25/09/2015

Rochas em formato de disco voador encontradas na Rússia


Prato cheio para entusiastas de teorias da conspiração, criptologia e ufologia, a descoberta de rochas em formato de disco tem causado comoção na Rússia. Há quem diga que trata-se de um disco voador construído há 1 milhão de anos. Há quem diga que são rochas moldadas pela boa e velha erosão.

O fato é que a região de Volgogrado, no oeste da Rússia, é conhecida pela alta frequência de fenômenos ditos místicos, como relâmpagos estranho, mortes de animais inexplicáveis, anomalias geológicas e túneis subterrâneos misteriosos.

A descoberta do disco de pedra é significativa devido à localização onde foi encontrado. O cume Medveditskaya é uma cadeia de baixo (250 metros - 820 pés) colinas onde foram reportados um grande número de ocorrências relâmpagos globulares e avistamentos de OVNIs. Partes da área é tida como radioativa, o que pode explicar algumas, mas não todas, as mortes de animais incomuns na área.

Região em que as rochas foram encontradas
Os fatos dão lugar às hipóteses quando a história começa a ser cavada um pouquinho mais a fundo. O grupo responsável pela descoberta é conhecido como Kosmopoisk, também conhecido como Spacesearch, um grupo ufológico e de investigação paranormal fundado em 1980 pelo escrito russo de ficção científica Alexander Kazantsev, engenheiro aeroespacial Chernobrov e cosmonauta Georgy Beregovoy. Segundo o grupo, as rochas, descobertas em 9 de Setembro de 2015 contêm tungstênio, substância conhecida por suas aplicações militares – o metal com mais alto ponto de fusão, ou seja, que suporta as temperaturas mais altas antes de derreter, é justamente o tungstênio.


Atualmente, o disco de quatro metros de diâmetro está sendo estudado por especialistas do Museu Zhirnovsky, na própria Rússia.

É fato também que mais de uma dúzia de rochas com um formato excêntrico o suficiente para se supor que elas não foram moldadas pela natureza foram encontradas por lá. Assim como é fato que uma dessas rochas tem nada mais nada menos que quatro metros de diâmetro – e guarda semelhança desconcertante com aquilo que nosso imaginário entende como um disco voador vindo dos confins do universo. O assunto tem gerado polêmica entre os internautas russos, principalmente no que diz a respeito sobre a origem de tais rochas. E vocês amigos e amigas...o que acham desse assunto?

Rocha estranha supostamente encontrada na Sibéria em fevereiro 2015
Fontes: Revista Galileu e Mysterious Universe

Quando amanhecer, você já será um de nós...


CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Links Relacionados:

0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave