30/04/2013

A morte de Tupac Shakur e os Illuminatis parte 2


Olá galera atormentada...Hoje continuamos, e finalizamos, o assunto iniciado ontem (clique aqui para acessar). Segue abaixo a parte dois da teoria da conspiração que explica o envolvimento dos Illuminatis com a morte do Rapper Tupac Shakur. Aproveitem...

Após a morte de B.I.G. e durante a investigação policial, um detective investigava a ligação entre os dois atentados mas demitiu-se por não o deixarem investigar, e isso foi noticia. Esse agente confirmou que todas as provas apontavam para o envolvimento Suge Knight e Puff Daddy. Ou seja, estes dois empresários que se odiavam eram os responsáveis pela morte dos seus discípulos...

Este detective disse mais, ele referiu até a denuncia de Snoop Dog, que foi mantida fora da investigação na morte de Tupac. Snoop tinha dito saber quem matou Tupac.


Snoop Dog disse várias vezes que foi Suge Knight quem matou Tupac. Após a morte de Tupac, Snoop deixou Suge e a sua editora tendo criado a sua própria editora. Durante anos, em entrevistas e músicas, Snoop acusou Suge Knight, e este como resposta limitava-se a acusar Snoop de ser informante da policia, o que é completamente irrelevante. Até 2005 Snoop acusava Suge de ter assassinado Tupac e certo dia calou-se e nunca mais tocou no assunto. Nesse dia Snoop passou a mostrar estar completamente sob o controle daqueles contra quem Tupac lutava e a recompensa do seu silencio foi o sucesso, sendo hoje um dos rappers mais poderosos da industria:

Foto já depois de se ter remetido ao silencio e demonstrando que está sob controlo da industria
Por outro lado, em troca do seu silencio e colaboração Puff Daddy é hoje tal como Snoop Dog um dos rappers mais influentes, e juntos estes dois homens controlaram o East e West side, até à subida maçônica de Jay-Z (Jay-Z é um assumido membro da maçonaria Americana, apesar de ser rapper, já nos tempos de Tupac e BIG, foi só após se assumir maçom que começou a ter o sucesso que tem hoje). Muitos perguntam qual a lógica de um grupo poderoso como a maçonaria-Illuminati se preocupar com um simples rapper ao ponto de o querer morto. A resposta já tinha sido dada pelo próprio Tupac numa música:

"Now if choose to ride, thuggin' till the day I die. They don't give the fuck about us!While I'm kicking rhymes, getting to their children's minds. Now they give a fuck about us!"

Pois é isto mesmo, enquanto ele era um simples rapper ninguém queria saber dele, mas quando se tornou um rapper que acordava consciências, passou a ser uma ameaça à industria.

Tupac jogava o jogo de vendas East side/ West side, mas uma guerra de bairros, uma brincadeira, ele nunca atacou o BIG como atacava rappers como: JayZ, Naz e Prodigy, rappers 100% controlados pela industria e que se venderam sem oferecer resistência. Podem alegar que Prodigy canta contra a Nova Ordem Mundial... mas isso é teórico, é agenda. Prodigy antes de usar esse nome (Não confundir com o grupo electrônico Prodigy, autores de "Smack my bitch up!"), já era um rapper 100% money, bitches and fame. Podem alegar que Prodigy acordou e percebeu o controle, e agora canta contra a Nova Ordem Mundial e Illuminati, mas quem melhor para explicar a função de Prodigy do que o Papa da maçonaria?

Albert Pike, o "Papa" da maçonaria no século XIX e um dos homens mais perigosos de todos os tempos, disse: 
"Nós damos sempre ao povo os seus heróis. Damos os heróis a cada facção a cada lado de um conflito e quando as pessoas ouvem essa pessoa dizendo as coisas certas, irão segui-la. E nós esperamos e voltamos a guiar essas pessoas, dizemos "faz isto ou aquilo" e eles fazem. Nós (a maçonaria) damos o nosso poder aos heróis autorizados."

É isso que Prodigy é. É por isso que quando ouvem uma música anti Nova Ordem Mundial, não devem pensar que essa banda é honesta, e neste saco incluo bandas com uma ou mais músicas anti-Illuminati e Nova Ordem Mundial como: Muse ou Gamma Ray... bolas até Jay-Z e Dr. Dre que são maçons têm músicas anti-Illuminati, no caso do primeiro, ela foi emprestada por Prodigy que fala de Jay-Z como sendo: "a voz mais real do Hip-Hop"... mais uma coisa que expõe Prodigy como farsa.

Sem Tupac e após Snoop ter deixado a Death Row Records, Suge Knight ficou sem rappers. Como forma de seguir fazendo dinheiro, Suge editou tudo o que tinha de Tupac, que devido à sua morte atingiram recordes de vendas, como podem ver pelas vendas dos álbuns ANTES da morte deTupac:

2Pacalypsenow (1991) disco de Ouro
Strictly 4 My N.I.G.G.A.Z (1993) disco de Platina
Me Against the World (1994) 2x's disco de Platina
Thug Life: Thug Life Vol 1 (1994) disco de Ouro
All Eyez On Me (1996) 9x's disco de Platina
Makaveli: the 7day Theory (1996) 5x's disco de Platina

E depois da morte de Tupac:

R U Still Down? [remember me] (1997) 4x's disco de Platina
Greatest Hits (1998) 9x's disco de Platina
2Pac+Outlawz: Still I Rise (1999) 2x's disco de Platina
Until the End of Time (2001) 2x's disco de Platina
Better Dayz (2002) 2x's disco de Platina
The Resurrection (2003) 2x's disco de Platina
Loyal to the Game (2004) sem estatística de vendas

Tupac foi morto, não sem antes se certificarem que ele deixava muito material para ser vendido. Editou mais e vendeu mais depois da morte do que em vida, e estamos falando de pouco mais de 12 milhões de discos vendidos em vida versus 26 milhões depois da sua morte, tendo em conta que o último álbum que lançou em vida foi perto do momento em que a perdeu. Esse álbum teve uma capa interessante tendo em conta que foi morto dias depois:


Antes de referir mais algumas coincidências com este álbum irei continuar o raciocínio.

Suge Knight, foi nesta altura processado pela mulher que investiu na Death Row Records e que tinha 50% da editora, pois ela nunca tinha recebido 1 dólar do lucros da empresa. Antes de Suge Knight ter sido condenado a pagar à sua sócia mais de 100 milhões de dólares, toda a sua fortuna tinha desaparecido, tendo ele unicamente uma mansão de 6 milhões de dólares, 25.000 dólares em jóias e 1.000 dólares em roupas. Ele declarou falência e livrou-se das dívidas. Suge está hoje preso por diversos crimes violentos onde se incluem o espancamento do rapper Akon e violação de liberdade condicional, cumpre uma pena de 9 anos, mas está bem, pois só ele sabe onde está a sua fortuna.

Lembram-se de todas as coincidências apresentadas há uns anos sobre o 11 de Setembro, que por mais voltas que se desse, dezenas de fatos iam dar ao numero 11? O numero 11 é um numero que significa destruição na maçonaria-Illuminati. No caso de Tupac isto está também presente mas com o numero 7, outro numero importante para estes grupos, que a maçonaria diz ser um numero que representa a sorte, mas é tal como o numero 3, um numero que define o gozo para com as crenças humanas em particular as religiosas.

Nota: estes dados são apresentados unicamente como curiosidade e não servem de argumento fatual. O seu último álbum em vida foi: Don Killuminati the 7 day theory

Tupac nasceu no dia 16: 1+6=7
Morreu com 25 anos: 2+5=7
O seu filme Tupac: Resurrection foi lançado 7 anos após a sua morte.
A sua editora cancelou todos os lançamentos de álbuns dele por 7 dias após a sua morte.
A companhia de cinema esperou também 7 dias antes de lançar o último filme em que ele participou.
No filme Gridlock, Tupac aparece numa sala onde na parece estão pintados vários números 7 invertidos. 
Foram disparados 12 tiros e 5 deles acertaram em Tupac: 12-5=7
Antes de morrer ele esteve 7 dias vivo no hospital. 
Ele foi declarado morto às 04:03: 4+3=7 de uma Sexta-feira 13.

Tempos depois as pessoas foram distraídas da sua morte por um vídeo repleto de maus atores, onde um deles diziam ser Tupac, e assim nasceu o mito que afastou a maioria da investigação da sua morte, levando-os à busca pelo Tupac vivo. O vídeo pode ser visto aqui. Um vídeo que só é verdadeiro para tolinhos, pois a identificação do Tupac tem como base um dos homens que diz "Hide Pac, man", sem grande convicção, e o suposto Tupac não parece muito preocupado em esconder-se. Mas este vídeo teve o seu efeito e as pessoas afastaram-se da sua morte, buscando-o em vida. Dentro desta série "Bastidores da música".


Fonte: Não a Nova Ordem Mundial.

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr
3 Comentários
Comentários
3 comentários:
  1. nota dez nando , só faltou uma sonzera dele no post

    ia sugerir I'll Be Missing You que não parava de tocar aqui nas radios de londrina na epoca da morte dele

    ResponderExcluir
  2. Só espero,sinceramente,que isto não seja verdade...

    Tenho um pé no oculto,e as histórias que ouço geralmente não são encorajadoras sobre os Illuminati...

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave