05/06/2015

A diferença entre Serial Killers, Spree Killers e Mass Murderers


Serial Killers exercem um certo fascínio em algumas pessoas, talvez porque muitos deles eram pessoas com inteligência acima da média, ou por alguns deles terem sido pessoas bem sucedidas na sua carreira profissional e, até certo ponto, bem sucedidos em esconder do resto do mundo o seu desprezo pela vida alheia. Seriados de televisão, filmes e documentários também são um fator que desperta em certas pessoas uma certa idolatria em relação aos serial killers, algo que eu acho preocupante, afinal de conta pessoas capazes de cometerem inúmeros assassinatos e que normalmente não possuem empatia alguma com a vida alheia não deveriam ser idolatradas. Mas essa é uma opinião pessoal minha, e sem importância para o texto abaixo.

Serial killers são assassinos puramente predatórios e sem nenhum pingo de empatia, mas que instigam um macabro interesse nas pessoas comuns. Embora representem menos de um por cento dos assassinos conhecidos, eles recebem um nível anormal de atenção da mídia (principalmente em países como os EUA), muito devido a incompreensível selvageria dos seus crimes. Por esses fatores o termo serial killer já faz parte do nosso cotidiano, da nossa cultura e, talvez por isso, seja tão erroneamente empregado. É bastante comum ver matérias em jornais, revistas e na internet tachando determinado assassino ou criminoso de serial killer. O conhecimento geral parece hoje em dia chamar qualquer assassino que se torne notório, famoso, de serial killer.

Eu mesmo cometi várias vezes esse engano em publicações aqui do blog Noite Sinistra, e coloquei o "Marcador" serial killer, para um criminoso que não se enquadrava corretamente nessa definição. Como todos estamos fadados a cometer erros, mas poucos de nós tem a possibilidade, e as vezes a capacidade, de admitir e corrigir esses erros, eu decidi publicar essa matéria, que visa ampliar nosso conhecimento na área. O texto abaixo foi originalmente publicado no site O Aprendiz Verde (uma grande referência para mim, e para muitos blogs que falam de crimes notórios, sugiro fortemente que os amigos e amigas visitem esse site), e explica um pouco sobre a diferença entre três importantes tipos de assassinos: serial killers, spree killers e mass murderers.

Mass Murderer (Assassino em Massa)

Mass murderer, no português “assassino em massa”, é o criminoso que perpetua o chamado assassinato em massa. O assassinato em massa é caracterizado pela morte de várias pessoas num mesmo local. As vítimas são mortas aleatoriamente pelo assassino, mas podem também ser mortas por uma razão específica, retaliação por exemplo. Um assassinato em massa ocorre geralmente quando o autor do crime está profundamente perturbado. Ele normalmente sofre um surto psicótico que distorçe a sua realidade. Na maioria das vezes, o mass murderer ou assassino em massa é morto no local do ataque, normalmente ele é morto por suas próprias mãos, ou seja, após matar várias pessoas ele comete suicídio.

Do ponto de vista psicológico, o assassinato em massa é um ato premeditado de vingança de um indivíduo desesperado contra a sociedade. Um bom exemplo de assassinato em massa, e que ainda refresca a memória de todos nós, foi o massacre cometido por James Holmes (clique AQUI para saber mais sobre ele) durante a estréia do filme Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge, em um cinema do estado norte-americano do Colorado. Os assassinatos cometidos por James Holmes é um excelente exemplo da assinatura de um assassino em massa em termos de concepção e execução.
 
  • Os assassinatos foram cometidos num mesmo local, neste caso, dentro de uma sala de cinema; 
  • As 12 pessoas que morreram durante o ataque foram mortas aleatoriamente; 
  • James Holmes claramente efetuou o ataque durante um surto psicótico. “Eu sou o Coringa!”, disse ele ao ser preso;


Na maioria das vezes, mas não sempre, os assassinos em massa são mortos na cena do crime, seja pela polícia seja por suas próprias mãos. Neste caso específico James Holmes difere de outros assassinos em massa, pois ele não foi morto e não cometeu suicídio.

Portanto, as principais características que identificam um Mass Murderer são:
  • Os assassinatos são cometidos em um só local; 
  • As vítimas são mortas aleatoreamente, sem distinção de raça, gênero ou idade; 
  • O assassino claramente sofre de problemas mentais e efetua o massacre durante um surto psicótico; 
  • O motivo do ataque costuma ser uma espécie de vingança do assassino contra a sociedade que (em sua mente) o desprezou; 
  • Na maioria das vezes são mortos pela polícia ou cometem suicídio após o ataque.


Outros casos famosos que podemos citar de Mass Murderers são:
  • Adam Lanza, autor do massacre na escola primária de Sandy Hook (clique AQUI para ler sobre o caso);
  • Seung-Hui Cho, autor do massacre de Blacksburg (clique AQUI para ler sobre o caso);


Spree Killers

Segundo o FBI, spree killings caracterizam-se pelo assassinato de várias pessoas em dois ou mais locais diferentes com quase nenhum tipo de intervalo entre eles e costumam ser cometidos por dois ou mais assassinos. Assassinos que cometem spree killings são chamados de spree killers (não há uma tradução literal para o português. Em livros vocês poderão encontrar traduções para essa expressão como assassinos impulsivos e/ou assassinos relâmpagos). Muitas vezes os spree killers conhecem suas vítimas e os primeiros assassinatos podem ser cometidos contra membros da família ou parceiros sexuais.

A primeira diferença entre mass murderers e spree killers consiste no local dos assassinatos. Enquanto o mass murderer comete o ataque em um só local, o spree killer ataca em 2, 3 ou mais locais. Consequentemente existe um intervalo de tempo entre os ataques, o que inexiste no mass murder, já que ele é cometido em um só local. Outra diferença consiste nos assassinos. Enquanto um mass murderer premedita sua ação e age sozinho, um spree killer costuma agir com outros spree killers e normalmente seus ataques não são premeditados e sim impulsivos, como se fosse um ataque de fúria. Eles pegam suas armas e saem matando.

As principais características dos spree killers são: 
  • Ataques em dois ou mais lugares distintos; 
  • Várias pessoas são assassinadas em cada um dos locais nos quais atacam; 
  • As vítimas são mortas aleatoriamente, sem distinção de raça, gênero ou idade; 
  • Intervalo de tempo entre os ataques é mínimo, podendo ser de horas ou de poucos dias; 
  • Spree killers costumam atacar juntos, podendo ser 2, 3, 4 ou mais.

Casos famosos de Spree Killers
  • Maníacos de Dnepropetrovsk - dupla de assassinos ucranianos que mataram diversas pessoas em Dnepropetrovsk e arredores em um verdadeiro frenesi assassino entre junho e julho de 2007 (clique AQUI para ler sobre eles);
  • Família Manson - grupo liderado por Charles Manson (clique AQUI para ler sobre ele), que matou 7 pessoas em diferentes ataques entre os dias 9 e 10 de agosto de 1969;


Serial Killers

O serial killer é, sem dúvida, o assassino mais profundo dos três, o mais difícil de pegar e o mais difícil de entender. Apesar de (comumente) ser um indivíduo que sofre de distúrbios mentais, assim como os mass murderers e spree killers, os serial killers costumam se camuflar na sociedade. Eles se escondem atrás de uma máscara. Existem dezenas de famosos casos envolvendo serial killers os quais eram homens acima de qualquer suspeita, pessoas bem sucedidas, com inteligência acima da média; casados, pais de família, empresários bem sucedidos. Isso, entretanto, era o que a sociedade via, por debaixo de sua máscara existia um psicopata sádico que matava sem nenhum pingo de remorso.

Mas bom, o que é um serial killer? No que ele difere dos mass murderers e spree killers?

Serial killers são assassinos que, como o próprio nome diz, matam em série, de forma serial. Bom! Mas o mass murderer e o spree killer também matam de forma serial, não? E é aqui que entram duas características importantes para se distinguir um serial killer dos demais: eles matam uma pessoa por vez e o intervalo entre o assassinato de uma e outra vítima é longo, podendo durar dias, semanas, meses e até anos.

Além disso, a vítima para o serial killer é tão importante quanto sua própria vida, pois ela representa uma fantasia dentro da sua mente. O serial killer tem imenso prazer no ato de matar e vive aquele momento (do assassinato) de forma bastante intensa, por isso, serial killers costumam matar uma pessoa por vez e quase nunca duas ou mais no mesmo ataque. É como se cada uma de suas vítimas representasse o seu mundo, eles podem passar horas torturando ou horas picando um corpo. Após o assassinato eles voltam para suas vidas normais em sociedade como se nada tivesse acontecido e, posteriormente, quando o desejo de matar torna-se irresistível, eles atacam novamente. Por isso o intervalo do assassinato entre uma vítima e outra é grande, podendo levar vários dias, semanas, meses e até anos.

Aqui definimos então dois fatores importantes que caracterizam um serial killer:
  • Eles costumam matar 1 pessoa por vez;
  • O tempo entre um assassinato e outro é longo;
  • Costumam matar pessoas com um mesmo perfil (branco ou negro, mulher ou homem, somente prostitutas, somente homossexuais, somente travestis…);
  • As vítimas representam objetos de fantasia para o assassino.

Além disso, o perfil das vítimas é um fator importante para caracterizar um serial killer. Diferentemente do mass murderer e do spree killer, que matam aleatoriamente, serial killers matam sempre o mesmo tipo de pessoa, ou pessoas que possuem pelos menos algumas características em comum. A explicação para isso é que determinado tipo de pessoa (branco ou negro, mulher ou homem, criança ou velho, loira ou morena, travesti ou prostituta…) representa uma fantasia na mente do serial killer.

Casos famosos de Serial Killers
  • Ted Bundy - um dos mais inteligentes em bem sucedidos serial killers dos EUA, sua onda de crimes se estendeu de 1974 a 1978. Ele matou cerca de 35 mulheres (clique AQUI para ler mais sobre ele);
  • Edmund Emil Kemper - assassino norte americano que autor de cerca de 10 mortes na década de 70 (clique AQUI para ler sobre);
  • John Wayne Gacy - conhecido como "O palhaço assassino", foi sentenciado pela morte de cerca de 33 pessoas (clique AQUI para ler sobre).





Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

2 Comentários
Comentários
2 comentários:
  1. Muito bom! Ja tinha lido sobre isso antes mas confesso que sempre confundia e colocava todo mundo no mesmo pacote de serial killer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antes de conhecer melhor essas classificações eu também colocava todos na classe Serial Killer...

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave