21/01/2015

Suposta influência nazista em Blumenau


Saudações amigos e amigas. Dias atrás foi ao ar aqui no blog Noite Sinistra uma postagem que falava de um misterioso túnel que foi descoberto em Blumenau (clique AQUI para recordar). Nesse texto era apresentada algumas teorias para a origem do túnel, sendo que uma delas falava que ele poderia ser parte de um esconderijo criado pelos nazistas na cidade, pois ela poderia ser usada para receber Adolf Hitler.

Eu me interessei pelo assunto, afinal de contas sabemos que muitos nazistas se esconderam em países da América do Sul, e até no Brasil (ver o caso Mengele), logo me coloquei a pesquisar as origens da desconfiança dos habitantes de Blumenau que apontavam o túnel como uma obra nazista, e acabei encontrando uma matéria muito interessante no Site Teoria da Conspiração, que explica o assunto.

Mistério nazista em Blumenau

Fundada em 1850 por Hermann Bruno Otto von Blumenau, que chegou em um barco acompanhado de outros dezessete colonos alemães. Desembarcou à foz do Ribeirão Garcia em 2 de setembro de 1850 e dividiu a terra em lotes para que os colonos pudessem edificar suas moradias, majoritariamente casas feitas com a técnica construtiva Enxaimel.

Blumenau se tornou destino de muitos imigrantes germânicos, a exemplo do que acontece em diversas outras cidades do sul do país. A cidade possui uma agenda cultural focada nas festas baseadas no cotidiano e hábitos dos imigrantes europeus, destacando-se a colonização alemã, com a Oktoberfest.

No ano de 1934, os governantes alemães começam a mostrar fortes interesses na cidade e fazem alguns acordos, mais tarde em 1936 o governo alemão envia verba ao município para a criação do colégio Pedro II, para a ampliação do hospital Santa Isabel e para criação de um suposto ‘’teatro’’ Carlos Gomes (como é conhecido hoje em dia), para ampliação da prefeitura de Blumenau e para supostas reformas no sistema de saneamento básico de Blumenau, porém há registros de que as reformas no esgoto haviam sido feitas dois anos antes do indicado.

As obras foram inauguradas em 1939, bem no inicio da Segunda Guerra Mundia.

Voltando mais no tempo em 1934, um dirigível alemão sobre voo a cidade fazendo supostas mapeações, também como missão de reconhecimento (talvez) isso pode ser um estudo para mais tarde o governo alemão enviar as verbas destinadas a pontos chaves. Mais tarde, em 1937, outro dirigível sobrevoou a cidade, só que dessa vez nem um registro foi fundamentado apenas imagens.


Os nazistas estariam interessados na cidade em função da grande quantidade de imigrantes germânicos no local.

Os primeiros indícios vêem do teatro, inaugurado em 1º de julho de 1939, que não teria a função de ser um teatro real, mais sim uma casa. Apesar de apresentar salas de espetáculos, o local também apresenta suítes, e varias outras coisas que indiciam que o local poderia ser a uma luxuosa casa.

Teorias

Os boatos dão conta de que a casa seria destinada a receber Hitler, porém não se sabe se o local estava sendo preparado para uma eventual fuga de Hitler, em caso de derrota alemã na guerra, ou se eram preparativos dos nazistas para o pós guerra, em uma visão em que a Alemanha seria vitoriosa. A hipótese do pós guerra sugere que Hilter imaginava que venceria a guerra e a construção da casa em Blumenau seria uma especie de "pousada" para quando Hilter desejasse tirar umas férias. O fato da residência estar equipada com uma sala de apresentações seria para que o líder nazista aproveitasse de espetáculos durante sua estadia na cidade catarinense.

A própria arquitetura do local é apontada como uma prova de que o local foi construído pelos nazistas, pois o teatro-casa possui sua fachada possui semelhanças ao formato de um "cap" nazista.



Já havia sido feitas reformas no sistema de saneamento dois anos antes, apesar de a cidade não necessitar de novas reformas. Isso seria uma farsa (uma desculpa) para a construção de um túnel de fuga que liga o teatro a escola Pedro II e ao hospital santa Isabel e tem uma saída para o rio Itajaí Açu que corta a cidade.

Teatro nos dias Atuais
O túnel recém descoberto em Blumenau, e tema da postagem citada acima, não constaria no registro oficial da cidade, pois após a entrada do Brasil na guerra contra a Alemanha, o governo estadual mandou recolher todos documentos do governo nazista nas colônias alemãs. Pessoas afirmam que até mesmo alguns prefeitos simpatizantes com os nazistas teriam sido presos nesse período.


Existem relatos que pessoas que teriam tido contato com o tal túnel, que começaria no colégio Pedro II.


As demais reformas feitas na cidade com verba nazista teria a função de conquistar a confiança do povo. No anos de 1941 aconteceram desfiles onde bandeiras nazista tremularam na cidade de Blumenau. Esses desfiles seriam quase semanais.





Em 1942 foi inaugurado em Blumenau o 23° batalhão de infantaria, hoje os documentos dizem que era para a preparação de jovens para uma eventual invasão dos alemães na America do Sul. Porém os boatos eram de que o governo brasileiro já havia tomado conhecimento da ação dos nazistas na cidade, e a implantação do quartel no local seria com a intenção de manter uma tropa permanente na cidade. Os mais antigos afirmam que o então prefeito e o vice prefeito de Blumenau na época, dois simpatizantes dos nazistas, teriam sido mortos em um assalto, porém a desconfiança do povo era que eles tivessem sido mortos pelos militares brasileiros, que sabiam das suas inclinações e temessem que eles estivessem atuando como informantes dos nazistas.


O material acima é uma história que foi relatada ao blog Teoria da Conspiração por um leitor desse blog, e morador de Blumenau. Segundo ele, que não se identificou, esse material é um resumo da sua monografia de colação de gaur em Jornalismo.


Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA



Links Relacionados:
As misteriosas estruturas de Paraúna.

VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

7 Comentários
Comentários
7 comentários:
  1. não gosto de teorias da conspiração, mas essa foi bem legal. e o que dizer da relação que voce fez entre uma postagem e outra. belo trabalho de pesquisa.

    ResponderExcluir
  2. Investirão aqui, mas no final Hitler acabou preferindo morar em sua fazenda na Argentina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que erro bizonho de conjunção verbal que cometi na primeira palavra!
      Ainda bem que o Anônimo que corrige português ainda está de ferias.

      Excluir
  3. Acabei de conhecer o blog e já foi para a minha lista de favoritos parabéns.

    Um grande abraço

    Narutaki

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecido pelo elogio...e seja muito bem vindo...

      Excluir
  4. Adorei um post! Ainda me surpreende ver matérias sobre minha amada cidade.
    As cidades do Vale Europeu tem um precioso vínculo histórico com a Alemanha e Itália.
    Gostei ainda mais desse post por não nos "classificar" como nazistas como muitas páginas fizeram perante a descoberta dos túneis. Infelizmente vejo muitos comentários taxando o povo de Blumenau e Pomerode de nazistas pela descendência germânica e ainda nos jogam na cara a reportagem sobre a piscina com a suástica :C

    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo perfeitamente o que vc quer dizer. Eu sou morador de uma cidade de colonização alemã no interior do Rio Grande do sul, sendo que eu sou descendente de alemães. Muita gente ainda acredita que todos germânicos eram nazistas, e não levam em consideração que a maioria das famílias de alemães que vieram para o Brasil o fizeram antes que o partido Nazista subisse ao poder....

      Taxar todos alemães de Nazistas é o mesmo que dizer que todos brasileiros são Petistas, só porque o partido PT está a tantos anos no poder...

      É claro que algumas pessoas que migraram para o Brasil acabaram apoiando a Alemanha quando a guerra explodiu, mas está errado afirmar que toda comunidade alemã no Brasil estivesse do lado do partido nazista.

      Excluir

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave