15/01/2014

O misterioso Metrô 2 de Moscou


O metrô 2 de Moscou, é uma lenda muito conhecida entre o povo da grande cidade Russa. Esta misteriosa instalação subterrânea têm chamado a atenção de jornalistas, escritores e pessoas comuns há décadas. O governo russo não confirma a história, mas também nunca negou. Esse metrô oculto teria sido construído pela KGB durante o governo de Stalin sob o codinome "D-6". Seu principal objetivo foi permitir o transporte rápido e oculto, bem como a evacuação de líderes soviéticos, em caso de guerra nuclear.

A misteriosa e controversa malha metroviária se estendia do Kremlin até aos postos da KGB passando também pelas casas de Stalin fora da cidade. Seria maior até mesmo que o atual sistema de metrô, que com mais de 300 quilômetros de extensão.

No mapa acima, a linha pontilhada marca a provável trajetória do "Metro-2" (ilustração: .. Forças Militares los Transição DOD 1991).
Acima podemos ver marcado o posto de comando subterrâneo em Ramenki (ilustração: As Forças Militares los Transição DOD 1991 ..).
A história que era vista como um mito, começou a ganhar força e seguidores dispostos a afirmar sua veracidade depois da demolição do  Hotel Rossiya, em 2007, localizado perto do Kremlin. Após a demolição foi descoberto de um túnel que passava por baixo do imponente hotel, que foi o maior do mundo de 1967 até 1990.

Hotel Rossiya

As lendas

Muitas cidades europeias usaram metrôs e túneis para abrigar a população durante a segunda guerra mundial, como Londres e Berlin. Nessas cidades haviam também, túneis e esconderijos secretos destinado ao uso por parte da cúpula política e militar. Após a guerra muitas dessas construções, agora sem uso, se tornaram públicas e abertas a visitação. Então por que os russos não admitem a existência do Metrô 2?

Algumas lendas tentam responder a pergunta acima. Uma dela diz que o governo russo não utilizou o local apenas como possível trota de fuga em caso de um ataque nuclear americano durante a guerra fria, mas os túneis abrigariam também laboratórios da KGB, destinados a estudos relacionados a armas biológicas, venenos, elementos radioativos, entre outros tipos de estudos.

Outras lendas afirmam que os túneis, ainda hoje, abrigariam ogivas nucleares e que algumas instalações secretas ainda estão em funcionamento, esperando o momento em que possíveis hostilidades entre a Rússia e os EUA voltem a por o gigante europeu em prontidão para a guerra.

As lendas acima não são as mais fabulosas relacionadas com o local. Há quem afirme que o metrô 2 abrigaria desde fantasmas até ratos gigantes. Muitos chegam a afirmar que o local é caminho para uma câmara secreta, onde o próprio Stalin estaria congelado criogenicamente, essas pessoas afirma que o cadáver que foi embalsamado e exposto não pertence ao grande líder soviético, mas sim pertenceria a um de seus muitos sósias. O verdadeiro líder estaria esperando em seu caixão de gelo, escondido nos misterioso túneis do metro 2, para um dia retornar e devolver a União Soviética o seu esplendor.

Corpo de Joseph Stalin depois de embalsamado
Com bem pudemos ler acima, as incertezas a respeito da existência ou não da tal rede secreta de túneis leva a população a criar histórias fantásticas e descabidas a respeito do assunto, sendo que muitas vezes seria mais fácil e até interessante confirmar o óbvio.

Explorações

Alguns grupos de exploradores urbanos realizaram algumas explorações, mesmo que isso não fosse permitido pelas autoridades, a partir dos túneis encontrados após a demolição do hotel Rossiya, como descrito acima. Alguns desses exploradores relatam a existência de portas de ferro soldadas, o que aumenta ainda mais a curiosidade e o mistério em volta desses locais. Abaixo poderemos ver algumas imagens registradas por esses exploradores.



Túnel atravessa um aquífero, que forma estalactites







Infelizmente, um corredor sem saída - sair da estação não foi concluída ainda









Quando amanhecer, você já será um de nós...
0 Comentários
Comentários
Nenhum comentário :

Página do Facebook

Publicidade 1

Noite Sinistra no YouTube

Postagem em destaque

O misterioso perfil do Facebook de Karin Catherine Waldegrave