16/12/2013

Método de execução: Gaiolas suspensas


Hoje iremos falar de um método de execução, geralmente combinado com tortura, que foi muito popular na Europa até o final do século XVIII. Hoje falaremos das Gaiolas Suspensas. O nome já sugere que tipo de método e qual a ferramenta usada nesse tipo de execução extremamente vexatória e que infligia grande sofrimento ao condenado.

A gaiola nada mais era do que uma pequena prisão, onde o aprisionado era preso e depois a estrutura era pendurada em algum local público. Antes de serem colocados dentro da sua "jaula", os condenados eram torturados e frequentemente mutilados. A vítima era aprisionada nua ou semi nua, o que causava grande vergonha ao apenado. Muitas pessoas podem pensar: "se a pessoa está ali para ser executada, o que a vergonha tem de tenebroso?" Lembro aos amigos que aquele eram outros tempos, e a honra, mesmo entre ladrões, era muito mais valorizada do que nos dias atuais, isso sem mencionar que estar confinado em tal instrumento representava não apenas uma vergonha para o apenado, mas também para a família do mesmo.


As circunstâncias que levariam o apenado a morte poderiam ser as mais diversas possíveis. Eles poderiam padecer de fome, sede, frio, insolação, poderiam sangrar lentamente até morrer, afinal como já foi dito antes, muitas das vítimas eram duramente submetidas a torturas físicas e até mutilações. Além disso, em volta do local onde a gaiola avia sido posicionada viam-se pedaços dos corpos dos condenados pelo chão, pois a medida que iam apodrecendo, suas partes mutiladas iam se soltando, provocando um fedor muito forte.


Como essas gaiolas eram colocadas em locais públicos, muitas vezes as pessoas atiravam pedras contra a pessoa que se encontrava encarcerada. Haviam casos em que os apenados eram alvo da compaixão de algumas pessoas, ou mesmo parentes, essas faziam esforços para aliviar a cede e fome da pessoa que estava sofrendo o duro castigo. Porém, se alguma autoridade tomasse conhecimento de tais atos, a pessoa que estivesse ajudando o apenado, seria condenada a mesma forma de execução.

Fontes: TerrorMatica e Wikipédia

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

Links Relacionados:
Método de execução: Inanição.
A história por trás das execuções medievais.
Método de execução: Serração.
Método de Execução: Poço de Cobras
Método de Execução: Gravata colombiana.
Método de execução: A dama de Ferro.
Método de execução: Necklacing.
Método de Execução: Ebulição.
Método de Execução: Guilhotina.
Método de execução: Crucificação.
Cueva de las Manos
Restos mortais de santos e mártires cobertos de jóias.Método de Execução: Morte por mil cortes.
A bela adormecida de Londrina.

Elmer McCurdy: A múmia que as pessoas pensavam ser um boneco.
Torre na Lua.
Estranha criatura encontrada no mar do Golfo Pérsico.
O anel de Silvianus e a lenda que inspirou a saga Senhor dos Anéis e o Hobbit.

Método de execução: A Roda.
Método de Execução: Defenestração.
Método de execução: Desmembramento
Método de execução: Lapidação.
3 Comentários
Comentários
3 comentários:
  1. Respostas
    1. Esses métodos que provocam uma morte lenta me assustam muito...

      Excluir
  2. lindo, esses metodos deixam a pena de morte no chinelo , uma pena nao utilizarmos mais essas praticas, com intuito de promover o terror e a obediência ...eu duvido que teria tanta gente perturbada matando e roubando entre outros crimes hediondos , se adotássemos o inferno na terra ...campos de concentração , um lugar de punição.

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave