13/10/2014

Duppy: Os espíritos malévolos do folclore caribenho


Duppy é uma palavra do patoá jamaicano, originária do oeste da África, que significa fantasma ou espírito. Grande parte do folclore do Caribe gira em torno dos Duppies. Os Duppies geralmente são considerados como espíritos malévolos. Diz-se que eles saem, geralmente à noite, e caçam as pessoas. Muitas pessoas na Jamaica alegam de tê-los vistos. 'O Bezerro Urrante','Cavalo de três patas' ou o 'Ol' Higue' são os exemplos mais maliciosos dos duppies.

O folclore de Duppy origina-se do banto - língua do oeste da África. Um duppy pode ser uma manifestação (no ser humano ou na forma de animais) da alma de uma pessoa morta, ou um ser sobrenatural malévolo. Na cultura Jamaicana, acredita-se que uma pessoa possui duas almas - uma boa alma e uma alma terrestre. Na morte, a alma boa vai ao céu ser julgada por Deus, enquanto o espírito terrestre permanece durante três dias no caixão de defunto com o corpo, onde ele pode escapar se as precauções próprias não forem tomadas, e aí ela aparecerá como um Duppy.

De acordo com o artigo chamado “Jamaican Duppy Lore“, de MacEdward Leach para o jornal de Folclore americano, em 1961, o Duppy pode se manifestar de três maneiras: como a alma de algum conhecido já falecido, tomando a forma humana; Como alma de algum monstro (ou besta)que toma a forma de animais como a cobra ou camaleões; ou uma ordem sobrenatural que fica vagando e é sempre associada à morte!

Ainda, segundo o artigo de Leach, a crença no tal Duppy é tão forte que muitos afirmam que já chegaram a ter filhos levados pelo espírito.


Os Duppies são inquietos espíritos dos mortos que assombram os vivos à noite. Diz a lenda que para manter os Duppies fora de casa é preciso se jogar grãos de sal ou de arroz em toda a residência, como o duppy primeiro tem que contar cada grão antes de entrar, o sol já terá nascido antes que termine e ele terá que retornar ao mundo dos espíritos.

Curiosidades

O termo "duppy" foi apresentado em vários trabalhos musicais caribenhos, passando por Lee"Scratch" Perry, até Bob Marley que escreveu a música "My Cup". Marley queixava-se à Lee que ele também estava se tornando "bem-sucedido" e por isso estava sendo importunado por hangers-on (escoradores, pessoas que o usam como um "cabide") e sanguessugas, referindo-se a eles como duppies no contexto de "vampiros humanos" (como na gíria brasileira "bicão"). Lee ao que parece consolou-o dizendo, "olhe, classificaremos isto assim - somos conquistadores de duppies." Bob então passou a escrever "Duppy Conqueror", música lançada em vários álbuns, dentre eles Soul Revolution e Burnin'. O termo "duppy" também é referido na canção "Mr. Brown." Vários outros artistas jamaicanos registraram canções que se referem a Duppies, inclusive Bunny Wailer's "Duppy Gun", e Ernie Smith's "Duppy Gun-Man". Yellowman lançou um álbum intitulado Duppy or Gunman.[5] Lançado também Drum & Bass, single escrito pela dupla Chase & Status e Capleton chamado "Duppy Man", com a faixa "Top Shotta" no lado B do vinil. Foi lançado no Breakbeat Kaos label em 2005. Em 2008, o artista do dancehall jamaicano Demarco fez um hit com o single 'Duppy Know Who Fi Frighten" no famoso "Shoot Out" riddim. Duppy é também o nome de uma das três partes do grupo indie/electro de Deptford, Londres.

Os Duppies aparecem como inimigos comuns no videogame de Acclaim Shadow Man(disponíveis para Nintendo 64, Sony Playstation, Sega Dreamcast, and PC). Neste jogos, eles aparecem como criações humanóides cadavéricas que atacam à queima-roupa com as suas garras e a partir de certa distância eles vomitam uma gosma verde. Há também um segredo no jogo que você pode destrancar o que permitirá que você modifique a aparência dos Shadow Man's para que eles pareçam um Duppy. (o cheat "Play as Duppy").

O termo "duppy" também é usado na novela de 2005 de Neil Gaiman's, "Anansi Boys". Nas Amazing Stories (TV Show – no Brasil sintoniza no canal xx) o duppy aparece no episódio intitulado "The Sitter." (A babá) Neste episódio a babá jamaicana alerta as duas crianças (uma delas o jovem Seth Green) sobre o duppy que se esconde em armários e embaixo de camas. Ela explica que eles são espíritos infelizes que são atados à terra e tentam atacar as pessoas. Uma representação visual de um duppy então aparece brevemente no episódio e ataca as crianças.


Fonte:

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

3 Comentários
Comentários
3 comentários:
  1. Este vídeo do garoto sendo atacado por algo na postagem é o melhor que vi nos último anos!

    E olha que não uso o que a maioria (se não todos) dos músicos usam para abrir a mente e escrever suas letras. Ainda mais na Jamaica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse comentário foi postado ao som de Bob Marley certo?...rsrsr

      Abraço manolo...

      Excluir
    2. Não foi não 'Adm', mas apesar de ser um roqueiro de carteirinha, também curto um reggae. E te indico um vídeo com Lauryn Hill & Ziggy Marley. O legal deste vídeo é a beleza de Lauryn Hill. Tanto físico quanto em voz. Para lembrar melhor, ela é a Ritinha do filme "Mudança de Habito 2". Mesmo ela sendo uma cantora de hip-hop que não faz muito meu gênero, o importante é o talento dela ainda mais cantando junto com o filho de um ícone que também não deixa dever a ninguém.
      https://www.youtube.com/watch?v=6xcNOZLFt4o

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave