27/07/2016

Estruturas supostamente artificiais são encontradas no fundo do mar usando o Google Earth


No mês de junho de 2016, internautas descobriram duas imagens aparentemente não relacionadas, as quais imediatamente foram adicionadas ao portfólio de evidências de uma estranha presença no nosso planeta. As imagens controversas foram encontradas no Google Earth, e revelam enormes estruturas abaixo do nível do mar.

A primeira estrutura se encontra na costa do Golfo da Califórnia e os teóricos da conspiração já estão a chamando de ruínas de uma enorme cidade alienígena. Medindo mais de 110 quilômetros de comprimento, a estranha estrutura parece ter sido construída com padrões geométricos em mente. Sua simetria e linhas retas que se estendem por dezenas de quilômetros parecem não condizer com uma formação natural, favorecendo assim a hipótese de projeto inteligente.


É interessante notar a similaridade entre a disposição da estrutura e a de pistas de aeroportos, quando vistas de cima. Porém, o enorme tamanho das estruturas em questão significa que elas devem ter servido à uma função diferente. (Coordenadas para a primeira estrutura aqui.)

O segundo local de interesse pode ser encontrado próximo da costa da Venezuela, na metade do caminho entre Curaçao e Puerto Rico (Coordenadas aqui). Ela tem uma arquitetura ainda mais estranha que a primeira, consistindo com linhas de zigue-zague. Em termos de tamanho, ela é até maior que a do Golfo da Califórnia, medindo aproximadamente 145 quilômetros de ponta a ponta.

Que processos geológicos poderiam ter produzido tais formações? Seria ainda razoável presumir que tais estruturas sejam naturais?

Estrutura no fundo mar, próxima à Venezuela
O mistério aumenta com outra estrutura de artefatos a somente 80 quilômetros ao nordeste da Venezuela (Coordenadas aqui). Devido à sua proximidade, esta segunda irregularidade parece estar conectada com a primeira. Imagens sugerem que ela é composta de uma série de estruturas retangulares espalhadas pelo leito do oceano, em linha reta. Nada se sabe sobre estas misteriosas estruturas, a não ser o fato de que elas devem ser gigantescas. Elas estão localizadas bem próximas da ponta sul do Triângulo das Bermudas, mas não há dados suficientes para que uma conexão seja feita.


Se as estruturas forem artificiais, mas não foram feitas por alienígenas, o mistério muda de foco, mas mantém sua intensidade. Nosso nível atual de tecnologia não nos permite construir tais estruturas subaquáticas complexas, o que significa que, seja lá quem foi que as construiu, eram muito mais avançados do que nós. Ambas as áreas onde as anomalias foram descobertas têm estado submersas por milhões de anos, e a dinâmica do leito marinho teria apagado todos os sinais de suas existência se elas tivessem sido construídas antes de serem cobertas pelo mar.

No final, ninguém pode dizer o que são estas estruturas e, até que alguém vá numa expedição subaquática, o quebra-cabeças permanece não resolvido.

Golfo da Califórnia
O leitor do site OVNI Hoje, Marcos Felipe, comentou o seguinte a respeito da estrutura do Golfo da Califórnia:

“…Olhando bem a figura é idêntica à disposição de uma pista de pouso e decolagem, linhas de taxiamento de aeronave e pátio. Diferentemente do que alguns gostariam de classificar, acho que este print de tela indica que o Google costuma brincar com seus internautas, inserindo figuras em seus mapas para entreter “caçadores de alienígenas” menos preparados…"

Aeroporto Santa Genoveva, Goiânia – Brasil
Aeroporto do Galeão, Rio de Janeiro – Brasil
O que seriam estas misteriosas estruturas no fundo do mar espalhadas pelo mundo? Seriam restos de uma civilização do passado, bases alienígenas submersas, ou meramente artefatos produzidos durante digitalização dos quadros que constituem o Google Earth? Até agora, pelo que nos consta, não houve ainda uma explicação plausível para elas.

Fonte: OVNI Hoje

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave