28/09/2014

O caso McKinnon: Quando um hacker invadiu arquivos dos EUA sobre OVNIs


Volta e meia tenho postado aqui no blog Noite Sinistra algum caso ufológico, onde ufólogos e céticos acabam se digladiando em defesa as suas respectivas teses.

O texto de hoje não será muito diferente, embora ele não tenha nada a ver com um caso específico de evento de possível origem extraterrestre. Hoje falaremos do caso McKinnon, que fala de quando o hacker Gary McKinnon invadiu os computadores das forças armadas dos EUA e da NASA. Durante os ataques ele teria descoberto arquivos que falam sobre seres Extraterrestres, o que acabou gerando uma guerra de afirmações conflitantes entre o hacker e o governo estadunidense.

Gary McKinnon é um cidadão britânico que foi acusado de ter entrado ilegalmente em 97 computadores das forças armadas dos EUA e da NASA, durante um período de 13 meses, entre fevereiro de 2001 e março de 2002.

As autoridades dos EUA alegam que ele teria apagado arquivos críticos do sistema operacional de um dos computadores e teria derrubado 2.000 outros computadores da rede do Exército do Distrito de Washington por 24 horas, bem como apagado logs do Armamento da Marinha, atingindo a rede de 300 computadores da base naval. Ele também foi acusado de copiar dados e senhas para seu próprio computador, dando um prejuízo total de US$ 700.000,00 para o governo.

Contudo, não só McKinnon declarou não ter feito nada do que o governo do EUA alega, mas também, em entrevista com a BBC, disse que obteve acesso aos arquivos governamentais que mostram a existência de tecnologia antigravitacional, de energia livre e que o governo daquele país realmente capturou naves alienígenas, utilizando de engenharia reversa para construir outras naves. McKinnon ainda alega ter visto fotos de “algo que não foi feito pelo homem” e “em forma de charuto” pairando sobre o hemisfério norte, como podemos ler mais abaixo:

Eu encontrei uma foto em alta definição de um grande objeto em forma de charuto sobre o hemisfério norte. Eu fiquei tão chocado pela foto que não pensei imediatamente em salvá-la. O tamanho do arquivo era tão grande que estava difícil de visualizá-lo em meu computador. Finalmente eu perdi a conexão, e a foto.

Mais tarde, quando McKinnon acessou arquivos confidenciais do U.S. Space Command, ele descobriu vários termos navais, tais como ‘transferência de esquadrilha para esquadrilha’, relacionados aos oficiais não terrestres. Ele disse: “Encontrei uma relação de nomes de oficiais… sob o cabeçalho ‘Oficiais Não Terrestres’. Isto não significa pequenos homens verdes. O que eu penso é que isso significa que suas bases não são aqui na Terra. Eu encontrei uma lista de ‘transferência de esquadrilha para esquadrilha’, e uma lista de nomes de naves. Eu fiz uma pesquisa. Não eram nomes de navios da marinha dos EUA. O que vi me fez acreditar que eles tinham algum tipo de nave espacial“.

A espantosa descoberta de McKinnon começa a deixar claro aquilo que foi revelado pelo então presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, em seu diário presidencial. Em 11 de julho de 1985, Reagan escreveu: “Almoço com 5 renomados cientistas espaciais. Foi fascinante. O espaço realmente é a última fronteira e alguns dos desenvolvimentos lá em astronomia, etc., são como ficção científica, mas são reais. Eu aprendi que a capacidade de nosso ônibus espacial é tal, que poderíamos orbitar 300 pessoas“.

O comentário de Reagan foi revelador, já que o ônibus espacial que foi recentemente ‘aposentado’, só podia carregar, no máximo, 8 pessoas e somente cinco deles foram construídos para o voo espacial. Mesmo se todas as cinco unidades estivessem completamente carregadas, seria impossível de manter 300 astronautas em órbita.

Estava o ex-presidente revelando a existência de um programa espacial altamente secreto que poderia enviar centenas de astronautas para a órbita terrestre? De acordo com dezenas de testemunhas militares e corporativas, sim.

McKinnon também teria encontrado informações sobre o que poderia ser uma esquadrilha altamente secreta de naves do tamanho de porta-aviões, que operam no espaço sideral.

O governo dos EUA solicitou inúmeras vezes a extradição de McKinnon nos últimos 10 anos, para que ele fosse julgado pelos seus crimes cibernéticos nos EUA, já que o próprio hacker admitiu ter invadido os computadores dos órgãos militares dos EUA e NASA. Porém extradição foi bloqueada pela Secretária do Interior, Theresa May.

Se fosse extraditado, ele poderia pedar uma pena de 60 anos na cadeia, mas a Secretária May bloqueou a extradição, temendo quando a saúde de McKinnon, hoje com 46 anos de idade.


O Sr. McKinnon é acusado de um crime sério. Mas também não há dúvidas de que ele esteja seriamente doente“, disse May para a Câmara Baixa (Câmara dos Comuns) Britânica.

Ele sofre da Síndrome de Asperger, e sofre de uma doença depressiva. A questão legal perante a minha pessoa agora é se a gravidade dessa doença é suficiente para bloquear a extradição. Após cuidadosa consideração de todo o material relevante, concluí que a extradição do Sr. McKinnon daria margem a um alto risco de suicídio…” disse a Secretária.

Esta é a primeira vez que o Reino Unido interferiu para bloquear um pedido de extradição dos Estados Unidos. A notícia foi bem-vinda pela advogada de Gary, Karen Todner.

Estou satisfeita com a decisão da Secretária do Interior de não extraditar Gary McKinnon. O resultado correto após todos esses anos“, ela postou no Twitter.

McKinnon ainda pode ir a julgamento no Reino Unido, mas May está deixando essa decisão para ser feita pelo Diretor de Processos Públicos, Kier Starmer.

O antigo conselheiro da Casa Branca (EUA), David Rivkin, chamou a decisão de “ridícula“.

O caso divide opiniões entre teóricos da conspiração, ufólogos e céticos em relação aos assuntos extraterrestres, e acirra ainda mais as discussões entre os grupos. Para uns os EUA fazem de tudo para extraditar o hacker para solo americano para “dar um fim” na possibilidade dele vazas algum dado que ele possa ter salvado durante essas invasões que ele realizou. Outros se limitam a afirmar que tais dados não existem, e que McKinnon inventou tais histórias para tentar ganhar a simpatia dos grupos que agora o defendem.

McKinnon e sua mãe

Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

10 Comentários
Comentários
10 comentários:
  1. É uma excelente postagem que aguça várias opiniões.

    Para mim fico sendo meio cético, pois como um individuo que diz ser "hacker" tem acesso a um arquivo relativamente importante para a ufologia e não copia, não salva?!

    O almoço do Reagan com os cientistas, também para mim, não significa nada. Afinal os cientistas precisavam vender seus peixes para o presidente. A NASA hoje está com o pé na cova. E já li que a Russia vai tirar os EUA da estação espacial.

    Outra coisa que não me conformo é os estadunidenses querer sempre a extradição de indivíduos de outros países. Agora vê se eles vão extraditar para o Brasil os pilotos assassinos que mataram dezenas de pessoas inocentes sobre a floresta amazônica e estão belos e sossegados nos EUA!?

    Fico com a segunda opinião de que este cidadão inglês mentiu para ter seus 15 minutos de fama.

    ResponderExcluir
  2. Acho que vai além de mentira, acho que ele pode ter sido ameaçado ou pelo fato do conteúdo que ele viu o deixar assustado demais sei lá! Aliás não é todo dia que você descobre que não está só no universo. Acredito em silêncio por ameaça!

    ResponderExcluir
  3. Uma coisa que ninguém falou sobre o assunto é: para quem esse hacker trabalhava? Pra mim ficou meio estranho esse lance de os ingleses não extraditarem o hacker para os EUA, até porque todos sabemos que Inglaterra e EUA estão sempre agindo juntos quando o assunto é invadir algum país do oriente médio.

    Na minha opinião esse hacker estava agindo a serviço da Inglaterra, procurando justamente informações sigilosas em relação aos norte americanos. Sabe como é neah...é sempre bom saber os podres de certos aliados, assim aumentamos nosso poder de barganha...essa é apenas uma impressão minha a respeito do assunto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom o teu raciocínio. Talvez a Inglaterra quisesse informações relevantes sobre os EUA pra ter um trunfo, caso houvesse alguma crise entre os dois países, daí colocaram um cara não-militar pra fazer o serviço, servindo de laranja pra Inglaterra. Mas o cara viu coisas que não esperava, e resolveu abrir a boca, e agora os EUA querem pegar ele pra dar um "cala a boca" nele, e o governo inglês não quer extradita-lo pra ele não revelar quem mandou e com que intenção, e evitar algum problema sério entre os dois países.

      Excluir
    2. Exatamente essa a minha ideia Ivan...

      Excluir
  4. Uma coisa vcs podem ter certeza. Por mais amigos que sejam dois países, com certeza sempre terá uma espionagem acontecendo entre os dois.

    ResponderExcluir
  5. "Estadunidense" é a cabeça da minha piroca!!!! Poorrra!, modismo irritante típico de quem escreve mal!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ehhhhhh, os "Anônimo" inteligentes estão de volta! Estava com saudades!

      Quem nasce nos EUA é o que? Americano!
      E quem nasce nos outros 34 países que formam o continente americano, são o que?

      Ah, vc como é inteligente vai dizer que não é "americano", mas sim "norte-americano". Então quem nasce no Canada?

      "Anonimo", aqui ninguém escreve mal, provavelmente foram seus professores que lhe ensinaram mal. Pois pelo que eu vejo vc aprendeu que no mundo há 07 continentes: America do norte (sem Canada), America central, America do sul, Europa, Asia, Africa e Oceania.

      Não "Anônimo"! A America é um único continente formado por 35 países independentes. Sendo assim, "modismo" hoje é não ter uma educação descente. Tanto escolar como familiar!

      Excluir
  6. OLHANDO PARA o rosto deste cara me lembrei do DRº SPOCK.. e vcs do blog sempre com boas matérias...

    ResponderExcluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave