05/06/2014

Revolution 9: A música bizarra dos Beatles


The Beatles é uma das bandas mais importantes dentro da história da música mundial. Mesmo nos dias atuais, décadas após o encerramento das atividades, a paixão pelo quarteto de Liverpool move uma enormidade de fãs antigos e novos da banda. Há alguns dias nós pudemos acompanhar aqui no Noite Sinistra uma postagem falando sobre uma lenda envolvendo os Beatles. Nessa postagem (que os amigos e amigas podem conferir clicando AQUI), falamos sobre a suposta morte de Paul McCartney, mas esse não foi o único boato misterioso envolvendo o quarteto de Liverpool.

Revolution 9

Em 1968 os Beatles lançam o seu décimo álbum "The Beatles" ou "Álbum Branco". Nesse álbum duplo uma das faixas chama a atenção, mas ao contrário do que costuma acontecer, essa música não se destaca pela beleza musical, mas sim pela bizarrice. Falamos da faixa 29 do lado b do segundo disco, Revolution 9. A música é creditada a Lennon, e que conta com as vozes de Lennon, Harrison, George Martin e Yoko Ono, é uma verdadeira bagunça, misturando choro de crianças, risadas, gritos, cantos antigos e uma voz falando repetidamente Number Nine.


Curiosidades a respeito de Revolution 9

Se a música já não é estranha por si só, Charles Manson (clique AQUI para ler mais sobre ele) colaborou um pouco para torna-la ainda mais bizarra. Charles Manson dizia receber “inspirações divinas” vindas do Álbum Branco dos Beatles. E segundo ele “Revolution 9” seria nada menos do que os sons que ouviríamos durante o apocalipse. A canção seria uma referência ao trecho da bíblia chamando "Revelação N° 9", que fala sobre as profecias do apocalipse.


“Revolution 9” tem uma participação na "Lenda da morte de Paul McCartney." O trecho repetido “number nine” quando executado de trás pra frente, é possível ouvir “Turn me on, dead man” ou “Me excite, homem morto” e, além disso, há outros detalhes relacionados também: o som de uma batida de carro seguido de uma explosão, já que segundo a lenda, Paul morreu num acidente de carro em 1966.

Embora não tivesse contribuído para a canção estando em Nova York, Paul McCartney tinha feito uma colagem semelhante 18 meses antes nas sessões de 5 de janeiro de 1967, durante as gravações de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band chamada Carnival of Light, com mais ou menos 14 minutos. A canção nunca foi lançada nem mesmo em bootlegs. Poucas pessoas ouviram essa canção e era para ter sido inclusa no projeto “The Beatles Anthology,” porém foi vetada por George Harrison. Em novembro de 2008, Paul declarou que ainda pretendia lançar a faixa.

Paul declarou: “Revolution 9 era algo similar ao que eu vinha fazendo há um tempo antes, mas só por diversão. Eu não achava aquilo bom o bastante para lançar, mas John sempre me encorajou.”

No episódio "Homer's Barbershop Quartet", da 5° temporada da série americana Os Simpsons, contêm uma paródia da canção quando uma voz repete “number 8” e o som de Barney arrotando. No episódio, Barney faz parte de um quarteto musical e quando ele começa a namorar uma garota nomeada “artista conceitual japonesa” faz com que Barney queira criar novos estilos musicais, numa paródia sobre a influência que Yoko exerceu sobre Lennon.


Abaixo os amigos e amigas poderão conferir Revolution 9.



Revolution 9 tocada ao contrário



Fontes: Wikipédia e Terror 666

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

7 Comentários
Comentários
7 comentários:
  1. Gente... Sério... NUNCA, JAMAIS, EM HIPÓTESE ALGUMA ouçam isso no escuro, depois da meia noite, sozinhos, no quarto. Quando fiz isso, tive só o pior pesadelo de toda a minha vida até aqui O.O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto dessa história por ter uma ligação com ela...quando mais jovem, eu ouvia muito The Beatles, digamos que eles foram a minha porta de entrada para o mundo do Rock. Eu comprei o "Álbum Branco" certa vez, ouvia ele direto, mas nunca me senti a vontade com essa música...eu não entendia porque de uma banda tão boa compor uma musica tão estranha...rsrsrsr

      Excluir
    2. uma vez eu escutei essa música as três da manhã... dormir? pra quê? eu não tava com sono mesmo...(sinistro)

      Excluir
  2. Eu ouvi essa música de dia e me senti super estranho e parece que a música não acaba nunca. Confesso que baixei ela mas nunca mais ouvi :0

    Gabriel

    ResponderExcluir
  3. Eu amo essa "musica" gosto de me deitar com o fone de ouvido e ouvi-la antes de dormir..é uma das melhores coisas que os beatles ja fizeram...amo sons insano!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manolo vc é a primeira pessoa a dizer isso...rsrsrsr. Embora eu não considere essa música tão perturbadora assim como muitas pessoas dizem...acho que ela não é muito relaxante para ouvir antes de dormir...rsrsrsr. Mas que bom que vc curte...

      Abraços...

      Excluir
  4. Essa musica e maravilhosa é estranha sim mas e isso que a faz tao legal.

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave