo, do Núcleo de Pesquisa da Psicologia em Informática da PUC de São Paulo.

      Além disso, diz ela, a web tornou mais fácil o encontro de grupos de pessoas com gostos em comum. "Da mesma forma que isso serve para coisas legais, serve para coisas não tão boas assim, como é o caso dos 'haters'", diz.

      Existem também pessoas que disseminam ódio nas páginas da internet como forma de experimentação, afirma Luciana. Segundo ela, normalmente são pessoas mais novas, que querem saber como é viver algo assim.

      Na maioria das vezes, o ódio vem de um grupo específico de pessoas, diz a psicóloga, que enxerga padrões entre os "haters". "São pessoas que vêm de uma família que não teve a estrutura adequada para criar indivíduos saudáveis. Elas foram, de certa forma, criadas para ser assim", afirma.

      No caso do ciberbullying --quando os meios digitais, como a internet, são usados para atingir as pessoas de uma maneira ruim--, ela diz que os agressores geralmente vêm de "lugares onde, de alguma forma, existem violência, raiva, ódio".

      "São pessoas que têm pais que impuseram poucos limites e geraram estruturas pobres de regras."

      O ciberbullying também trouxe mais mulheres para o grupo dos agressores, segundo ela. "Isso ocorre porque o ciberbullying não exige força física. Ele funciona por outros meios", afirma.

      Problemas de personalidade estão entre as consequências para as pessoas que sofrem com o bullying na internet, diz Luciana.

      Excluir
    2. Chico Buarque, 67, não conhecia os confins da internet. Recentemente, em vídeo publicado na rede, o compositor contou como essa relação começou: leu os comentários de uma notícia relacionada a ele em um grande portal.
      "Hoje em dia, com essa coisa de internet, as pessoas falam o que vem à cabeça", diz. "Se o artista olhar na internet, ele é odiado." O vídeo, curiosamente, não está aberto para comentários.
      O que Chico Buarque descobriu é o cotidiano da rede: com a facilidade de serem anônimos e a sensação de fazerem parte de um grande grupo, usuários destilam seu ódio em fóruns, portais e redes sociais --são os "haters" (odientos).
      O excesso de raiva pode ter consequências drásticas: recentemente, o jornalista Geneton Moraes Neto moveu uma ação na Justiça contra um usuário do Twitter que o acusou de plágio. Venceu, e o réu foi condenado.
      A desindividuação, fenômeno psicológico estudado desde o fim do século 19, tem sido cada vez mais discutida. Psicólogos associam o ódio on-line à falta de estrutura familiar e afirmam que a internet escancarou as portas para o bullying.
      AMEAÇAS DE MORTE
      Aos 11 anos, Jessica Leonhardt --conhecida no YouTube como Jessi Slaughter-- buscava fama na internet. "Topo qualquer tipo de fama", disse ela em um de seus vídeos. A situação saiu do controle.
      Jessica fez um vídeo recheado de palavrões e disse que as pessoas que falavam mal dela tinham apenas ciúmes, já que ela era "perfeita".
      A garota e sua família receberam ameaças de morte, foram vítimas de pegadinhas por telefone, e a escola onde ela estudava recebeu um pacote que foi tomado como suspeita de bomba --não era nada, segundo o site Smoking Gun, que diz ter obtido os documentos policiais relacionados ao caso.
      Jessica foi colocada sob proteção da polícia e, em seguida, enviada para uma clínica para tratar sua saúde mental --constatou-se que a garota tinha tendências suicidas.
      O caso de Jessica deixou em evidência um ato recorrente na internet: o despejo de ódio e indignação.

      Excluir
    3. BATALHA PERDIDA
      A.A.S., moderador de comentários de um grande portal, que prefere não divulgar seu nome, considera o anonimato dos internautas um perigo. "Eles têm a 'segurança' de falar o que bem entendem sem sofrer nenhum tipo de retaliação", diz.
      Mesmo os usuários identificados causam trabalho. "Já recebemos ameaças de mensagem para a presidência da empresa por termos deletado um comentário."
      Para ele, há grande relação entre o "hater" e o usuário considerado "fanboy", apelido dado aos fãs de determinada marca que se esforçam para defendê-la e detratar as concorrentes.
      Em tom melancólico, ele aponta que a batalha contra os "haters" que se escondem no anonimato está perdida. "Qualquer um pode criar um perfil falso. Tentar ter controle sobre isso não é fácil. É preciso mais investimento humano para fazer esse monitoramento", lamenta ele.
      NADA A ESCONDER
      Há também quem demonstre a indignação pela internet sem medo de revelar a identidade real. Em sites noticiosos, os comentaristas mais assíduos costumam ter um assunto preferido: política.
      Um deles é o agente de viagens Ricado Kaffa, 46. Apesar do uso frequente de várias exclamações em sequência e de letras maiúsculas em seus comentários, ele ressalta que não usa o espaço só para expressar revolta. "Não é só indignação. Tem alegria também", afirma.
      Kaffa conta que os comentários não agradam a algumas pessoas. "Vivem me denunciando, e mal uso palavras ofensivas." Apesar de comentar muito, ele é cético em relação ao impacto disso. "Não vou mudar o mundo com meus comentários."
      O aposentado Antonio Carlos Wanderley, 60 anos, diz que comenta em vários jornais e blogs. Seu assunto preferido também é política. "Antes de começar a usar a internet, cheguei a comprar um fax para enviar opiniões a jornais e demonstrar minha indignação", diz.
      Ele garante que a distância física não faz com que ele se sinta mais livre para dizer as suas opiniões. "Talvez eu consiga me expressar melhor escrevendo, mas fico à vontade de qualquer forma quando defendo um ponto de vista."

      Excluir
  23. Poxa vida. Se você acha que deve diminuir, diminui. Mas não faça isso pelos incomodados e sim por você mesmo. Eu sou fã desse blog. Sempre estou por aqui lendo as postagens embora comente pouco, mas já virou costume entrar aqui. E por mim você esta de parabéns e pode continuar como está! Abraços manolo :D

    ResponderExcluir
  24. Seu blog é ótimo.....já me acostumei a ler todos os dias.....
    Liga não para esses babacas.

    ResponderExcluir
  25. como disse o comentario acima nao ligue pra esses otarios td isso e inveja de vc e do seu blog que tem muitos fas inclusive eu que desde que o descobri nao deixo de ler um dia,e quem e fa do blog de vdd nem nota esses erros

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave