09/08/2013

Dicas de Filmes: Re-Animator (1985)


Hoje o blog Noite Sinistra volta a falar de filmes. A dica de hoje é um filme da década de 80 que até fez algum sucesso, gerando mais dois filmes posteriormente. Hoje falaremos um pouco sobre o filme Re-Animator, um filme de terror bem típico da década de 80, que fala de mortos vivos. "Peguem seus sacos de vômitos crianças, pois hoje iremos ao cinema."

Ficha Técnica


Título no Brasil: Reanimator: A hora dos mortos Vivos
Título Original: Re-Animator
País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Elenco: Jeffrey Combs (Herbert West), Bruce Abbott (Daniel 'Dan' Cain), Barbara Crampton (Megan Halsey), David Gale (Dr. Carl Hill), Robert Sampson (Dean Alan Halsey).
Tempo de Duração: 95 minutos
Ano de Lançamento: 1985
Estúdio/Distrib.: Cult Classic Filmes
Direção: Stuart Gordon

Sinopse:

Ao estilo Frankenstein, Herbert West é um estudante de medicina que desenvolveu um reagente capaz de reanimar criaturas mortas. Ao lado de seu colega de quarto, Dan Cain, West precisa de corpos frescos para continuar suas experiências mórbida. Porém, seu professor, doutor Carl Hill, tem planos de conseguir os créditos da descoberta só para ele..isso se conseguir manter a cabeça sobre o corpo até o final do filme.

Crítica:

Vivemos uma época em que os zumbis estão na moda. E o filme tema dessa postagem trata justamente desse assunto, mas com algumas diferenças em relação aos filmes mais atuais. Pare e pense nos filmes de zumbis produzidos nos últimos anos, todos eles mostram um planeta devastado, ou em processo de devastação, os mortos voltam a vida, ou os vivos viram zumbis graças a algum vírus ou outra anomalia que ataca a população rapidamente criando, em pouco tempo, um verdadeiro exército de comedores de cérebros, estou certo? Claro que existem algumas exceções, mas normalmente tem sido assim. Porém o filme Re-Animator não segue essa idéia; nesse filme temos uma contaminação controlada e ela ocorre em um local apenas, um hospital.

Como em muitos filmes de terror, o gatilho que inicia a ação do Re-Animator é disparado através de um ato irresponsável e imaturo, para não dizer estúpido, justo do personagem que aparentemente é o mais inteligente da trama, Hebert West.

O nosso estimado amigo West é uma aluno do curso de medicina, em uma Universidade na Suíça e está envolvido em uma pesquisa que visa a reanimação dos tecidos mortos. Com a morte do seu professor e mentor (Hebert tenta ressuscitar o cara, mas as coisas não dão muito certo), West parte para os EUA, onde ele logo arranja treta com o professor fodão da nova Universidade, o maluco beleza Dr Hill.


West acaba alugando o porão (todos sabemos que os gênios malucos adoram porões) da casa do mocinho dessa trama, o jovem e Daniel Cain, que como todo grande mocinho de filme de terror é um bom moço, apaixonado por sua namorado a senhorita Megan Halsey, que é filha do reitor da Universidade. Nosso prezado Daniel trabalha no hospital Universitário, o que muito interessa ao maluco Hebert West, afinal Daniel tem acesso ao necrotério.



As coisas começam a se agitar quando o maluco do pedaço resolve reanimar o falecido gato do colega Daniel, sim nosso herói tem um gato. Mas o bichano ressuscitado acaba se tornado violento, como se estivesse possuído pelo capiroto. O bichano ataca Hebert e essa confusão, com gritarias ensandecidas, leva nosso amigo Daniel a descobrir em que tipo de pesquisas o pirado do Herbert está envolvido.


Agora começam as doideiras, pois Herbert convence Daniel a brincar de ressuscitador no necrotério do hospital Universitário, lembrando que o último experimento, que envolvia o bichano do nosso herói, fracassou por conta da agressividade do animal (o gato ou o Kiko?...o gato porra), e teve que ser morto novamente, extinguindo assim as 666 vidas do felino, mas mesmo assim os dois cabeças de abóbora metidos a cientista continuam com a idéia de brincar com mortos humanos. Alguém tem dúvidas de que isso daria merda? E é no hospital que a merda pega preço, e onde a batalha pela vida dos mocinhos acontece. 

Vocês devem estar se perguntando “por que devo assistir a esse filme?” Pois então, o filme não é nenhuma maravilha do mundo moderno, sem grande efeitos, mas é divertido. É um típico filme de terror da década de 80, que pode te dar alguns sustos, mas também pode proporcionar algumas risadas (como a cena em que uma cabeça separada do corpo tenta abusar da jovem Megan Halsey). Sem muitos rodeios e com muitas lacunas ele acaba sendo uma boa forma de passar o tempo.


Resta mencionar que a história é baseada livro Herbert West–Reanimator do famoso autor H.P. Lovecraft (Lovecraft assumiu ter se inspirado na obra Frankenstein, de Mary Shelley para criar o enredo de Re-Animator). Re-Animator é apontada por muitos como uma das melhores adaptações da obra de H.P. Lovecraft para o cinema. Eu discordo dessas pessoas, mas quem sou eu neah?

Re-Animator teve outros dois filmes, A noiva do Re-Animator (passou umas duas dúzias de vezes no SBT) lançado em 1990. O terceiro filme, Beyond Re-Animator lançado em 2003.



Espero que tenham gostado de mais essa dica de filme, e se alguém estiver afim de ver tal película (é por sua conta e risco...rrsrsrs), ela pode ser facilmente encontrada com legendas no You Tube.


3 Comentários
Comentários
3 comentários:
  1. Acho incrível como uma produção q já tem quase 30 anos, pode até de um certo modo impressionar, do q muitas de hoje em dia q gastam rios de dinheiro pra transformar algo assim em clichê!

    P.s.: Bem peculiar a posição q aquela loira se encontrava..rsrsrs
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa que eu gosto nos filmes antigos (principalmente filmes ainda mais antigos que o Re-Animator) é o lance do terror psicológico. Gosto também de filmes de terror que usam poucos efeitos especiais, fazendo o terror focar mais no figurino ou em truques de câmera...acho esse tipo de coisa charmosa...rsrss.

      Com relação ao terror psicológico, o legal é ver como certas coisas afetavam o imaginário do público. Por exemplo os serial killers dos anos 70 e 80, que hoje em dia são até satirizados, mas marcaram uma geração. O mesmo aconteceu com O Exorcista, um filme que causou um grande impacto na época, sendo elogiado até hj em dia, mas também há quem chama ele de fraco. Talvez filmes e sagas que marcaram a última década como O Albergue, Jogos Mortais...etc, acabem sendo considerados fracos e sem sentido daqui a alguns anos, mas eles causaram o seu impacto na geração atual...

      Com relação a posição da loira...era nessa hora com o morto vivo cuja cabeça fora decepada, tentava se divertir com a mocinha do filme...essa é uma parte um tanto hilária do filme...rrsrsrsrs

      Excluir
  2. Filmaco! Na época eu curtia filme de terror e esse realmente foi espeta claro! Eu tinha meus 11 ou 12 anos quando vi pela primeira vez,porém hoje não tenho saco para assistir esse estilo de filme....não sei se o padrão de hoje caiu muito ou se simplesmente eu deixei de gostar!

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave