29/03/2013

Vince Weiguang Li - O canibal do ônibus


Em 30 de julho de 2008, o jovem Tim Mcleam, 22 anos, viajava tranquilamente a bordo de um ônibus, que ia de Edmonton para Winnipeg, Canadá, sua terra natal. Ele ocupava um dos últimos assentos da composição. Tim havia trabalhado o dia todo e descansava encostado em seu acento. Às 18:55 horas, o ônibus fez uma parada em Manitoba, onde, entre outros passageiros, um chinês chamado Vince Weiguang Li embarcou.

Nascido em 30 de abril de 1968, Vince Weiguang Li mudou-se para o Canadá em junho de 2001. Em novembro de 2006 ele adquiriu cidadania canadense. Ele conseguiu trabalho em uma Igreja e mandava remessas de dinheiro para a esposa. Naquela noite, Vince usava um par de óculos escuros e tinha os cabelos raspados. Ele sentou-se em um lugar bem à frente da condução, mas depois de um tempo mudou para a poltrona ao lado de Tim. Tim notou sua presença, mas voltou a encostar a cabeça na janela e dormir. Ele usava fones de ouvidos. 

Tim Mcleam
Rapidamente, Vince Weiguang sacou uma faca e começou a esfaquear Tim no pescoço e no peito. Ele decapitou o rapaz, exibindo sua cabeça para os outros ocupantes do ônibus. O motorista parou o ônibus. Os passageiros desceram desesperados. O motorista e outros dois homens tentaram segurar Li, mas ele os ameaçou com a faca. Depois de ficar sozinho com o corpo de Tim, Vince começou a cortar pedaços da carne de McLean e comê-los.

Às 20:30 horas, a Royal Canadian Mounted Police (RCMP) de Portage la Prairie recebeu o chamado do incidente. Uma equipe de policiais foi até o local, onde conseguiram ver o suspeito dentro do ônibus, sendo impedido de fugir por um passageiro e o motorista, que usavam um pé de cabra e um martelo como arma. Outros passageiros estavam amontoados no acostamento. Alguns choravam e vomitavam de horror. Por volta das 01:30 da manhã, Vince tentou fugir por uma janela quebrada, mas foi preso pelos policiais. Em seus bolsos, foram encontrados pedaços de carne de Tim, além das orelhas, nariz e língua. Pedaços do coração do rapaz não foram encontrados. Essas partes teriam sido comidas por Vince.


Vince Weiguang Li foi a julgamento pelo assassinato de Tim Mcleam em 3 de março de 2009. Um psiquiatra diagnosticou Li como um esquizofrênico grave, que acreditava que Tim era uma “entidade do mal que deveria ser destruída”. Ele foi considerado inocente de seu ato em razão de insanidade, sendo internado no Centro de Saúde Mental de Selkirk, onde permanece até hoje.

Abaixo vocês poderão ver algumas imagens do corpo da vítima:



6 Comentários
Comentários
6 comentários:
  1. Nossa O.o
    Muito bizarro!
    Fico imaginando a real motivação dele, ja q essa d entidade do mal não colou... Se Tim era do mal e precisava ser destruído porquê foi devorado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso foi uma desculpa furada dele... vai ver que curte comer carne humana mesmo e precisava de uma saída pra se justificar perante os outros.

      Excluir
  2. Ahhhh eu já vi a imagem da vítima no blog do IéB mas nem imaginava que se tratava disso o_o'

    ResponderExcluir
  3. Como puderam deixá-lo em liberdade?
    O.o
    Fica difícil, cada vez mais, confiar na raça humana...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pelo visto não é apenas aqui no Brasil que alguns criminosos acabam se dando relativamente bem...mas é preocupante, pois basta alguém dar um atestado de cura para esse miserável para ele estar a solta de novo...

      Excluir
  4. Entidade do mal era esse fdp desse chinês escroto

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave