02/04/2015

Tesla e sua relação com alienígenas


Nikola Tesla é considerado um dos homens mais inovador e misterioso que já viveu. Dias atrás em uma das postagens sobre Deep Web aqui do Noite Sinistra, um debate envolveu o nome do cientista. Um amigo havia dito que, em matéria de artigos, livros e material de pesquisa, tudo que existe na Deep Web pode ser encontrado na Internet comum. Outro leitor retrucou e usou as pesquisas de Tesla confiscadas pelo FBI, que segundo ele podem ser encontradas na Deep Web, para demonstrar o contrários do que o primeiro leitor havia afirmado, e assim o debate se desenvolveu.

De fato existe muito material sobre Tesla, tanto na Deep Web como na internet comum, e até documentários foram feitos a respeito dele e de algumas teorias da conspiração relacionadas a Tesla, o que torna difícil saber o que é fato ou suposição.


Mas é inegável a importância do cientista, falecido em 7 de Janeiro de 1943, através de seus estudos e ensaios teóricos no desenvolvimento de tecnologias usadas atualmente, como sistemas de potência eléctrica em corrente alternada (AC), incluindo os sistemas polifásicos de distribuição de energia e o motor AC, com os quais ajudou na introdução da Segunda Revolução Industrial. Se Tesla não tivesse inventado e pesquisado tudo que fez no seu tempo, nossa tecnologia hoje seria consideravelmente mais atrasada.

O disco voador de Nikola Tesla

Mas há algo mais a respeito de Tesla? Ele realmente teve contato com alienígenas, como ele mesmo alegava? Ele foi um dos inventores mais espetaculares que a nossa civilização já conheceu; suas ideias e conhecimento iam muito além do que era conhecido e aceito durante seu tempo de vida.


Tesla era um gênio e suas invenções e ideias não tinham fronteiras. Há mais de cem anos, durante a primeira década do Século XX, Tesla deu entrada a um pedido de patente para uma aeronave peculiar, que ele chamou de “o primeiro disco voador do mundo“.

Os métodos utilizados no desenho do disco voador igualavam às descrições daqueles que alegavam ter visto um OVNI por dentro: com um condensador discoidal, possuindo tamanho suficiente para fornecer empuxo para o voo, enquanto outros pequenos condensadores permitiam o controle da direção do disco voador, ao qual ele adicionou um sistema de estabilização por giroscópio e um controle de impulso elétrico.

E se isto não fosse o suficiente, Tesla tinha mais: o interior da nave era equipado com telas planas e câmeras de vídeo externas para os pontos cegos dos pilotos. O OVNI de Tesla possui olhos, e estes foram feitos de lentes eletro-ópticas, colocadas em quadrantes, permitindo assim que o piloto visse tudo.


As telas e monitores são colocadas num console onde o piloto pode observar todas as áreas ao redor do veículo, e a invenção incrível de Tesla incluía lentes de aumento, que poderiam ser usadas sem mudar as posições.

Basicamente, ela é uma nave incrivelmente bem projetada, uma que poderíamos na verdade conseguir construir hoje. Ou será que já a construímos? O que aconteceu à esta invenção? Por que não estamos voando até o espaço dentro desta incrível invenção de Tesla?

Apesar da patente ter sido concedida a ele, o OVNI, ou melhor OVI (Objeto Voador Identificado), tinha um contratempo: Já que a nave não incluía uma fonte de energia própria, ela necessitava ser energizada por torres de transmissão sem fio; as fontes de ‘energia livre’ de Tesla.

A falta de financiamento levou ao abandono do desenvolvimento dessas torres. Assim, no final, a nave também caiu na obscuridade, e o disco voador de Tesla nunca foi construído.

Mas espere. Na verdade não tenha tanta certeza de disso, pois o Serviço Secreto dos EUA apreendeu todas as patentes pertencentes a Tesla após sua morte “por razões de segurança nacional“.

Então, se as ideias de Tesla fossem insanas, como algumas pessoas as categorizaram, por que o Serviço Secreto dos EUA iriam apreender as patentes por razões de segurança nacional? Hummm, vamos pensar quanto a este respeito por um minuto.

As ideias do grande Nikola Tesla são incríveis, e melhor ainda, muito além de seu tempo. Muitas de suas invenções almejavam contribuir para com a paz mundial através de acesso à energia livre, mas os governos e financiadores da época não seguiam o progresso da mente de Tesla.

Anos mais tarde, seus modelos e projetos tecnológicos revolucionários foram usados pelos nazistas (não da forma que Tesla havia imaginado), e agora vários de seus projetos estão retidos pelo serviço secreto, muito longe dos olhos do público em geral.

Tesla teve contato com Alienígenas?

Um livro escrito por Tim R. Swartz – “The Lost Journals of Nikola Tesla” (Os Diários Perdidas de Nikola Tesla – tradução livre) fala sobre o suposto contato de Tesla com seres de outros planetas, e de como isso influenciou o cientista em algumas de suas pesquisas.


Tim Swartz foi entrevistado há alguns anos por Sean Casteel, colaborador da ufodigest.com, e Swartz relatou alguns fatos históricos do início da carreira de Tesla que ele havia pesquisado.

“Tesla nasceu na Iugoslávia“, disse Swartz, “na área onde hoje é a Croácia, à meia-noite entre 9 e 10 de julho de 1856. Ele era um gênio desde muito jovem. Existem algumas pessoas, eu acho, através da história, que eu poderia classificar como super-gênios. Esta é a melhor descrição que eu posso pensar. A maioria das pessoas concordariam que Einstein era um dos nossos maiores gênios. Talvez também Leonardo da Vinci. E, é claro, Nikola Tesla deveria encaixar dentro deste grupo, porque ele parecia ter uma mente que era aberta para o universo“.

“Eu suponho que esta é uma forma muito exotérica de olhar a isso“, ele continuou, “mas ele tinha a habilidade de visualizar suas idéias a tal ponto que podia realmente ver de forma tridimensional aquilo que estava visualizando. Como ele mesmo falou, ‘parecia que isto ficava no ar bem na frente dos meus olhos‘ “.

“Todo o nosso sistema elétrico“, explicou Swartz, “trabalha com Corrente Alternada. Na época de Tesla, o Thomas Edison tinha aparecido com um sistema para entregar eletricidade às casas e prédios, que era baseado em Corrente Contínua, ou Direta. A Corrente Contínua funciona bem, contudo ela não pode ser enviada às longas distâncias. Provavelmente a cada quilômetro teria que existir uma estação para novamente aumentar a força e reenviá-la por mais um quilômetro. É um sistema muito ineficiente e somente bom para algumas áreas fechadas“.

Tesla, ao contrário, criou um gerador baseado em Corrente Alternada, o qual pode enviar energia por centenas de quilômetros antes de ter que ser retransmitido. Esse fato causou uma revolução na época. Ele construiu uma versão funcional do gerador AC (Corrente Alternada) e o foi o primeiro a construir uma grande usina geradora de força nas Quedas de Niágara, para fornecer eletricidade para a cidade de Nova Iorque.

“Era barata, limpa, eficiente, e funcionava de verdade“, disse Swartz.

Logo após, Nikola Tesla inventou o rádio. Embora popularmente o crédito desta invenção tenha sido concedido ao Marconi, a Corte Suprema dos EUA declarou alguns anos após a morte de Tesla que sua patente havia precedido à de Marconi e que Tesla é oficialmente o pai do rádio. Tesla também criou o primeiro aparelho de controle remoto, o qual demonstrou quando controlou à distância um pequeno barco operado por baterias sobre um lago. Ele também projetou um torpedo para ser usado em caso de guerra, que era controlado por controle remoto.


Foi quando ele estava trabalhando em um receptor de rádio para monitorar tempestades de raios que Tesla encontrou algo extraordinário.

“Tesla achou que possivelmente tivera recebido um sinal de rádio do espaço“, disse Swartz, “que poderia concebivelmente ser de extraterrestres. Para época, esse era um conceito espantoso. As pessoas daquela era especulavam que poderia haver vida em Marte, mas ninguém levava isso muito a sério. Em 1899 Tesla estava conduzindo seus experimentos em Colorado Springs, no estado do Colorado, EUA, com um receptor de rádio grande, porque ele estava fascinado pela forma com que os raios se comportavam em uma tormenta. Ele estava tentando encontrar uma forma de capturar a força das tempestades de raios. E uma noite, ele recebeu aquilo que chamou de sinais regulares. Sabe, como bip, bip, bip. Não aquela estática normal que você escuta de tormentas de raios e relâmpagos. Na época ele imaginou que poderia estar escutando ‘um planeta comunicando com outro‘, como ele mesmo colocou. A partir daquele momento, isto se tornou quase que uma obsessão sua – construir receptores de rádios melhores para tentar repetir o feito. Ele chegou ao ponto de alegar que estava realmente recebendo transmissões de voz. Ele disse que aquilo soava como uma conversa entre pessoas. Tesla fez algumas anotações dizendo que estava realmente escutando seres inteligentes de outros planetas a conversar, e embora ele não sabia que linguagem eles falavam, ele achava que os entendia“.

Um ponto interessante é que na época em que Tesla estava escutando aquelas vozes alienígenas em seu equipamento de rádio primitivo, 1899, os Estados Unidos estavam passando pela ‘Grande Onda de Naves Aéreas‘. O pesquisador, historiador e perito em OVNIs, Dr. David Jacobs, acredita que esta foi a época em que os primeiros contatos verdadeiros com OVNIs ocorreram nos céus daquele país, quando as pessoas que estavam familiarizadas somente com balões de ar quente começaram a ver naves metálicas voando sobre suas casas e áreas agrícolas, abduzindo algumas vacas e conversando com fazendeiros em linguagem além de suas compreensões. Apesar de muitas pessoas não acreditarem na teoria dos ‘Astronautas da Antiguidade’, que diz que os contatos com humanos começaram desde nossa pré-história, Jacobs acredita que as alegações de Tesla foram verdadeiras.

Este fato nos faz indagar: Alienígenas tiveram alguma influência nas criações de Tesla? No livro “The Day After Roswell” (O Dia Depois de Roswell – tradução livre), escrito pelo falecido Coronel Philip Corso e seu colaborador Bill Birnes, é alegado que a tecnologia encontrada no disco de Roswell foi compreendida e usada como base para inúmeras invenções, inclusive a fibra óptica e muitas outras coisas que achamos normal hoje em dia. Algumas pessoas até imaginam que os alienígenas ‘implantaram as sementes’ de algumas das maravilhas de nossa época, ou até mesmo as inspiraram diretamente por intermédio de pensamentos transmitidos diretamente até nós.

De qualquer forma, existe a possibilidade de algum tipo de sobreposição entre os contatos por voz de Tesla e as invenções que surgiram logo depois, embora isto seja impossível de provar. Tesla achava que as vozes estavam vagarosamente preparando a humanidade para ser conquistada e dominada. Nas “Publicações Perdidas de Nikola Tesla”, Swartz relembra a interessante cronologia da ‘batalha’ de Tesla com esses alienígenas, os quais ele acreditava serem nossos inimigos.

Mais tarde, Tesla declarou publicamente que havia recebido transmissões de extraterrestres e foi sujeitado à ridicularização padrão que as testemunhas de OVNIs conhecem bem quando se manifestam com seus avistamentos. Mas ele permaneceu firme em sua convicção de que as vozes eram genuínas e apresentavam uma ameaça à vida na Terra.

Em um texto publicado pelo New York Times, em 1937, Tesla anunciou que havia aperfeiçoado “um novo e compacto aparelho no qual quantidades consideráveis de energia poderiam ser disparadas através do espaço interestelar a qualquer distância, sem qualquer dispersão". Isso deu origem à lenda do "Teslascope", mencionado por seu discípulo Arthur Matthews, mas cuja existência nunca foi confirmada. Levando em consideração que quase tudo o que Tesla disse e inventou soou incomum ou extravagante, para logo transformar-se em ciência de grande potência, não seria exagerado se voltássemos a dar atenção ao seu possível contato com vidas extraterrestres.

Tim Beckly, editor da Global Communications forneceu mais informações sobre a conexão entre Tesla e os OVNIs.

“Há muitos que acreditam“, disse Beckley, “que Tesla era na verdade um tipo de ‘criança das estrelas'; que ele nasceu em outro planeta e foi deixado na porta de seus pais adotivos. Esta teoria especulativa foi primeiramente sugerida em um livro de Margaret Storm.

Leia Mais: Boriska: Um garoto superdotado ou um alienígena entre nós?


“A ideia de que Tesla nasceu em outro planeta“, continuou Beckley, “parece ter originado de um homem chamado Otis T. Carr, um médico de Baltimore e inventor, o qual alegou ter trabalhado lado-a-lado com Tesla por anos. Carr diz que descobriu pequenos detalhes da vida do grande inventor, os quais ninguém conhecia, inclusive que Tesla não era ‘daqui’.

De acordo com Beckley, Carr mais tarde inventou um aparelho em forma de disco, o qual, segundo ele, por meros US$ 14 milhões nos levaria até Marte ou qualquer outro lugar de nosso sistema solar.

“Carr era uma figura controversa“, adicionou Beckley, “mas ninguém foi capaz de provar que ele não trabalhou com Tesla em Manhattan, onde Tesla morava no New Yorker Hotel. Nós sabemos porém que Tesla era fascinado com a possibilidade de vida em outros planetas“.

Beckley reiterou as declarações de Swartz sobre as tentativas de Tesla em estabelecer contato via rádio com os alienígenas.

“E ele poderia ter tido sucesso em alcançar as estrelas“, disse Berckley. “Além disso, dizem que Tesla desenvolveu um aparelho que permitiria qualquer pessoa contatar os extraterrestres. O aparelho ficou em exposição no Canadá por vários anos, até que seu proprietário faleceu“.

Tesla faleceu em 1943, pobre e em obscuridade. À medida que ele se mudava de hotel para hotel, fugindo de suas dívidas, ele muitas vezes deixava para trás valises com suas anotações e diagramas de invenções não acabadas. A lenda diz que após sua morte o governo dos EUA interferiu e confiscou o material, acreditando que o mesmo continha projetos para novos armamentos e assim era relevante à segurança nacional.


Mas, aparentemente algumas dessas anotações escaparam das mãos do governo. Em um leilão de 1976, em Newark, Nova Jersey, um colecionador chamado Dale Alfrey, comprou quatro caixas de papeis por aproximadamente US$25. Alfrey primeiramente pensou que tinha comprado as anotações de um escritor de ficção científica e não tinha ideia da importância do conteúdo da caixa. Vinte anos mais tarde Alfrey começou a realmente ler o material e tentar preservar os papeis afetados pelo tempo, digitalizando os documentos. Enquanto estava absorvido em seu trabalho, ele foi visitado por três homens vestindo roupas pretas, que pareciam a ele como agentes funerários. Eles ofereceram de comprar os papeis de Alfrey, o qual respondeu que estes não estavam a venda.

Após mais discussões, as quais incluíram ameaças dos homens, os três visitantes deram as costas simultaneamente e se retiraram. Alfrey sentiu como se estivesse recuperando sua consciência após um transe mental. Quando ele correu de volta para dentro, os papéis haviam desaparecido, como também o disco rígido de seu computador. Ele nunca se recuperou completamente da experiência com os Homens de Preto, porém ele reteve muito daquilo que havia lido nos documentos de Tesla, e repassou as informações para que Swartz escrevesse o livro.

Fontes: OVNI Hoje , History Channel e Wikipédia

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

6 Comentários
Comentários
6 comentários:
  1. Qual cientista/inventor não tem o seu lado louco? Tesla tinha o dele!
    Não sou apto a falar dele, pois nunca li ou estudei algo sobre ele. Até para ser sincero, este texto do NS foi a maior informação que li sobre o Tesla.
    Mesmo assim tem duas coisas que posso afirmar: conheço pessoas inteligentes, de grande conhecimento que admira muito Nikola Tesla; e desde sua independência, talvez até antes, quando os estadunidenses não ocultaram informações importantes com a famosa desculpa da "segurança nacional".

    PS.: posso estar enganado, mas não tem um vídeo no "Youtube" que mostra um disco voador parecido com este desenho do Tesla sendo testado pelos estadunidenses antes de eles dizerem que foram para Lua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compartilha o vídeo aqui.

      Eu já vi um vídeo desses, mas, supostamente, ele era o vídeo de um OVNI desenvolvido segundo projetos Nazistas...mas vai saber neah...

      Excluir
    2. https://www.youtube.com/watch?v=jreE2ayXiSM

      Excluir
  2. Tesla é em minha opinião a maior mente que já existiu na terra. Ele uma inteligencia muito superior a varios genios que tem o reconhecimento maior por parte da população. Não observaram isso na epoca, pois a mente humana era e ouso dizer que ainda é incapaz de perceber o quão absurda era sua genialidade. Estariamos mais proximos da pré história do que da tecnologia atual se não fosse pela existencia de Tesla. Não vou citar aqui tudo o que ele fez por nós, mas quem estiver interessado pesquise no google e com certeza ira se tornar um grande fã daquele que é o maior gênio de todos os tempos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tesla foi um gênio, porém ele só não foi mais importante e famoso, pois muito do que ele criou acabou sendo roubado (sugiro a leitura desse texto aqui: http://www.mdig.com.br/?itemid=13161). Mas concordo com vc amigo...Tesla foi um dos maiores que o mundo já viu.

      Se tem um personagem real que poderia ter sido usado para inspirar os roteiristas na criação do pai de Tony Stark, esse cara é o Tesla....rsrsr

      Excluir
  3. Seria interessante uma matéria sobre o que foi pego pelos nazistas de Tesla!!!

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave