28/10/2014

Parnamirim Field: A base aérea que os EUA construíram em Natal


Saudações galera atormentada. Ainda em 2013 publiquei aqui no blog um texto que causou uma certa polêmica, o tema dessa postagem se referia aos planos do governo dos EUA para invadir o Brasil durante a segunda guerra mundial (clique AQUI para saber mais), caso o governo brasileiro não tomasse partido na disputa da segunda guerra mundial. O governo norte americano temia, e com certa razão, que o governo brasileiro se aliasse aos nazistas na guerra, e caso isso acontecesse uma invasão já estava planejada. Após um ultimato vindo da Casa Branca, o governo brasileiro acabou se aliando aos EUA.

Um dos principais interesses dos norte americanos era que o Brasil cedesse bases aéreas nas cidades de Natal, Belém, Salvador e Recife. Essas bases seriam de grande importância para os aliados que tentavam conter os avanços nazistas na África. Na postagem de hoje exibiremos algumas imagens históricas da base aérea que o governo dos EUA “plantou” em Natal.

Na cidade de Natal os EUA construíram a maior base militar fora do seu território durante os períodos da segunda guerra mundial, a base de Parnamirim Field. A partir de 1943 milhares de soldados estadunidenses passaram pela base e suas presenças alteraram a estabilidade das famílias locais, e deixou bem claro ao mundo que agora o Brasil também fazia parte da guerra.


Acontece que a capital do estado do Rio Grande do Norte, possui uma posição estratégica geográfica global de real importância. Foi por isso que em 1942, em plena Segunda Guerra, Getúlio Vargas autorizou a construção da referida base militar.

A cidade recebeu um contingente de 10000 soldados norte americanos. A base servia de apoio às tropas americanas que se dirigiam aos combates na Europa e África. Evidentemente que isso mudou radicalmente a até então pequena capital, que à época tinha apenas 55.000 habitantes. Mais do que a importante participação durante o conflito armado, a influência cultural dos americanos marcou para a sempre a cidade brasileira.


Não obstante a história conte que foram os americanos que criaram esta instalação militar, na verdade ela já existia como base aérea. O campo de Parnamirim, como foi chamado pelos americanos, remonta à década de 20, quando os franceses escolheram Natal como rota do correio aéreo em passagem para Buenos Aires.

Estas fotos incríveis do arquivo de Michael Ochs e Ivan Dmitre no acervo da Getty Images, recontam a história do Campo de Parnamirim.














Fonte: MDig

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

13 Comentários
Comentários
13 comentários:
  1. Eu moro do lado de uma base áerea entre Canoas e Cachoeirinha,RS...é um saco algumas epocas do ano kkk ...Lilian Boeira =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa...não sabia que vc era gaúcha amiga Lilian...eu tb sou do RS...

      Eu imagino como deve ser chato...nessa época que vc mencionou alguns aviões parecem fazer manobras de treinamento, e algumas vezes eles sobrevoam a minha região...é um barulho muito chato...isso que aqui não chega nem perto de ser tão fodah quanto aí...

      Excluir
  2. Mais ou menos no meio do ano tem semana de provas e das 8h as 16h passa a cada 10 minutos em média passa um caça dando razante e treme todas as janelas da casa ou então aquele porta aviões imensos passam vooando bem baixinho aff!!! Lilian Boeira

    ResponderExcluir
  3. Pois é,sabe a Arena do Grêmio? Moro a uns 20 minutos de carro e logo perto da Arena tem o aeroporto de Porto Alegre oq faz com q os avioes passem ainda vooando baixo aqui em casa de um lado e do outro lado mais ou menos 2 kilometros tem a base militar de Canoas,e eu no meio de tudo isso =/ des de criança eu acho q um dia ainda vou ver uma porcaria dessa cair...Lilian

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fale em avião cair...depois dos tantos que caíram esse ano...rsrsrs

      Excluir
  4. Os eua está nos esfakeando pelas costas

    ResponderExcluir
  5. Quem é mais idiota? Roosevelt deixando o Japão arrasar Pearl Harbor ou Vargas deixando os yanques dominarem o nordeste brasileiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabrício...dá uma lida nesse texto aqui (http://noitesinistra.blogspot.com.br/2013/04/governo-dos-eua-planejou-invadir-o.html#.VAC8pfldVBY) que vc vai entender que se o governo brasileiro não cedesse essas bases aos norte americanos eles declarariam guerra ao Brasil...

      Excluir
    2. Valeu a dica, mas mesmo assim acho que Getúlio foi fraco e cedeu muito rapido a pressão dos americanos e mesmo com uma possível ameaça do norte, o Brasil estaria garantido pela aliança com o bloco do eixo facista.

      Excluir
    3. E vc acredita que se o Brasil tivesse entrado na guerra ao lado do eixo essa história seria diferente? Certamente a Alemanha teria usado o Brasil tal como os norte americanos usaram... Na minha opinião o Brasil deveria ter se mantido o mais neutro possível...mas essa não era uma escolha nossa...ou o governo brasileiro cedia as bases ou teria que defender elas militarmente...Não vejo a decisão do governo como acertada, mas foi uma das menos erradas que poderiam ser tomadas...

      Excluir
    4. IDIOTA VIRGULA SEM PEARL HARBOR ELES SABIAM QUE OS BURROS REDNECKS NÃO IAM FICAR DO LADO DO IMPERIO INTERVINDO NA UE

      Excluir
  6. O engraçado da 'estória' sobre a Segunda Grande Guerra é que junto com o Brasil, vários países formaram "Os Aliados", mas somente os estadunidenses é que ganharam a guerra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FALSO O FRONT LESTE QUE VENCEU A GUERRA E POR MILÍMETROS

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave