06/11/2014

Cemitério de civilização desconhecida é encontrado no deserto do Atacama


A América do Sul é rica em história e mistérios relacionados com o passado (clique AQUI para conhecer alguns deles), o que acaba atraindo muitos estudiosos do mundo inteiro, como por exemplo o grupo de arqueólogos poloneses que recentemente descobriram no árido deserto do Atacama indícios da existência de uma civilização até então desconhecida.

Cerca de 150 túmulos, correspondentes a uma civilização até então desconhecida, foram encontrados no delta do rio Tambo, na região norte do deserto do Atacama, no Peru, graças ao trabalho de uma equipe de arqueólogos da Universidade de Wroclaw, na Polônia. Os restos, datados entre os séculos IV e VII de nossa era, mostram que a região norte do deserto do Atacama foi habitada por uma comunidade agrícola incógnita antes da civilização Tiwanaku. “Esses túmulos foram cavados na areia sem nenhum tipo de estrutura de pedra e, por esta razão, eram difíceis de localizar e também não foram alvos de ladrões”, afirmou Józef Szykulski, a chefe do projeto do qual participaram também pesquisadores do Peru e da Colômbia.

As condições climáticas próprias do deserto ajudaram a conservar em bom estado o conteúdo das tumbas. “Esses são sepultamentos de pessoas praticamente desconhecidas, que habitaram a região antes da expansão da civilização Tiwanaku”, afirma Szykulski. Ela acrescenta que as características dos túmulos permitem deduzir que já havia uma clara divisão social entre as pessoas nessa comunidade. Entre os muitos objetos encontrados no interior das tumbas, estão ferramentas de tecido ricamente decoradas, artigos de joalheria e cocares elaborados, feitos com lã de camelídeos. Enquanto alguns dos corpos estavam embrulhados em esteiras, outros se encontravam em sudários de algodão e outros, ainda, em redes, dando a entender que a atividade da pesca fazia parte da cultura dessa civilização.


“Dentro de algumas tumbas foram encontrados arcos e coldres com flechas com pontas de obsidiana. Essa é uma descoberta muito interessante, já que os arcos são uma grande raridade no Peru”, explicou o arqueólogo. Além disso, ele afirmou que foi encontrado o esqueleto de uma lhama, o que indicaria que esse animal foi introduzido na região desértica muito antes do que se havia pensado.




Fonte: History Channel

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave