30/12/2013

Método de execução: Esfolamento


Esfolamento ou Flaying é a remoção da pele do corpo de um ser vivo. Como um animal é esfolado, em preparação para o consumo humano, ou para ocultar a sua pele ou, o que é mais comumente chamado de esfola, esfola é um método similar aplicada em seres humanos. A prática nos seres humanos era usado tanto como um método de tortura e execução, dependendo de quanto da pele é removida. O esfolamento é uma prática antiga, utilizada pelos Assírios, Dinastia Ming, Astecas, Esparta e pelos povos Europeus durante a idade média. Uma variação do esfolamento era usada por indígenas norte americanos, que ficou conhecida como escalpelamento.

Técnicas

Quando o esfolamento era realizado com a vítima viva, ele era realizado normalmente prendendo, por meio de cordas, os braços da vítima em um poste acima de sua cabeça, enquanto seus pés eram amarrados abaixo. Seu corpo ficava totalmente exposto e o torturador, com a ajuda de uma pequena faca, tirava a pele da vítima lentamente. Na maioria dos casos, o torturador tirava a pele facial em primeiro lugar, trabalhando lentamente em direção aos pés da vítima. A maioria das vítimas morria antes de o torturador sequer chegar na sua cintura.


Em outra versão, a vítima, antes de sofrer a esfola, teria sido exposta ao sol, até que a pele ficasse queimada, adquirindo um tom avermelhado. Após essa exposição a vítima seria submetida a esfola tal como foi explicado acima.


História do Esfolamento

Esfola é uma prática antiga. Há relatos de que os Assírios esfolavam inimigos capturado ou o governante rebelde, e exibiam a pele esfolada na parede de sua cidade, como um aviso para todos os que desejam desafiar seu poder. Dependendo do prestígio do inimigo, ou do rebelde, essa pessoa poderia ser esfolada viva ou não. Muitas tribos ou grupos menores eram anexados a força ao império, o que costumava geral revoltas entre esses povos, geralmente os líderes desse tipo de movimento eram, depois de capturados, esfolados vivos em público, o que serviria de aviso aos demais, tentando assim infligir medo ao povo e assim evitar futuras revoltas. Uma prática de tortura Assíria consistia em indiretamente punir uma pessoa, esfolando um filho ou familiar diante de seus olhos.


Já os Astecas, no México, esfolavam vítimas em um ritual de sacrifício humano. Nesse caso as vítimas geralmente estavam mortas quando eram esfoladas.

Na história da China, Sun Hao , Fu Sheng e Gao Heng eram conhecidos pelo uso de remoção de pele dos rostos das pessoas. O Imperador Hongwu teria esfolado muitos servos, oficiais e rebeldes. Em 1396, ele ordenou a esfola de 5000 mulheres. Hai Rui sugeriu ao seu imperador, que ele punisse funcionários corruptos por meio da esfola.


Fontes: Medieval Times e Wikipédia

1 Comentários
Comentários
Um comentário:

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave