19/01/2015

Misterioso túnel é encontrado em Blumenau durante escavações


Descoberta gerou curiosidade e reacende antigas lendas do município. Grupo de pesquisa foi formado para desvendar o mistério. 

Funcionários da empresa responsável pelas obras de saneamento de Blumenau, no Vale do Itajaí, encontraram durante escavações um túnel de quase três metros de profundidade na rua John Kennedy, ao lado do Teatro Carlos Gomes, no centro do município. Diante do achado, um grupo de pesquisa foi formado para desvendar o mistério.

O túnel foi encontrado no dia 2 de janeiro, quando trabalhadores faziam escavações para a instalação da rede de esgotos na cidade. Com cerca de 1,5 metro de altura, e pouco mais de 50 centímetros de largura, a estrutura não está nos registros da prefeitura, usado para orientar o trabalho da construtora.


Lendas

A descoberta gerou polêmica e curiosidade entre os moradores da cidade. As teorias, contadas há décadas, são diversas, e vão desde um possível esconderijo para receber o ditador Adolf Hitler, na época da Segunda Guerra Mundial, à passagem de freiras e padres para reuniões secretas.



"A função dele ninguém sabia, mas os tios e avôs contavam sobre reuniões sigilosas de padres e freiras e também sobre rota de fuga do Hitler", conta a blumenauense Adriane Thien.

Para o advogado Fernando Becker, autor de um romance que tem como enredo os mistérios que cercavam a cidade na década de 1940, a descoberta foi uma surpresa.

"É uma surpresa boa. A lenda é anterior a própria construção do teatro. Se dizia que existia um túnel que ligava um colégio ao outro, que padres e freiras se encontravam".

Apesar das inúmeras teorias, a que mais convence historiadores é a de que a passagem teria sido criada com a finalidade de escoamento de água, uma espécia de galeria pluvial. Logo após a descoberta, a empresa responsável fechou o local para dar continuidade aos trabalhos.

Investigação

Com o objetivo de desvendar o mistério, o prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, se manifestou pelas redes sociais, relatando sobre o marco das lendas na infância dos moradores da cidade, e ordenou que uma comissão de historiadores e engenheiros fosse criada para esclarecer a descoberta a partir desta semana.

"Lendas e boatos a respeito de túneis marcaram a infância e a juventude de muitas gerações de blumenauenses, inclusive a minha. Livros, contos e as mais diversas histórias tiveram a narrativa inspirada na, talvez, mais característica e emblemática lenda urbana da nossa cidade", disse o prefeito em texto publicado em rede social.

O presidente da Fundação Cultural de Blumenau, Sylvio Zimmermann, afirmou que o objetivo é dar uma resposta aos moradores da cidade. "Serão feitos estudos para tentar descobrir até onde o túnel vai, onde começa, qual a extensão desse canal, quando foi construído, para que assim possamos dar uma resposta conclusiva à comunidade blumenauense".

Confira a reportagem sobre o assunto


Clique AQUI para assistir o vídeo no You Tube


Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Links Relacionados:

VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

9 Comentários
Comentários
9 comentários:
  1. Parabéns pela postagens, Adm!
    E parabéns ao prefeito por ter tido uma atitude sabia para com nossa história!
    Creio que esta atitude do prefeito ajude a ter mais uma atração no turismo da belíssima Blumenau.
    Quem dera que todos políticos desse país tivessem este momento de clareza, de sabedoria para enriquecer a nossa cultura que já estava sendo destruída pela incompetência de uma empresa que só liga para seus lucros. E digo pela cidade em que moro, pois onde foi construído e pilotado o primeiro avião brasileiro e nunca vi isto em livro didático nenhum (pelo menos não da minha época).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não são só os políticos manolo que devem zelar pela nossa cultura, mas também os órgão responsáveis por esse papel e que não estão atuando corretamente, como por exemplo o Iphan, no que diz a respeito das Ruínas de Natividade da Serra. Tem um texto aqui no Noite Sinistra que fala desse assunto, e mostra que as possíveis ruínas de pedra localizadas nessa cidade podem ser uma das maiores descobertas arqueológicas do Brasil, porém o Iphan não tem liberado acesso nem mesmo para universidades para pesquisarem o local, enquanto isso pessoas mal intencionadas estão removendo algumas das pedras do local e levando para casa. Que tipo de proteção é essa?

      Excluir
  2. O IPHAN pertence ao Ministério da Cultura, sendo assim é politicagem.
    Vou ler sobre esta "Ruínas de Natividade da Serra" e vou indagar o IPHAN para ver o que eles dizem. Pois também temos que fazer nosso trabalho de fiscalizar estes vagabundos e não nos tornarmos inertes. E vou por seu blog como fonte. Vc vai ter que participar da briga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O link da postagem é esse aqui...http://noitesinistra.blogspot.com.br/2013/11/seriam-as-ruinas-de-natividade-da-serra.html#.VL1U3EfF-4I

      No texto vc pode ver uma referência a um senhor, Carlos Pérez Gomar, que está brigando com o pessoal do instituto para que a questão avance...ou seja, para que se possa estudar melhor as ruínas...O Iphan de fato responde ao governo, porém o instituto como um todo está envolvido em casos de descaso com o patrimônio que eles deveriam proteger...não penso que isso seja apenas politicagem, mas também uma grande dose de má vontade e até de incompetência...

      Excluir
    2. Acabei de ler. Vou procurar os blog's que o senhor Carlos diz e perguntar a ele qual a melhor maneira de poder ajudar. Vamos ver o que ele diz, pois precisa ver o que aconteceu de seu último contato com ele para cá.

      Excluir
    3. Esse aqui é o site dele...http://sitioarqueologicofazendapalmeiras.blogspot.com.br/

      Tu gosta de uma treta neah senhor Elson...rsrsrsr

      Excluir
    4. Não nego não. Além de ser chato, sou folgado e adoro mesmo uma treta!
      Mas estas brigas que eu me meto são para tentar melhorar o nosso país, e sendo assim de tabela melhora nossa vida. Adm, estudei eletrônica, depois administração e depois processamento de dados (como era chamado na época) e fui trabalhar com turismo. Bitolei no turismo, aqui em S. Paulo virei lenda. Infelizmente por caminhos da vida tive de sair. Mesmo tendo começado (e não terminado) na faculdade de teologia, ainda sou apaixonado por turismo. E o Brasil tem o potencial de ser o maior país turístico do mundo, mas infelizmente o que prevalece aqui é o turismo sexual (incluindo o pedófilo).
      Só como exemplo, o "Caminho de Peabiru" poderia ser muito bem o nosso "Caminho de Santiago de Compostela". Mas quem liga? Tentaram fazer um caminho parecido em SP, mas não sei que fim levou.
      Não temos somente minérios como riqueza neste país, temos também o turismo!
      Mas como já disse: só é incentivado o turismo sexual e pedófilo.
      Então por estas tretas vale a pena, pois é por amor a uma profissão muito legal e que gera uma quantidade enorme de empregos.
      E para citar exemplo de que o turismo é muito mal organizado neste país é só ver quantas vezes o Ministério do Turismo se intrometeu na Copa do Mundo e quantas vezes até agora ele se intrometeu nas Olimpíadas de 2016 no Rio.

      Excluir
  3. Já disse e reitero ,estou a disposição total de quem quiser saber algo sobre a situação das ruinas em Fazenda Palmeiras, no momento não temos ido lá, pelas condições climáticas desfavoráveis para fazer pesquisa de campo e por falta de" grana' momentânea. Recentemente mandamos um informe ao prefeito de Natividade da Serra dando referencias totais sobre o assunto assim como citamos nominalmente todos os envolvidos pro e contra a pesquisa. Continuo ligado no assunto mesmo não estando lá. O problema é que sem maiores prospecções não podemos mostrar os muros, terraplenos e escadas que há no local. Abs.

    ResponderExcluir
  4. Um suposto esconderijo de Hitler, embaixo da rua John Kennedy, na cidade do prefeito Napoleão... bizarro rsrsrsrs

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave