13/08/2015

Jelangkung: O ritual das bonecas que falam com os mortos


Ao longo da história da humanidade diversas culturas desenvolveram métodos para tentar falar com os mortos. Na Indonésia existe um ritual chamado Jelangkung, que usa estranhas bonecas artesanais como meio para essa comunicação com o mundo sobrenatural.

Muitos são o relatos de bonecas com fama de assombradas, Annabelle e o boneco Robert talvez sejam os mais famosos, mas as bonecas artesanais feitas especialmente para o ritual do Jelangkung não ficam nada atrás quando o assunto é o aspecto assustador.

O Jelangkung é um antigo ritual que junta muitos elementos estranhos para fazer com que a boneca estabeleça um canal de comunicação entre os vivos e os mortos. A ideia é parecida com a do tabuleiro Ouija, onde ponteiro, ou o copo, transmite a mensagem do além, mas no caso do ritual das bonecas, é a própria boneca que desenharia a mensagem proveniente do mundo dos mortos.

As bonecas Assombradas

As bonecas são o ponto central do ritual, e assim sendo eles merecem uma atenção especial quando o assunto é os elementos chaves no processo de invocação. Elas normalmente são criadas com um corpo de madeira e a cabeça feita de coco. É importante que os bonecos sejam vestidos com roupas comuns, e que seja desenhado um rosto para eles. Em alguns casos os bonecos podem ter algumas chaves penduradas em seus pescoços, como se fossem pingentes.


As mãos do boneco são dotadas de algum tipo de caneta, ou elemento de pintura, afinal será através desse elemento que a entidade invocada irá se comunicar.

Os elementos importantes na invocação

Para a invocação da entidade que irá “possuir” o boneco, é de suma importância que incenso seja queimado durante a sessão. Segundo a crença dos indonésios o incenso ajudaria a atrair os espíritos. Na minha pesquisa não encontrei nada a respeito do tipo de incenso usado.


Outro elemento importante é o papel usado para que a boneca desenhe suas respostas. O papel é ornamentado com palavras de algum alfabeto antigo. A configuração dessas letras lembra bastante os tabuleiros Ouija. Nos cantos são escritas as palavras “Sim” e “Não”.

Algumas pessoas usam pequenos quadros negros para essa finalidade, e amarram giz na mão da boneca.

Como funciona o ritual

O ritual, ou jogo, é feito por um grupo de 3 a 4 pessoas, e muitas vezes o ritual é feito em um lugar com fama de assombrado, ou mesmo onde algum crime tenha sido cometido. É aconselhado que tal ritual seja realizado entre as 22 horas e a meia noite, em uma noite de lua brilhante.


Para iniciar esse jogo, os participantes devem se sentar em volta da boneca e lançar o feitiço, ou entoar um mantra usado na invocação dos espíritos, que irão se apoderar da boneca. Esse mantra deverá ser repetido quantas vezes for necessário, até que a boneca seja possuída. Qualquer movimento estranho da boneca, ou mesmo aumento de peso na mesma, são elementos que comprovariam o sucesso na invocação.

Em alguns locais, como na ilha de Java, um espantalho pode ser usado ao invés de uma boneca.


Geralmente os espíritos contatados são de pessoas que morreram tragicamente, como em acidentes, suicídios ou assassinatos. Existem alegações de que até mesmo demônios podem possuir a boneca. Em geral não há um método de controlar que tipo de entidade irá aparecer, pois o ritual em si é um convite aberto a qualquer entidade que estiver disposta a atender o chamado.

Quando é comprovada que a boneca está possuída, os participantes solicitam que a entidade se identifique. A entidade então, por meio da boneca, iria desenhar seu nome no papel. Muitas vezes os participantes perguntariam a forma como esse espírito teria falecido, isso criaria um vínculo entre o fantasma e os participantes, pois a entidade acreditaria que as pessoas estavam interessadas na sua história.


Depois de criada essa ligação com a entidade invocada, os participantes poderiam perguntar qualquer coisa. As respostas seriam escritas na folha de papel, ou círculos seriam desenhados em volta do alfabeto desenhado no papel de forma que a união dessas letras forme as palavras. Respostas de Sim e Não podem ser respondidas circulando essas palavras que foram previamente desenhadas no papel.


Para encerrar a brincadeira é dito que basta dizer adeus a entidade.

Origem do ritual

A suposta origem desse ritual seria a China, a cerca de 1500 anos. Um ritual chinês chamado Cai Lan Gong é que teria dado origem ao ritual Jelangkung. No ritual chinês os espíritos de Poyang e Moyang eram invocados no ritual de adivinhação. Por incrível que possa parecer esse ritual chinês era uma espécie de brincadeira de criança.

Só que ao contrário do Cai Lan Gong, onde duas entidades específicas são invocadas, no Jelangkung qualquer entidade pode ser chamada a “brincar”.

Os perigos do jogo

Atualmente essa prática se tornou bastante popular na Indonésia, sendo praticada por muitos jovens. As pessoas mais velhas afirmam que isso seria um erro, pois antigamente apenas pessoas com conhecimento de magia faziam tal jogo, pois seria necessário certo conhecimento para que a boneca não ficasse indeterminadamente possuída por alguma entidade maligna. Segundo os mais velhos um simples “Adeus” ou “Até mais” não seriam suficientes pra mandar os espíritos embora caso eles queiram ficar. Outro aspecto é que apenas pessoas com conhecimento sobre magia saberiam identificar quando o boneco estava possuído por algum demônio.


Muitas vezes algumas entidades tentam causar conflitos entre os participantes durante o ritual.

O Jelangkung na cultura popular da Indonésia

A mística e o medo em torno do Jelangkung estão bastante enraizados na cultura da Indonésia e atualmente o ritual passou a ser explorado em roteiros de filmes de terror e até séries de televisão no país.

Filmes como Jelangkung em 2001, que foi seguido por duas continuações, Tusuk Jelangkung (2003), e Jelangkung 3 (2007), obtiveram boa bilheteria no país asiático.


Existe também uma banda com o nome de Jelangkung (ver foto abaixo).


Fonte: Mysterious Universe e Wikipédia
Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




3 Comentários
Comentários
3 comentários:
  1. Muito loucas essas bonecas do capiroto xará. gostei da matéria, mas achei meio estranha a foto da tal banda kkkk. Black Metal indonésio deve ser foda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei. Agora que fui ver que você tirou aquele aplicativo que mostrava os comentários mais recentes. Eu gostava daquele treco porque dava pra ver o que tava rolando de treta no blog. hehehe.

      Excluir
    2. Faz tempo que tu não aparece por aqui em sócio...afinal aquele aplicativo não é mais usado a tempos...rsrsr.

      Parei de usar ele pois ele acabava pesando muito no carregamento do blog, daí acabei dando prioridade a facilidade de carregamento...até agora só vc deu falta daquele treco...rsrsrsr

      Abraços...e quando vai voltar a tocar as maluquices no Que Doideira sócio?

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave