09/01/2014

The Money Pit, a misteriosa ilha do tesouro


Desde o final do século XVIII, quando um rapaz de 16 anos chamado Daniel McGinnis descobriu uma pequena depressão circular que não parecia em nada uma formação natural, na pequena Ilha canadense de Oak, no litoral da Nova Escócia. Essa descoberta acabou criando lendas que tornaram a região conhecida por supostamente esconder um grande tesouro, que estaria neste profundo poço que vem sendo escavado e explorado desde então. Os canadenses o chamam de "The Money Pit", e vêm mexendo com o imaginário de caçadores de tesouros a mais de 200 anos.


A descoberta do local

No ano de 1795, quando o jovem Daniel McGinnis andava calmamente em Oak Island, ele se impressionou com um buraco no chão ao lado de um velho carvalho, cujos ramos lhe aparentou uma espécie de roldana, similar àquelas utilizadas em barcos.


No dia seguinte, Daniel voltou ao local com dois amigos que conheciam as lendas do lugar sobre piratas, e onde se fala em piratas se fala em tesouros escondidos. Eles começaram a cavar, esperando que o buraco escondesse alguma riqueza oculta. À medida que avançavam na escavação, iam encontrando a cada três metros, tábuas de carvalho numa espécie de plataforma. Ao atingirem o terceiro nível, tiveram que abandonar a empreitada, porque era muito complicada para eles.

As lendas e histórias

Há muitas teorias sobre a origem do mítico tesouro enterrado no local: Espólios de saques de Piratas, Galeões espanhóis repletos de ouro, protetores anônimos das jóias da coroa francesa pertencentes a Maria Antonieta, tesouros do Cavaleiros Templários que poderiam ter escondido ali o Santo Graal ou mesmo a Arca da Aliança, hipóteses a respeito do local ser o antigo templo de Salomão e até a prova de que teria sido Francis Bacon o real escritor das obras de Shakespeare são citadas como os possíveis tesouros escondidos em Oak Island. Estudos realizados no local na década de 90 apontaram presença de atividade radioativa no local, o que só aumenta o mistério em volta do local.

Uma das teorias sobre o tesouro é de que o "Money Pit" esconderia provas de que Francis Bacon (gravura acima) seria o criador das obras de Shakespeare.
A verdade é que esta região da América do Norte foi realmente ponto de parada de piratas durante os séculos XVII e XVIII.

Não foram só ilustres desconhecidos que tentaram a sorte no "Money Pit". Franklin D. Roosevelt, Errol Flynn e John Wayne foram alguns famosos que foram fisgados por este mistério...

Franklin D. Roosevelt
E o que mais incita as teorias é o fato de que o "Money Pit" sempre reservou muitas surpresas a seus exploradores, durante as diversas investigações e escavações realizadas no local.

Os mistérios do local

A cada 3 metros foram descobertas camadas de troncos de madeira, e posteriormente obstáculos de ferro ou fibras de coco (coqueiros não são plantas originárias da fauna canadense, o que leva muitas pessoas a acreditar que tais fibras vieram de longe), pedras em diferentes formatos, ferramentas, cimento e outros utensílios estranhos, como se alguém tivesse deixado propositalmente pistas para que fossem encontradas durante as escavações.


Em 1804, a iniciativa privada, através da empresa Onslow, dando credibilidade aos rumores de um tesouro escondido no local, retomou as escavações. Por volta da profundidade de aproximadamente 30 metros, foi encontrada uma pedra com inscrições codificadas. As inscrições foram traduzidas da seguinte maneira: "40 pés abaixo, dois milhões de libras estão enterradas". Esta inscrição diria que o tesouro estaria a uma profundidade de pouco mais de 42 metros, em uma área que está permanentemente inundada.

Réplica da pedra original.
As várias tentativas nos últimos 200 anos ultrapassaram esta profundidade, mas não encontraram nenhum tesouro. Porém, expedições na década de 70 enviaram câmeras que detectaram ossadas humanas e ferramentas.



Tesoura datada com mais de 300 anos, encontrada durante as escavações
Na década de 90 novos estudos realizados no local ajudaram a aumenta o mistério a respeito de local. Cientistas usaram a identificação por radiometria para identificar a idade do poço, o resultado foi dito como surpreendente, pois a variação ficou entre “muito antigo” e “futurista”. A explicação que se tem para esse fato é de que o poço contem uma atividade radioativa. Desde então teorias tem sido exploradas para essa radioatividade, e até uma suposta ligação desse local, com o que acontece no vale da morte na Sibéria (clique aqui para saber mais), tem sido especulada.

Como a questão é tratada atualmente

A Ilha hoje é protegida pelo governo canadense, e a alguns anos não são realizadas escavações por lá. Muitos estudiosos insistem que o "Money Pit" é uma formação natural, causada por "Areia Movediça", erosão natural e um tipo bem raro de solo que existe no local. Porém, para muitos, a Ilha de Oak continuará escondendo em suas profundezas um dos poucos mistérios não resolvidos de nossos tempos.

Em 2008 uma empresa canadense conseguiu autorização para retomar as escavações, e em 2010 teve início o que é chamada de "exploração definitiva" do "Oak Island Money Pit".







Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr
4 Comentários
Comentários
4 comentários:
  1. Nossa muito legal essa história Nando,sou amante de um bom mistério,ainda mais qdo se coloca piratas no meio e Flynn que adoro,sinceramente já não sei se encontrariam algo,pq o poço só foi descoberto muitos anos depois,então alguém pode ter dado uma passada por lá e fisgado esse 'tesouro',adoro uma boa teoria rrsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um belo e estranho lugar nesse nosso mundão. Eu também acho que se algum dia existiu um tesouro nesse lugar ele foi retirado de lá a muito tempo...e sem estardalhaços...

      Excluir
  2. o interessante de como este assunto mexe com a cabeça e a imaginação da gente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... esses assuntos criam uma vontade na gente, de pegar uma pá e uma picareta e sair cavando burrados por aí a procura de tesouros também...

      Grato pela participação...

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave