08/03/2013

Vida inteligente fora da Terra


Por incrível que pareça eu já pensei muito no assunto retratado na imagem acima, afinal se os alienígenas de fato existem, o que eles iriam querer aqui na Terra? Falar de extraterrestres é sempre complicado, afinal sempre tem gente que critica veementemente as teorias, e sempre tem gente que as defende com o mesmo entusiasmo, portanto, é assunto polêmico, e muita gente que decide falar a respeito acaba sendo ridicularizada. Mesmo assim, decidi seguir em frente e publicar esse texto, que na verdade é um apanhado de ideias relacionados com essa temática. É galera esse será um texto muito louco. E por favor, não atirem tomates...

Ultimamente tem-se falado muito em avistamentos de OVNIs e UFOs, eu mesmo já publiquei vários textos dedicados ao assunto. Certo dia aqui nos comentários do blog eu falei a respeito desse número elevado de ocorrências. Isso não significa que os ETs estão "intensificando sua vigilância", é que apenas hoje em dia se tornou muito fácil capturar em imagens algum suposto disco voador, afinal todos temos pelo menos um celular com a capacidade de tirar fotos e realizar pequenos vídeos. Sem contar que hoje em dia, está muito mais fácil divulgar uma foto estranha ou um vídeo suspeito, basta usar a internet. Décadas atrás era mais difícil documentar tais eventos, imagina então compartilhar, você teria que procurar uma emissora de TV, ou algo do tipo. Isso poderia implicar em você ser usado como fonte, o que poderia virar motivo de piadas entre os amigos. Já nos dias atuais não, é tudo mais fácil, afinal cada um pode fazer isso no anonimato virtual.

Fica a pergunta: O que os extraterrestres iriam buscar aqui na terra?

Aprender algo com nossa raça?
Duvido... se eles possuem condições de chegar até aqui, com toda certeza eles são muito mais evoluídos que nós, seja no sentido social, como no tecnológico e também no espiritual. Uma civilização não terrena capaz de visitar um planeta distante, muito provavelmente só conseguiu tal feito graças a um esforço conjunto, imagino eu que, um povo assim não se divide, dentro de seu planeta, por países, religiões, línguas e outras estruturas típicas dos seres humanos. Acredito até que um povo desse nível de desenvolvimento, até teria descoberto qual o real sentido da vida, e cada um de seus indivíduos trabalharia em comum acordo para atingir tal objetivo. Em menos palavras o individual e o coletivo seriam a mesma coisa. Portanto eles não teriam muito com o que aprender no nosso planeta.

Talvez, eles iriam querer dominar nosso planeta?
Para essa alternativa ser viável teríamos que aceitar que os invasores etão desesperados, afinal invadir um planeta que está a beira de um colapso, graças aos "cuidados" que a espécie dominante do lugar, tem dedicado a sua preservação. A menos que a invasão acontecesse para que os alienígenas pudessem salvar o nosso planeta de nós mesmos. Salvar a imensa diversidade de espécies que habitam essa maravilha chamada Terra, mas que o ser humano está conseguindo destruir. Não acredito muito que um dia estejamos engajados em uma batalha visando "defender" nosso planeta de uma invasão alienígena.

Estariam eles apenas observando seus possíveis adversários?
Quando digo que somos observados, não quero dizer que fazemos parte de um BBB intergalático, mas sim que somos observados de perto, não porque os alienígenas possuam interesses no nosso planeta, mas eles teriam certos receios que nós poderíamos nos tornar um risco para eles no futuro. Essa hipótese é bem maluca, pois se nós seres humanos tememos algo, e se tal coisa possa ser destruída, nós vamos lá e destruímos ela certo? Talvez seja essa nossa "capacidade" de causar a desgraça dos outros, que assuste nossos observadores. Talvez eles como formas de vida evoluída, não sejam tão destrutivos quanto nós, e ao invés de nos destruir sem de fato saber se somos uma ameaça, preferem nos acompanhar de perto, para assim terem certeza de que somos ou não um perigo, ou se poderemos um dia nos tornar um perigo.

Somos um experimento científico criado pelos alienígenas?
Os religiosos vão cair de pancada nesse tópico, eu sei!!! Mas quem navega em blogs que falam de Ufologia, e mesmo em blogs de Terror, já deve ter lido em algum lugar teorias que explicam que somos uma experiência alienígena. Que nosso DNA é na verdade uma "cruza" de DNA alienígena com o de alguma espécie primata terrena. Esses criadores espaciais teriam sido nossos Deuses da antiguidade (ver teoria dos Deuses astronautas), e deram aos antigos povos da humanidade uma "orientação" em áreas como engenharia, matemática e astronomia. Orientações essas que foram indispensáveis para a evolução da sociedade, chegando até os dias atuais. Eu particularmente gosto desse tipo de conspirações, apesar de lunáticas, são criativas e bem casadas.

Isso tudo parece loucura certo? Mas imagine a situação: Existem muitos relatos de pessoas que foram sequestradas por seres de outro planeta, e com essas pessoas foram realizadas experiências. Agora pense como nós seres humanos estudamos os hábitos de algumas espécies animais. Os pesquisadores muitas vezes fazem uso de dispositivos, acoplados ao animal, para poder localizar o mesmo, ou mesmo para poder identifica lo quando este for recapturado. Isso é importante para indicar diferentes hábitos do indivíduo pesquisado, como migração, alimentação...etc. Pois bem, a ideia é que os ETs fazem o mesmo com a gente. Mas com qual finalidade? Lembram que falei do nosso DNA ser resultado de uma mistura de DNA ET com DNA primata? Então, quem sabe a parte extraterrestre do nosso DNA não pertença aos ETs que estão nos pesquisando, e sim a outra raça alienígena. Uma raça que está em guerra com a espécie que nos criou. Assim nosso "criadores" estão na verdade estudando os hábitos primitivos de uma outra espécie, afim de usar isso contra eles na tal guerra. Sim eu tirei essa ideia de uma creepypasta, mas levando em conta essa "loucura" toda, até que esse assunto se encaixa.

Então por que os alienígenas simplesmente não entram em contato conosco? Simples, eles temem que isso acabe prejudicando a pesquisa. Os pesquisadores extraterrestres deram algumas orientações iniciais, a povos antigos, essas orientações nos levaram a desenvolver uma civilização e sociedade de acordo com a ideia deles, que se assemelha a dos seus inimigos.

Muitos poderão falar em melhoramento genético, também seria possível. Os ETs realizaram pesquisas, usaram um planeta distante do seu planeta, para que não houvesse risco da experiência dar errado e as cobaias acabarem por fugir, ou algo assim. Colheram os resultados e abandonaram o projeto, deixando as cobaias se reproduzirem e povoar o planeta de testes. De tempos em tempos eles mandam uma equipe dar uma fiscalizada nas cobaias.

Finalizando...
Muito provavelmente vou me arrepender de ter escrito esse texto, e principalmente de ter publicado ele. Muitas pessoas que defendem esse tipo de teorias acabam taxadas de malucas, e talvez eu seja mais um desses pirados de plantão...vai saber? Hoje em dia simpatizo com o assunto, apesar de não acreditar em todas as teorias, nem em todas as supostas fotos e vídeos, que aparecem mostrando naves espaciais ou seres de outros planetas, mas existem casos bem documentados a respeito do assunto, e são esses casos que me atraem. Porém, nem sempre fui um entusiasta do assunto,  e talvez algum dia eu acabe desistindo dele, voltando a ser um cético, mas se isso acontecer, eu pelo menos tenho ao meu favor o fato de ter ponderado algumas ideias, terei debatido algumas delas, e nunca serei um cético do tipo "não gosto porque nunca experimentei". "A verdade está lá fora", seja ela qual for!!!

4 Comentários
Comentários
4 comentários:
  1. Malucos são essas pessoas que acreditam em um ser superior. Concordo com você tbm

    ResponderExcluir
  2. A questão de taxar certos grupos de malucos, não está apenas relacionada a quem acredita em alienígenas, mas sim a todos que possuem certas crenças. Por exemplo, alguns membros de grupos religiosos são taxados de malucos, ou burros por, as vezes, crer cegamente nos preceitos da sua religião. Gente, taxar esses grupos assim também é errado. Não importa no que a pessoa acredita, desde que ela tenha argumentos para defender suas crenças, e caso ela não tenha tais argumentos, essa pessoa deve acreditar para si mesma, sem tentar influenciar os outros, pois geralmente quando alguém não possui bons argumentos e tenta convencer alguém de que está certa, ela ataca o tema "adversário" com ofensas. São essas ofensas, que acabam virando "rótulos", do tido: Ufólogos = lunáticos, religiosos = intransigentes, entre outros...O que acaba sendo sempre ruim, afinal esse tipo de coisa acaba distanciando os diferentes grupos...o que impedem os debates. E debater é a melhor forma de fortalecer e melhorar as suas teorias, crenças, teses...etc.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave