19/04/2013

Lenda dos índios Caiapós: O surgimento da vida na Terra


Olá queridos amigos e amigas amantes de curiosidade, de bizarrices e do terror. Hoje dia 19-04, é comemorado no território tupiniquim o dia do Índio. Esse dia foi criado pelo presidente Getúlio Vargas através do decreto-lei 5540 de 1943, e relembra o dia, em 1940, no qual várias lideranças indígenas do continente resolveram participar do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, realizado no México.

Como uma forma de agraciar esse dia, que deveria ter maior importância para nós brasileiros, eu decidi publicar hoje uma lenda indígena, trata-se da história do surgimento da vida na terra, segundo as crenças da tribo dos Caiapós. Espero que vocês gostem!!!

Há muitos anos os índios Caiapós habitavam uma região localizada sobre a Terra. Viviam sobre nuvens bem distantes. Não havia Sol, Lua, rios ou florestas. Um certo dia surgiu um buraco nas nuvens. Desse local ouviam ruídos distintos dos que conheciam no seu cotidiano. Apesar do grande receio, foram aos poucos se aproximando do buraco. Por curiosidade um dos índios se abaixou para observar através do buraco. Viu um céu azul e ao fundo uma região verde. A nossa Amazônia. Relatou essa observação aos demais membros da tribo que foram conferir esse relato, também observando através do buraco. Foram realizadas diversas reuniões entre os sábios da tribo em busca de compreender o que observavam. Decidiram que seria necessário explorar essa nova região. Surgiram diversos voluntários. Com o passar do tempo o ímpeto dos voluntários foi diminuindo. Somente dois homens e duas mulheres, ou seja, dois casais, mantiveram o ânimo inicial. Assim foi marcado o dia do início da exploração. Os corajosos exploradores despediram-se de suas famílias e dos seus amigos, já que não sabiam o que poderiam encontrar. Foi realizada uma grande cerimônia. Receberam todo o equipamento auxiliar, arco, flechas, mantimentos,...

Havia sido produzida uma grande escada de cordas. Lançaram a escada pelo buraco. Por ela desceram os dois valentes casais. Haviam assumido o compromisso de retornarem em um determinado período de tempo para trazer notícias. Ao chegarem ao solo. Ficaram maravilhados com o que viram. Belas e frondosas árvores. Pássaros. Um grande rio. Animais que não conheciam. Começaram a seguir uma anta. Depois seguiram uma borboleta. Caminharam ao longo do rio. Estavam impressionados com a beleza do lugar. O tempo foi passando e esqueceram de retornar para as nuvens onde viviam. Nas nuvens os sábios estavam começando a ficar preocupados. Haviam feito um plano de emergência, com medo de que a escada fosse usada por espíritos perversos. Vencido o prazo, cortariam a escada de corda.

Os exploradores perderam a noção de tempo com tanta coisa nova que estavam descobrindo. O tempo se esgotou e nas nuvens a tribo resolveu cortar a escada. Apesar do protesto dos parentes e amigos dos bravos aventureiros, a escada foi cortada.

A noite começou a chegar na Amazônia. Com o início do escurecimento do ambiente, os valentes exploradores lembraram do compromisso assumido. Correram em direção ao local onde estava a escada. Quando lá chegaram, a escada estava caída no solo. Não poderiam regressar às nuvens. Começaram a chorar. A noite chegou. Em um certo momento, um deles olhou para o Céu. Parou de chorar. Chamou a atenção dos demais, que também olharam para o Céu, e pararam de chorar. O que eles viram? Viram o Céu estrelado. Imaginaram cada uma das estrelas como uma representação das fogueiras que eram acesas nas nuvens que viviam. Assim cada vez que olhassem para o Céu estariam lembrando dos seus familiares e amigos que haviam ficado nas nuvens. Esses dois casais deram origem a vida na Terra.

Os índios Caiapós vêem sinais de seus ancestrais cada vez que olham para um belo céu estrelado.

Fonte: Livro "Um Passeio pelo Céu", autor Marcelo de Oliveira Souza, editora Muiraquitã (2007).

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr
3 Comentários
Comentários
3 comentários:
  1. bela lenda, depois dizem que eles são selvagens , nós brasileiros que não damos valor as nossas tradições e cultura , eu tinha escutado esta história quando era criança, valeu por me fazer relembrar, realmente um belo post !

    ResponderExcluir
  2. Muito bom me ajudou bastante no trabalho do colegio.esse eu curti!so e um pouquinho grande

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave