18/09/2015

O serial killer de Long Island


Entre dezembro de 2010 e abril de 2011 uma série de crimes aterrorizou a costa sul de Long Island e Nova York. Ao todo 10 cadáveres foram encontrados, sendo que seis corpos foram reconhecidos como pertencendo a garotas de programa. As características das vítimas e a forma como foram mortas levam a polícia a acreditar que esses 10 assassinatos foram cometidos pela mesma pessoa, porém até hoje esse criminoso, apelidado como Serial Killer de Long Island, Assassino do Craiglist ou como Gilgo (muitos dos corpos foram encontrados na região de Gilgo Beach), não foi identificado pela polícia norte americana.

Ao final do mês de abril de 2011 a onda de crimes simplesmente, e misteriosamente, cessou. Porém analistas forenses do FBI acreditam, baseados em provas de outros crimes não solucionados, que o criminoso apelidado pela imprensa como serial killer de Long Island, iniciou sua trajetória homicida a cerca de 15 anos atrás.


As vítimas, geralmente prostitutas, eram escolhidas através de anúncios na rede social Craiglist. Após encontrar a possível vítima, o assassino ligava diversas vezes para a vítima, fazendo rigorosas entrevistas com as mesmas, como forma de descobrir vulnerabilidades e se as mesmas não ofereceriam maiores riscos a sua segurança. Com o início das investigações por parte da polícia, algumas garotas de programa foram ouvidas e relataram que um homem havia feito contato com elas, ele faria perguntas estranhas e usaria um programa de computador para ocultar sua verdadeira voz.


As vítimas do serial killer de Long Island

Abaixo poderemos conhecer um pouco mais sobre as possíveis vítimas desse serial killer. A morte dessas mulheres se enquadra no que a polícia afirma ser o perfil de crimes cometidos pelo serial killer de Long Island, que teria começado a agir a aproximadamente 15 anos.


Jessica Taylor

Idade: 20 anos
Desaparecimento: Brooklyn, Nova York
Vista Pela Última Vez: Manhattan, Nova York em 21 de Julho de 2003.


Partes do seu esqueleto encontrados em 26 de julho de 2003 em Manorville, Condado de Suffolk e resto do corpo encontrado em abril de 2010 em Cedar Beach, Condado de Suffolk.

Maureen Brainard-Barnes

Idade: 25 anos
De: Norwich, Connecticut
Vista pela última vez: Manhattan, Nova York
Data: 09 de julho de 2007


Obs.: O sinal do seu celular foi captado pela polícia em 2008 perto de Gilgo Beach. Restos mortais encontrados em Gilgo Beach, Condado de Suffolk, enrolados em um saco em dezembro de 2010.

Melissa Barthelemy

Idade: 24 anos
De: Bronx, Nova York. Nascida em Buffalo, Nova York
Vista Pela Última Vez: Deixando seu apartamento no Bronx em Nova York em 12 de julho de 2009.


Obs.: Um homem ligou do celular de Melissa para sua família 7 vezes. Rastreamentos da polícia levaram ao centro de Manhattan e Massapequa. Restos mortais encontrados em Gilgo Beach, Condado de Suffolk, enrolados em um saco em dezembro de 2010.

Megan Waterman

Idade: 22 anos
De: Scarborough, Maine
Vista Pela Última Vez: Hotel Holiday Inn, em Hauppauge, Long Island em 06 de junho de 2010.


Obs.: Akeem Cruz, seu namorado, trabalhava como seu cafetão. Restos mortais encontrados em Gilgo Beach, Condado de Suffolk, enrolados em um saco em dezembro de 2010.

Amber Lynn Costello

Idade: 27 anos.
De: Wilmington, Carolina do Norte
Vista Pela Última Vez: Deixando sua casa em North Babylon, Long Island em 02 de Setembro de 2010.


Obs.: A maioria dos clientes de Amber eram prospectados de uma agência de acompanhantes, mas eventualmente Amber atendia clientes do Craiglist. Segundo sua irmã Kimberly, Amber era viciada em drogas e chegava a atender até 5 clientes por noite para sustentar seu vício. Foi internada no Centro Médico Universitário de Nassau para tratar seu vício, mas fugiu depois que sua irmã teve que voltar para sua cidade natal para cuidar do pai.

Restos mortais encontrados em Gilgo Beach, Condado de Suffolk, enrolados em um saco em dezembro de 2010.

Shannan Gilbert

Idade: 24 anos
De: Cidade Jersey, Nova Jersey
Vista Pela Última Vez: Pedindo socorro ao aposentado Gus Colleti em Oak Beach, Long Island em 01 de Maio de 2010.


Obs.: Na noite do seu desaparecimento encontrou-se com um cliente chamado Joseph Brewer. Aparentemente Shannan usou drogas e teve alucinações, saiu correndo da casa de Joseph. Michael Pak, o motorista que levou Shannan até a casa de Joseph saiu atrás de Shannan. Shannan pediu ajuda ao aposentado Gus Colleti gritando: “Eles estão querendo me matar!” e saiu correndo novamente. Seus restos mortais foram encontrados em 14 de dezembro de 2011 em um pântano. A hipótese mais provável é que Shannan tenha se afogado ao tentar cruzar o pântano para chegar até uma estrada.

Gus Colleti

Desconhecida

No dia 8 de Janeiro de 2012, a polícia divulgou um esboço do rosto de uma vítima não identificada do possível serial killer de Long Island, conhecido por assassinar prostitutas que anunciam no Craigslist.


O perfil do serial killer

Especialistas em criminosos em série analisaram os dados dos assassinatos com o intuito de desenvolver um perfil para o assassino, o que pode ajudar os investigadores a identificar suspeitos e o possível criminoso.

O profiling de serial killers identifica as principais características da personalidade e comportamento de um suspeito com base nas características do crime, visando traçar um perfil psicológico e social, reduzindo assim o espectro de investigação. Embora não seja uma ciência exata, já é bem estabelecida entre criminologistas e investigadores profissionais, especialmente o FBI, sendo uma ótima ferramenta forense dentre muitas que são utilizadas na investigação de um crime. Em seu blog pessoal no Psychology Today, o professor de criminologia da Universidade Drew, Scott Bonn, diz que no vernáculo do profiling, este desconhecido serial killer de seis jovens e brancas prostitutas, e de outras quatro vítimas ainda não identificadas, incluindo um bebê do sexo feminino e um jovem asiático (acredita-se ser um travesti), todos descartados em Long Island, é um assassino “organizado”.



Abaixo poderemos conferir o que os especialistas julgam ser o perfil do Serial Killer de Long Island:

  • Este assassino é sadista que obtém um grande prazer em ver mulheres sofrendo e morrendo.
  • Ele gosta de assistir pornografia violenta.
  • Ele está muito familiarizado com a área de Long Island, inclusive podendo ter, em algum momento da sua vida, vivido no local.
  • Ele tem entre as idades de 34 e 50 anos.
  • Ele deve ter algum fascínio pelas técnicas policiais, e acredita-se que até tenha adquirido ao longo dos anos alguns objetos de uso policial. Não se descarta a hipótese de que o serial killer seja um policial, ou ex policial.
  • Ele possui conhecimento avançado em computadores. Esse conhecimento poderia inclusive ser usado por ele para a criação de vozes eletrônicas.
  • Ele poderia ser um colecionador de telefones celulares, não só dos aparelhos pertencentes às vítimas.
  • Ele possui inteligência acima da média.
  • Ele dirige um veículo fechado, provavelmente uma van.
  • Ele é uma pessoa muito organizada "lugar para tudo e tudo em seu lugar", e a palavra controle pode ser seu sobrenome.
  • Ele odeia as mulheres e, provavelmente tenha abusado fisicamente de antigas namoradas.
  • Ele provavelmente sente que sua mãe não cuidou dele quando ele era criança, e / ou ele foi traído pela mulher por falta de nutrição ou por meio de sua infidelidade.
  • Ele é uma pessoa muito auditiva, que pode ser um conversador, charmoso que também socializa bem.
  • Ele provavelmente reconhece e se gaba aos outros sobre o que ele acredita serem suas realizações.
  • Ele provavelmente não fala sobre os seus assassinatos.
  • Ele tem uma afinidade para sites de redes sociais, especialmente Craigslist para procurar suas vítimas.
  • Ele deve ter um bom poder aquisitivo.
  • Ele tem uma maneira de descobrir que as prostitutas não têm um "vigia", ou alguém olhando por elas. Talvez ele utilize um analisador de estresse de voz. A maioria das mulheres para as quais ele ligou não cumpriu com os seus critérios dele para torná-las vítimas, pois representavam um risco demasiadamente grande para ele. Ele sabia que as vítimas escolhidas não tinham nenhuma pessoa que fizesse sua segurança, pois muitas vezes ele acabava reconhecendo nas vítimas características que indicavam que elas não eram prostitutas assumidas, assim elas preferiam não ter um vigia, para poderem ficar no anonimato.
  • O telefone é o principal objeto deste predador. Ele provavelmente tem uma história de sexo abusivo, humilhante, assédio sexual ou assédio, em geral, por telefone. Esse provável assédio ocorreu contra ex-namoradas ou qualquer garota que pode ter atravessado seu caminho socialmente ou no local de trabalho. Assédio pelo telefone também pode ter ocorrido contra os homens que ele acredita que o confrontaram de alguma forma.

Mais opiniões a respeito do perfil do assassino

Scott Bonn diz que com base nos princípios do profiling psicológico, o desconhecido serial killer de Long Island é um homem branco, com idade entre 20 e 40 anos. Ele provavelmente é casado ou tem uma namorada. Tem estudo, é adepto do uso de tecnologias, articulado, e pode até ser charmoso. Sua vida financeira é segura, tem um trabalho de confiança e é dono do próprio carro ou veículo maior. Como parte de seu trabalho ou interesses, ele tem acesso – ou estoca – sacos de aniagem.


“Este é alguém que pode andar numa sala e ninguém notar,” disse Scott Bonn para uma reportagem do The New York Times em 2011. “Ele tem que ser persuasivo e racional o suficiente para ser capaz de convencer essas mulheres a encontrá-lo em seus próprios termos. Ele demonstrou habilidades sociais. Ele pode até ser charmoso.”


Embora atualmente ele não more na Costa Sul de Long Island, nem mesmo nas redondezas, ele é intimamente familiarizado com a área e no passado pode ter vivido lá. Acima de tudo, ele é cuidadoso e meticuloso. Ele sabe como cobrir seus rastros.

Significativamente, este assassino pode ser transiente e, talvez, um visitante anual da Costa Sul de Long Island durante o verão. Isto é sugerido pelo fato de que todas as vítimas prostitutas identificadas, embora desaparecidas em diferentes anos, foram dadas como desaparecidas entre o Dia do Memorial (última segunda-feira de Maio) e o Dia do Trabalho (primeira segunda-feira de Setembro).


Tal padrão não é realmente surpreendente. Duas das características que definem serial killers psicopatas organizados são o comportamento repetitivo e compulsivo cíclico, e a capacidade de voltar para suas vidas aparentemente normais entre os assassinatos. Mas se ele mora na região, tal comportamento pode ser um resultado direto de sua conexão com a área.

“Essa sazonalidade pode ser devido à sua conexão com a área, ou parte de sua fantasia e ritual. Pode ser o momento de sua esposa, filhos ou pais estarem fora de férias. Há muitas possibilidades”, disse Jim Clemente, um profiler aposentado do FBI.

Também é possível que o assassino resida em Manhattan. Sete telefonemas feitos durante um período de seis semanas, em 2009, para a irmã de Melissa Barthelemy, uma das vítimas identificadas, foram rastreados até Manhattan. O assassino usou o telefone celular de Melissa para ligar para sua irmã e insultá-la. Inteligentemente e sabendo que poderia ser rastreado, ele fez os telefonemas da Times Square, um local onde diariamente passam milhares de pessoas e cuja identificação por câmeras de segurança, por exemplo, seria praticamente impossível.

Para Jim Clemente, o fato do assassino ligar para a irmã de Melissa e insultá-la “dá uma ideia de que ele é um sadista. Isso se refletiria em seus relacionamentos e trabalhos. Ele é aquele que ri quando um gato é atropelado ou uma criança cai de sua bicicleta. Ele gosta do sofrimento dos outros, e ele realmente gosta de ver e de causar [sofrimento].”.

O serial killer de Long Island não irá parar de matar até ser finalmente preso. Ele pode estar num período de hibernação agora, entocado. Mas por outro lado, ele pode ter ser mudado para outro local, onde continua caçando vítimas. Psicopatas sexuais meticulosos como ele e Ted Bundy (Clique AQUI para ler sobre ele) amam demais o ato de matar para simplesmente parar. Bundy, como você bem se lembra, cruzou os Estados Unidos para evitar sua captura e continuar a matar. O serial killer de Long Island não poderia ter feito o mesmo?

Serial killers como Bundy, Dennis Rader, e o de Long Island, são movidos por fantasias e compulsões avassaladoras. Eles anseiam pelo ato de matar e não sofrem nenhum remorso pelo mal que fazem. Já foi demonstrado clinicamente que serial killers tem seus instintos amenizados quando são apresentados a imagens visuais de brutalidade e violência extrema, ao contrário de pessoas normais que se sentem agitadas e inconfortáveis em tais circunstancias.


Quando amanhecer, você já será um de nós...

Não deixe de dar uma conferida nas redes sociais do blog Noite Sinistra...

 Siga o Noite Sinistra no Twitter   Noite Sinistra no Facebook   Comunidade Noite Sinistra no Google +   Noite Sinistra no Tumblr

CONFIRA OUTRAS POSTAGENS DO BLOG NOITE SINISTRA




VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL...

0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave