05/11/2013

A cidade encantada de Jericoacoara


Saudações amigos e amigas. Chegou a terça feira, e com ela mais uma edição da série "Histórias e Lendas brasileiras". A história de hoje é um mito cearense que envolve uma das mais belas cidades litorâneas brasileiras. Venha comigo conhecer mais uma curiosidade desse nosso imenso país.

Na cidade de Jericoacoara, no Ceará, diz a lenda que, debaixo do morro do farol local, existe uma linda princesa encantada, morando numa gruta, cheia de riquezas. A Princesa foi transformada numa serpente com escamas de ouro, com a cabeça e os pés femininos. O encantamento só será desfeito se alguém for sacrificado e com o sangue deve-se desenhar uma cruz no dorso da serpente, o que devolveria a princesa a sua forma humana.

Na praia, quando a maré baixa, existe uma passagem secreta, um túnel, no qual só pode entrar engatinhando. Porém, não é possível percorrer todo o túnel pois existe um portão de ferro que limita a passagem. A cidade encantada e a princesa estariam além daquele portão.


De acordo com a lenda, ela só pode ser desencantada com sangue humano. Assim, no dia em que alguém for sacrificado junto do portão, abrir-se-á a entrada para um reino maravilhoso. Com o sangue será feita uma cruz no dorso da serpente, e então surgirá a princesa com toda sua beleza, cercada de tesouros inimagináveis, e a cidade com suas torres douradas, finalmente poderá ser vista. Então, o felizardo responsável pelo desencantamento, poderá casar com a princesa cuja beleza é sem igual nesse mundo.

Mas, como até hoje não apareceu ninguém disposto a quebrar esse encanto, a princesa, metade mulher e metade serpente, com seus tesouros e sua cidade encantada, continuam na gruta a espera do seu salvador.

Essas princesas-serpentinas são comuns no folclore nortista. Mário Melo fala da furna da Serra Talhada, em Vila Bela, Pernambuco, morada duma princesa semelhante a esta.

Origens da lenda

Princesas tornadas serpentes são vestígios do ciclo das Mouras na península ibérica. Em Portugal quase a totalidade das Mouras Encantadas vive sob a forma de serpentes. Nas noites de São João ou Natal, antes da meia-noite, voltam à forma humana, tornadas mulheres lindas, cantam, penteando-se com pentes de ouro. Ao seu lado pode-se ver a pele de serpente à espera do corpo para a continuação da maldição. O ferimento, mesmo diminuto, bastando apenas que derrame sangue, quebra o encanto. Aqui a lenda se assemelha com o mito da Cobra Norato, do Pará.

A tradição de Jericoacoara é legitimamente portuguesa e a princesa enfeitiçada é uma "moura", esquecida em seu castelo obscuro, guardando ouro, joias, pedrarias, barras de prata, montões de moedas, para o herói audacioso que resolva lhe "quebrar" o encanto. Em toda a Europa e Ásia, existem relatos muito antigos de vários povos que falam de cidades encantadas, onde moram reis e princesas, outras vezes raças de inteligência superior.

Vinda da Europa, pelos espanhóis, havia a lenda que falava de um lugar maravilhoso que poderia estar oculto nas florestas virgens da América do Sul, onde as pessoas viviam eternamente. Ali Se alimentariam da água da Fonte da Juventude eterna. Também os espanhóis acreditavam existir uma fenomenal cidade subterrânea, recheada de tesouros fabulosos, nas montanhas dos Andes, seu nome seria Cibola.

Farol de Jericoacoara


Quando amanhecer, você já será um de nós...

2 Comentários
Comentários
2 comentários:
  1. Passeio uns dias em Jericoacoara e recomendo para todo mundo! Lá é bonito d+! Não conhecia esta lenda, senão iria investigar lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tive vontade de conhecer essa cidade...Esse ano eu irei para o Ceará (minha esposa é natural do interior do CE), mas infelizmente não passaremos pelo litoral...vamos direto para o interior...mas o sonho permanece...um dia ainda visto esse belo lugar...

      Abraço manolo...

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave