08/06/2014

Um livro infantil sobre abuso em rituais Satânicos


"Don't Make Me Go Back, Mommy" (Não me faça voltar, mamãe), é um livro infantil publicado em 1990, escrito pelo autor Doris Sanford. A obra é direcionada a profissionais que trabalham com crianças que apresentaram mudanças de personalidade e na sua atitude em geral. Segundo a descrição do livro:

"As palavras do texto e os objetos e situações ilustradas são baseados em meses de intensa investigação sobre a natureza e a prática de abuso ritual satânico. Qualquer criança que foi abusada ritualmente vai reconhecer a validade dessa história."

O livro foi comercializado principalmente para profissionais de saúde mental, conselheiros escolares, organizações de pais e grupos de apoio. O resumo na parte de trás do livro lê-se:

"Quando os pais de Allison, de cinco anos de idade, começam a notar uma mudança em seu comportamento em casa, eles procuram ajuda profissional para ela. Acham que Allison e outras crianças foram abusadas em rituais em uma creche. Assim começa a recuperação de Allison através de aconselhamento e através de afirmações de seus pais de que não era culpa dela, que ela é preciosa e amada, e eles vão mantê-la segura."

Embora o livro tenha provavelmente a intenção de ajudar as crianças a reconhecer e identificar sinais de Abuso Ritual Satânico, "Satanic Ritual Abuse" (SRA), ele é no entanto o livro infantil mais terrível já escrito. O livro é escrito em códigos e contém símbolos que apenas vítimas de SRA podem reconhecer, o que torna a leitura do livro, por pessoas que não foram vítimas, uma experiência arrepiante e assustadora.

O SRA seria na verdade mais um elemento básico do Controle Mental Monarca (clique aqui para conhecer). Esse livro reflete, portanto, vários aspectos do controle mental como o uso de drogas, jogos mentais, abuso ritual, cerimônias satânicas e assim por diante.

Cada vez que esse livro - ou SRA em geral - são mencionados online (ou seja, em artigos no BuzzFeed ou nas resenhas de livros da Amazon), há toneladas de comentários insistindo no fato de que SRA não existe e que é um mito que foi propagado na década de 80. Novamente entramos no eterno debate do que é verdade e o que não é verdade, afinal nenhum dos lados pode provar nada a respeito. O que existem são indícios, que são usados como argumentos pelos conspiracionistas, do outro lado, os céticos muitas vezes se limitam a afirmar que o assunto é louco e insano.

No caso da Pré-Escola McMartin em 1983, cerca de 800 crianças foram testemunhas, cujas histórias colaboraram com o SRA e a programação que foi feita. Nenhum dos acusados foram presos, o que levou os conspiracionistas a afirma que a mídia e o sistema judicial foram capazes de encobrir o abuso e mostrar na televisão que os abusadores foram vítimas! Foi só depois que o caso acabou, e o imóvel foi vendido, que a prova tangível (os túneis secretos com parafernálias) foram encontrados, e, em seguida, a imprensa abafou aquilo também.

Os agressores, muitas vezes, usam máscaras e fantasias. Vamos dizer que um programador usa uma roupa de Mickey Mouse, e que a criança iria se lembrar e dizer: "Mickey Mouse me machucou". Agora quem é que vai acreditar na criança? A criança disse a verdade, mas será repreendida por dizer a verdade. Não demora muito para que uma criança gravemente abusada, que foi programada para ficar em silêncio, aprenda que ninguém quer ouvir a verdade de jeito algum.

Abaixo podemos conferir algumas imagens do livro Don't Make Me Go Back, Mommy.

Esta página se refere a um "suco mágico" dado pelo professor, que é uma palavra-código para drogas. A imagem descreve coelhos brancos em uma gaiola que representam as próprias crianças. Os professores (manipuladores)
provavelmente ferem os coelhos para mostrar às crianças o que aconteceria se elas traíssem sua confiança.
Esta página mostra crianças que estão sendo trancadas. Mais importante ainda, a menina diz que "se casou hoje." Atrás da mãe vemos o véu do casamento infantil. Embora não explicitamente declarado, esta página refere-se a vítimas SRA tornando-se "noivas de Satanás" através de  rituais aterrorizantes realizados pelos manipuladores.
No dia do Halloween (também conhecido como o dia de Samhain, que é
acreditado ser um dia em que o véu que nos separa do mundo dos espíritos fica mais fino), os professores estão vestidos como bruxa e esqueleto. "O aniversário de Becky" será realmente um ritual oculto.
Aqui vemos Becky de pé e nua no meio de um "círculo mágico", onde um ritual satânico está prestes a ocorrer. O professor diz sobre o círculo: "Não há como sair, porque não há fim para isso", que é o tipo de coisas que os malditos
manipuladores dizem aos escravos para confundir e controlá-los.
Esta página refere-se a um monte de coisas terríveis associadas ao SRA: O manipulador se tornando a "outra mãe", a mãe verdadeira perdendo seu "título". E o mais preocupante, o texto refere-se a uma "sala de estrela de cinema", que é onde o abuso ritual é filmado pelos manipuladores .
A criança aqui refere-se novamente ao abuso codificado como "cirurgia
mágica". O "monstro" na criança provavelmente se refere ao fato de que as vítimas de SRA são atribuídas a demônios durante o trauma. Observe onde a criança cutuca o coelho branco .
Observe o coelho branco morto ao lado da criança.


Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

13 Comentários
Comentários
13 comentários:
  1. Terrível e perturbador se isso realmente existir Nando que não me surpreenderia já a maioria dos americanos são oriundos do velho mundo e tem parentesco direto com algumas pessoas que fugiram da Inquisição e que também é um país que tem muitas seitas e rituais secretos.

    ResponderExcluir
  2. Gente, isso é horrivel! Se for verdade realmente esse mundo tá perdido, sem salvação, já era!
    Tamy

    ResponderExcluir
  3. o engraçado eh mesmo com tantas evidencias as pessoas ainda ficam pensando nossa sera que isso eh verdade?se forem alem e analisarem o assunto saberao que toda cultura norteamericana dramatiza esse assunto expoe a verdade em forma de fantasia e isso soh tende a piorar enquanto o povo pensa ah nossa sera mesmo verdade que horror ser alienado eh bom demais

    ResponderExcluir
  4. como faço pra ler esse livro em portugues ?? Gratis?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que eu já procurei por ele e muito, e ainda não encontrei...

      Excluir
    2. Elson Antonio Gomes12 de junho de 2014 05:53

      Carol, grátis talvez até ache, mas creio que traduzido será meio difícil. Sei que no site Amazon vende o original.

      Excluir
  5. Perturbador e interessante ao mesmo tempo, realmente quero ler esse livro.

    ResponderExcluir
  6. Elson Antonio Gomes12 de junho de 2014 06:12

    Usar crianças para rituais satânicos é uma prática comum que nasceu junto com os próprios rituais. Trabalhei uma época com Educação e na escola que fazia o serviço tinha um garoto órfão que a tia o levava para sua crença, que agora não me lembro se era o candomblé ou a umbanda, mas o garoto tinha uns ataques durante o período escolar que fazia seus colegas saírem correndo da sala gritando que ele estava com o demônio.
    Comigo mesmo uma vez ele uma vez veio me falar uma coisa que não era de seu conhecimento, mas não entendi tudo que ele disse e dei uma intimada nele para repetir. A feição dele mudou e respondeu que não havia dito nada.
    Como não somente leio, mas tive uma época da minha vida que fui atrás presenciar estas coisas, não me impressiono, pois já conheço.
    Agora Adm, não sei se vc já comentou sobre isto no seu blog, mas sugiro um livro para vc, a Carol e outros leitores que se chama "Tráfico de Órgãos no Brasil - O que a Mafia Não Quer que Você Saiba". Tem o site para download grátis: http://ppavesi.blogspot.com.br/p/trafico-de-orgaos-no-brasil-o-que-mafia.html
    Fica aí minha sugestão.

    ResponderExcluir
  7. Umbanda e Candomblé, não possuem ligações nenhuma com magia negra e afins.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tecnicamente, não existe magia negra.

      Excluir
  8. O livro DAF: A Essência Perdida, de I. di Renzo, na Amazon, aponta o porque certas pessoas nascem meio-humanas e meio-primatas, que as leva a praticarem crueldades contra crianças e contra pessoas desavisadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito grato pela dica...se der vou procurar esse livro...

      Excluir
  9. Achei muito tendencioso, e mais fácil uma criança ser abusada assim por Padres pastores e outras denominações Cristãs ou muçulmanas.

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave